Início Notícias Ex-executivo da Deloitte funda exchange no Brasil com base na arquitetura da...

Ex-executivo da Deloitte funda exchange no Brasil com base na arquitetura da Bolsa de Valores

509
0
Ex-executivo da Delloite funda exchange no Brasil com arquitetura da Bolsa de Valores

O mercado de criptomoedas no Brasil está em pleno processo de expansão e algumas das mais avançadas soluções de integração dos criptoativos ao cotidiano estão sendo desenvolvidas aqui, como é o caso da SmartCash e da Kamonei, que permitem a conversão de SmartCash direto em reais em mais de 14 mil casas lotéricas no Brasil, revelado com exclusividade pelo Criptomoedas Fácil.

De olho neste ecossistema e no desenvolvimento do setor, o empresário Tales Amorim juntou-se ao ex-executivo da Deloitte Luiz Col e a Patrick Von Uslar, executivo de mineração de nióbio, para fundar a Bloco1, empresa focada em traders e no mercado de balcão (OTC).

Uma das novidades da Bloco1 é o oferecimento de seis tipos de ordens destinadas para trades, como “Mercado”, “Limit”, “Stop Limit”, “Stop Móvel” e “Stop Movel Limit”. Além disso, Luiz Col, um dos fundadores da Bloco1, destaca que a plataforma foi desenvolvida com base na arquitetura robusta da B3, a Bolsa de Valores do Brasil, e que possui uma funcionalidade de meio de pagamento offchain, que permite transações com criptomoedas de forma instantânea.

“A Bloco1 foi desenvolvida pensando na arquitetura da B3. Nós contratamos uma empresa de software especializada no mercado financeiro e que presta serviços para a B3, bancos e outras instituições financeiras. Elaboramos uma plataforma robusta com um esquema de multi assinaturas muito bem desenhada. Além disso, dentro de nossa corretora os clientes vão encontrar outras funcionalidades, uma delas que permite usar criptos como meio de pagamento e que proporciona pagamentos em tempo real e de forma instantânea por meio de uma operação offchain que construímos”, destacou Col.

Recentemente, a Bloco1 também ingressou na ABCB, Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain, e vem ajudando a instituição no fortalecimento do ecossistema de criptomoedas no Brasil. A exchange entrará em operação ainda neste mês (setembro) e oferecerá negociação apenas em BLR e BTC, no entanto, Col afirma que o roadmap já prevê a integração com Ethereum, Litecoin, Bitcoin Cash e Stellar. Além disso, a Bloco1 é a primeira exchange em território nacional que disponibiliza todas as funcionalidades da versão desktop para a versão mobile, com um aplicativo disponível para Android e iOS em cinco línguas diferentes, entre elas português, espanhol, alemão, inglês e mandarim.

“A nossa missão é cuidar dos valores de nossos clientes e facilitar o intercâmbio de valores para o mundo. Então nosso produto é pensando neste intercâmbio do mundo digital. O que esperamos é ter cada vez mais uma plataforma completa que possa ser um grande meio de pagamento integrando criptomoedas ao cotidiano”, finaliza Tales Amorim.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!