Início Notícias Exchange BitcoinTrade adiciona Stop Limit, Bitcoin Cash e planeja iniciar operações no...

Exchange BitcoinTrade adiciona Stop Limit, Bitcoin Cash e planeja iniciar operações no México

588
0

A exchange brasileira BitcoinTrade, que hoje disputa com a Mercado Bitcoin o posto de maior exchange do Brasil em volume de negociações, está ajustando os últimos detalhes para a inclusão da função “Stop Limit”, focada em trades, além da inclusão de pares de negociação em Bitcoin Cash, para que tudo esteja disponível ainda este mês aos clientes da plataforma.

No entanto, Daniel Coqueri, fundador e diretor de operações da exchange, revelou ao Criptomoedas Fácil que toda esta estratégia de fortalecimento e crescimento da corretora, que este ano já adicionou pares de negociação em Ethereum e Litecoin, está vinculada a um movimento de internacionalização da empresa que planeja, ainda este ano, iniciar operações no México.

Coqueri, que coordena os desenvolvimentos da BitcoinTrade no escritório da empresa em Miami (EUA), informa que o México é um importante mercado na América Latina e o primeiro país no roadmap de internacionalização da exchange. No país, a Bitcoin Trade pretende disponibilizar a mesma plataforma que opera no Brasil, com pares de negociação em MXN, o peso mexicano, possibilitando aos clientes comprar criptomoedas com moeda fiduciária, por meio de contas bancárias.

Porém, não está claro ainda se os clientes do Brasil também terão acesso aos pares em MXN para realizar operações de trade e arbitragem. Coqueri também não informou se clientes que possuem contas bancárias nos dois países poderão associar ambas contas na plataforma e, com isso, permitir o envio de recursos para o exterior por meio do trade de criptomoedas.

O México, assim como o Brasil, não representa um dos principais mercados de criptomoedas do mundo e responde por cerca de 1% das negociações de BTC mundiais. Atualmente, a principal exchange no país a operar com pares de negociação em MXN é a Bitso, que negocia pouco mais 517 Bitcoins diariamente, mais que o dobro da BitcoinTrade, que negocia cerca de 215 BTC por dia, de acordo com dados da ferramenta CoinMarketCap.

Na Bitso, além de Bitcoin, estão disponíveis negociações em Ripple (XRP), Ethereum (ETH), Litecoin (LTC), Bitcoin Cash (BCH) e TrueUSD (TUSD), este último uma espécie de Stablecoin similar ao Tether.

Aliás, um o USDT vem sendo estudado pela BitcoinTrade, no entanto, sem nenhuma previsão de implantação.

“Nossa previsão é que, após o lançamento deste novos pares de negociação, todos em BLR, devemos implementar a negociação em BTC para todos os pares na plataforma. No entanto, como todos sabem, este mercado é muito dinâmico e sofre muitas mudanças, por exemplo, estudamos no passado o USDT, da Tether, mas não temos nenhuma previsão de implementação, foram só estudos, mas o futuro pode reservar muitas surpresas que hoje ainda não temos uma posição mais clara”, finalizou a exchange.