Início Notícias Em meio à troca de moeda na Venezuela, Maduro anuncia salários no...

Em meio à troca de moeda na Venezuela, Maduro anuncia salários no país terão piso mínimo de 0.5 Petro

683
1
Em meio à troca de moeda na Venezuela, Maduro anuncia salários no país terão piso mínimo de 0.5 Petro

O presidente venezuelano Nicolás Maduro anunciou o preço fixo da criptomoeda do país, o Petro, juntamente com um novo salário mínimo. As medidas fazem parte de um pacote destinado a melhorar as condições socioeconômicas no país sul-americano. De acordo com agências de notícias locais, as políticas foram implementadas nesta segunda-feira, 20 de agosto, quando o novo bolívar foi introduzido para substituir a atual moeda nacional, altamente inflacionada.

Como a inflação no país deve chegar a 1 milhão por cento até o final do ano, de acordo com o FMI, o “bolívar fuerte” tornou-se uma das moedas nacionais que mais se desvalorizam no mundo. No entanto, o novo bolívar soberano será “ancorado” ao Petro, a criptomoeda apoiada pelo petróleo introduzida pela administração do líder esquerdista venezuelano no início deste ano.

O salário mínimo mensal da Venezuela – estimado em US$1,30, de acordo com o mercado negro – será aumentado em 35 vezes. Além disso, Maduro prometeu aos venezuelanos que haverá um piso mínimo de pelo menos 0,5 petro, uma vez que suas reformas monetárias entrassem em vigor, a partir de ontem. A criptomoeda nacional será trocada a uma taxa de US$ 60 por Petro, e o novo “bolívar soberano” será atrelado à moeda digital. A cotação da moeda foi estipulada de acordo com o modelo abaixo.

1 Petro = US$60 = 1 barril de petróleo

A moeda digital emitida pelo Estado também poderá ser comprada com o recém-emitido “bolívar soberano”, que corta cinco zeros do atual “bolívar fuerte”. Um petro custará 3.600 novos bolívares (atualmente 360 milhões).

No início da semana passada, o presidente venezuelano anunciou que a partir desta segunda-feira, seu país teria duas unidades de conta oficiais – o petro e o bolívar soberano. A velha e a nova versão da moeda nacional circularão juntas por algum tempo, antes que o “bolívar fuerte” seja definitivamente eliminado.

Na ocasião, Maduro assegurou a seus compatriotas que o Banco Central da Venezuela (BCV) e todos os bancos públicos e privados já possuíam as novas cédulas e estavam preparando-se ativamente para implementar as mudanças. Ele acrescentou que além dos salários, o preço também será ajustado e o mecanismo de controle de preços será restaurado. Na sexta-feira, o presidente alertou os comerciantes que não haveria desculpas para qualquer aumento de preço. Citado pelo El Nacional, ele declarou:

“Tem que haver um governo, temos que retomar o papel regulador, a autoridade do estado e do governo para impor regras econômicas.”

Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI