Início Notícias Em São Paulo, ministro da Suíça afirma que o setor financeiro do...

Em São Paulo, ministro da Suíça afirma que o setor financeiro do Brasil precisa incentivar bitcoin e blockchain

768
1
Em São Paulo, ministro da Suíça afirma que o setor financeiro do Brasil precisa incentivar bitcoin e blockchain

Nesta semana, em 18 de julho, Ueli Maurer, ministro das finanças suíço, esteve em São Paulo para participar de uma série de eventos organizados pelo Swiss Business Hub Brazil, braço de promoção tecnológica do governo da Suíça.

O ministro destacou a colaboração que a nação europeia realiza com o Brasil na apuração das operações da Lava Jato e também enfatizou que as instituições financeiras nacionais devem incentivar a troca de tecnologia na área por meio das criptomoedas e da blockchain.

“Por um lado, deve-se permitir que os potenciais das novas tecnologias se desenvolvam. Assim, buscamos promover uma infraestrutura legal e regulatória clara e robusta, que garanta segurança e permita um uso amplo e sustentável de modelos de negócio baseados na blockchain”, comentou ele ao jornal Valor Econômico.

Maurer também destacou que o Brasil é o parceiro comercial mais importante da Suíça na América do Sul e durante sua visita também debateu as oportunidades e riscos para os investimentos e temas de acesso ao mercado como um todo. Além disso, o ministro participou do Seminário Digitalização e Fintech: Desafios e Oportunidades no Mercado, que também contou com a participação de Rosine Kadameni (Blockchain Academy), Walter Maeda (CVM), Eduardo Carvalho (Dynasty Global Investments), Marlene Amstad (Vice-Presidente FINMA), Stephan Zimmermann (Vice-Presidente Global Wealth Management UBS), Thomas Puschmann (Head Swiss FinTech Innovation Lab) e Marc Lussy (F10 Accelerator Switzerland).

“O Brasil tem uma grande demanda por novas tecnologias no setor. Grande parte da população ainda não tem acesso a serviços bancários. Na Suíça, o mercado está mais estabelecido”, enfatizou o secretário de Estado da Suíça Jörg Gasser que acompanhou a comitiva de Maurer.

Sobre a Operação Lava Jato, o Ministério Público suíço já informou que mantém confiscados R$2,8 bilhões relacionados às investigações e outros R$700 milhões já foram repatriados.

“As autoridades brasileiras estão engajadas em combater a corrupção. O país aprendeu muito com os exemplos recentes”, disse ele.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!