Ethereum

O fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, reconhece os desafios de escalabilidade que estão diante a tecnologia blockchain, mas acredita que dentro de alguns anos eles estarão resolvidos.

Durante uma conferência organizada pelo site de notícias de tecnologia Tech Crunch, realizada em São Francisco, nesta segunda-feira, 18 de setembro, o criador do Ethereum disse que a equipe da plataforma Ethereum está trabalhando duro em uma série de possibilidades para aumentar a capacidade de processamento e verificação das transações na rede.

O Bitcoin processa menos de três transações por segundo, se subir para quatro já atinge o pico de capacidade. O Ethereum, nos últimos dias, tem processado cinco transações por segundo e se for para seis também atinge o pico. A Uber tem em média 12 corridas por segundo, o Paypal processa várias centenas de transações, a Visa processa milhares, as grandes bolsas de valores processam dezenas de milhares, se você considerar a Internet das Coisas, estamos falando de centenas de milhares“, explicou Buterin para dar noção ao público do tamanho do desafio enfrentado pela tecnologia blockchain.

Questionado pelo investidor-anjo Naval Ravikant, que participou do painel para entrevistar Buterin, quando o Ethereum poderia atingir a escala de processamento de uma empresa como a Visa, o fundador da plataforma revelou a sua projeção. Em um ano, poderemos ver alguns protótipos das soluções de escalabilidade surgindo e dentro de alguns anos essas soluções iriam chegar a uma adoção convencional“, afirmou Vitalik Buterin.

Na visão dele, a escolha das alternativas para escalar o poder de processamento de uma blockchain passa por um balanço entre segurança e razoabilidade. “Vamos tentar criar sistemas que tenham muita segurança sem que seja necessário processar todas as transações na rede. Se pensarmos em extremos, no mundo de hoje, temos uma pessoa que processa todas as transações, do outro lado teríamos todas as pessoas processando todas as transações. Talvez, se tivéssemos 500 pessoas processando transações já seria suficientemente descentralizado e seguro“, opinou o desenvolvedor russo-canadense.

Buterin também acredita que o setor de criptomoedas e blockchain vive atualmente um grande “hype institucional e público”. Ele descreveu o episódio da socialite Paris Hilton ter postado no Twitter para promover uma Oferta Inicial de Criptomoeda (ICO, na sigla em inglês) como o “pico do hype” da tecnologia.

A entrevista completa de Vitalik Buterin pode ser conferida aqui.

loading...
COMPARTILHAR

Jornalista econômico com mais de 10 anos de experiência, documentarista e viajante do mundo. Conheceu a Blockchain no final de 2014. Desde então, acredita na descentralização como meio para a revolução.

  • PauloB.83

    Nada contra, considero a Ethereum um excelente projeto, mas nesse site só se vê notícias da Ethereum, todo dia tem uma matéria nova sobre o Ethereum, o dono do site deve estar querendo promover muito essa Altcoin, ele provavelmente é um investidor do Ethereum e está querendo promove-la a todo custo, existem outras Altcoins que estão agregando diversas novidades e são bem mais interessantes do que Ethereum, e nem vejo elas sendo citadas por aqui, acho que está tentando induzir o leitor. Não vou dizer quais Altcoins são mais interessantes que Ethereum para não ficar parecendo que estou querendo promover alguma moeda assim como o site está fazendo
    Nada contra as novidades da Ethereum, acho sim, que elas tem que ser divulgada, mas como disse existem outras Altcoins e notícias bem mais interessantes de outras moedas, o ideal seria apresentar ao leitor notícias de cada uma das Altcoins

    • Antonio Valadão

      Concordo plenamente com você. Tenho percebido uma certa parcialidade no que se refere ao Ethereum. Isso é ruim para o site. Podemos perder a confiança nas notícias do site como vem ocorrendo com o site da Exame, que todo dia coloca uma notícia para jogar o Bitcoin para baixo.