Início Notícias Estudo aponta que a cobertura sobre criptomoedas feita pela mídia aumentou com...

Estudo aponta que a cobertura sobre criptomoedas feita pela mídia aumentou com a queda do mercado

170
1
Estudo aponta que a cobertura sobre criptomoedas feita pela mídia aumentou com a queda do mercado

Um recente estudo, publicado pela Cointelegraph, produzido pela empresa de pesquisa de blockchain Clovr, descobriu que a cobertura sobre criptomoedas feitas pelos principais meios de comunicação aumenta quando o mercado cai. A análise rastreou a correlação entre a cobertura dos valores das criptomoedas nos últimos cinco anos e os sentimentos dos materiais de mídia publicados.

No decorrer de sua pesquisa, a Clovr pesquisou 48 principais veículos de mídia norte-americanos e internacionais sobre peças que cobrem criptomoedas de 1º de janeiro de 2013 a 31 de julho de 2018. Todos os artigos foram analisados ​​usando a ferramenta de análise de sentimentos Valence Aware Dictionary e Sementnt Reasoner ( VADER) e a biblioteca do Natural Language Toolkit (NLTK) em Python. A análise incluiu o texto completo de 7.527 artigos de notícias online.

Nas últimas semanas de 2017, a cobertura sobre criptomoedas feita pela mídia aumentou depois de uma forte queda nos preços das moedas digitais, que foi atribuída à uma confluência de fatores, como forte desempenho de detentores de Bitcoin (BTC) e altcoins vendendo suas criptomoedas para pagar as férias. A mesma tendência foi relatada em maio e junho de 2018, quando uma queda adicional nos valores das criptomoedas foi seguida por um aumento temporário nos artigos. O estudo ainda diz:

“Em 2016, os artigos positivos superaram em muito os negativos, tanto em volume quanto em intensidade. Como a cobertura aumentou em meados de 2017, no entanto, artigos expressando sentimentos negativos tornaram-se mais comuns. Essa tendência foi alimentada, em parte, por prognósticos sombrios de nomes como Warren Buffett e Mark Cuban, que supunham que ‘uma bolha’ estava em andamento.”

Quanto aos sites de notícias que cobriram moedas digitais com mais frequência, a Clovr aponta a Forbes e a Business Insider, onde “apenas 1.355 artigos desses dois veículos foram mais positivos do que o sentimento mediano geral dos artigos da amostra, enquanto apenas 413 de seus artigos caíram sobre o lado negativo”.

A CNBC divulgou quase 1.000 artigos relacionados às criptomoedas durante o período analisado, com 52,9% sendo positivos e 47% negativos. Ao mesmo tempo, o site norte-americano de notícias de extrema-direita, Breitbart News, juntamente com a organização norte-americana de notícias de ponta esquerda Raw Story publicaram cumulativamente 91 artigos negativos e apenas um positivo. O sentimento médio dos artigos da Reuters, USA Today e Gizmodo teria diminuído substancialmente ao longo do tempo.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI