ethereum

A primeira atualização tão aguardada da Metropolis no Ethereum foi oficialmente lançada nesta segunda-feira, 18 de setembro, na rede de testes.

A bifurcação (hard fork) simulada no ambiente de Testenet do Ethereum deve funcionar por algumas semanas para que sejam implementadas possíveis soluções de problemas antes que o hard fork ocorra na cadeia principal do blockchain, que é atualmente a segunda maior do mundo por capitalização de mercado.

O período de teste envolverá um julgamento dos nove EIPs (protocolos de melhoria do ethereum) a serem introduzidos no hard fork. Conforme detalhado anteriormente, as atualizações do código introduzirão mudanças para aumentar a funcionalidade da rede, minimizando possíveis explorações e abrindo o caminho para a nova criptografia na plataforma.

O teste provavelmente levará cerca de três semanas, sugerindo que a bifurcação real provavelmente ocorrerá em algum momento em torno de 9 de outubro. No entanto, isso depende se o teste não mostrar problemas imprevistos.

A equipe de desenvolvimento do ethereum core reuniu-se em 8 de setembro com o fundador do ethereum, Vitalik Buterin, que fez a seguinte observação: “O período de teste exigirá cerca de três a quatro semanas“. Em resposta, o desenvolvedor Péter Szilágyi afirmou que os testes podem precisar de menos tempo, porque “se as coisas derem errado … elas vão dar errado rápido“.

Espera-se que os desenvolvedores anunciem uma data formal para o hard fork dentro de algumas semanas desde que tudo seja executado de acordo com o plano.

Este é o início de uma nova era e uma mudança gradual da prova de trabalho (PoW) e da prova de participação (PoS). Fique atento às atualizações à medida que elas se tornarem disponíveis.

Você pode acompanhar o infográfico do fork Metropolis na íntegra clicando aqui.

loading...