Início Notícias Empresa do homem mais rico da Índia adere à blockchain

Empresa do homem mais rico da Índia adere à blockchain

745
0
Empresa do homem mais rico da Índia adere à blockchain

O conglomerado de petróleo e gás Reliance Industries – de propriedade da pessoa mais rica da Índia, Mukesh Ambani – usou a blockchain para conduzir sua primeira transação financeira.

De acordo com um comunicado do HSBC da Índia compartilhado com a agência de notícias CoinDesk, a Reliance Industries recentemente executou uma transação financeira “ao vivo” movida à blockchain em colaboração com a distribuidora global de produtos químicos Tricon Energy.

A transação de ponta a ponta foi facilitada pelos grandes bancos HSBC India e ING Bank, em Bruxelas, e realizada na plataforma blockchain Corda do consórcio R3.

A plataforma Corda foi integrada à uma plataforma fornecida pela Bolero International, empresa de digitalização financeira comercial baseada no Reino Unido, e foi usada para emitir e gerenciar um cupom eletrônico de embarque.

Usando a plataforma blockchain, uma carta de crédito foi emitida pelo ING Bank para a Tricon Energy USA (o importador) com o HSBC India como o banco de consultoria e negociação da Reliance Industries, Índia (o exportador), explica o comunicado. Uma carta de crédito é uma garantia bancária para o pagamento de um comprador a um vendedor.

O chefe do HSBC da Índia para serviços bancários e mercados globais, Hitendra Dave, disse:

“O uso da blockchain é um passo significativo em direção à digitalização do comércio. A eficiência geral que ela traz para as transações financeiras garante uma relação custo-benefício, uma recuperação mais rápida e, potencialmente, libera liquidez para as empresas.”

Atualmente, os importadores e exportadores usam cartas de crédito em papel para sustentar as transações, com cada parte enviando documentos por correio ou fax. Este processo manual não só diminui o ritmo do comércio, mas também aumenta os custos.

A plataforma de transações financeiras com blockchain, por outro lado, visa digitalizar esse processo, economizando tempo e custo.

“O uso de blockchain oferece um potencial significativo para reduzir os prazos envolvidos na troca de documentação de exportação dos atuais 7 a 10 dias para menos de um dia”, disse Srikanth Venkatachari, diretor financeiro da Reliance Industries.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!