Início Notícias Economista da exchange Mercado Bitcoin dá dicas sobre investimentos em criptomoedas

Economista da exchange Mercado Bitcoin dá dicas sobre investimentos em criptomoedas

533
0
Economista da exchange Mercado Bitcoin dá dicas sobre investimentos em criptomoedas

A recente alta no valor do Bitcoin reaqueceu o mercado e trouxe uma nova onda de investimentos em criptomoedas. Para se ter uma ideia, no final de julho, a exchange Mercado Bitcoin, que atualmente disputa com a BitcoinTrade o posto de principal exchange nacional em volume de negociação, viu um aumento de três vezes no volume médio diário de negociações em sua plataforma.

No entanto, Luiz Calado, economista-chefe da empresa, alerta que os investidores precisam entender a dinâmica deste mercado se quiserem ter bons resultados em curto, médio e longo prazo. Calado informa que, de forma geral, os momentos de alta no valor das criptomoedas atraem muitos investidores que visam lucro rápido.

“A volatilidade traz boas oportunidades ao investidor, mas o que vemos é que muitos acabam entrando na euforia e aplicando mais do que poderiam”, analisa Luiz Calado. “A primeira lição para investir em criptoativos é estudar bem o comportamento do mercado e estabelecer uma meta de rentabilidade plausível, mesmo sabendo dos riscos inerentes a este setor”, complementa.

Para ajudar novos investidores, Calado dá quatro dicas importantes que devem ser consideradas antes de qualquer aplicação em criptoativos:

Dica 1: Pesquise antes de investir

No mercado financeiro tradicional, antes de comprar uma ação de uma companhia, os investidores fazem uma vasta pesquisa sobre o setor de atuação, o que ela faz e sua saúde financeira. O mesmo deve ser feito no mercado de criptoativos. Antes de investir em um criptoativo, os potenciais investidores devem pesquisar sobre ele, seus usos e tendências de valorização. Na plataforma da Mercado Bitcoin, por exemplo, é possível transacionar Bitcoin, Bitcoin Cash e Litecoin.

Dica 2: Não invista mais do que você pode perder

É importante ter ciência de que o mercado é muito volátil e não há uma regulação clara que indique qual será o seu futuro. Sabendo que é possível ter altos lucros e prejuízos, a recomendação é que a pessoa invista aos poucos, começando, por exemplo, com 1% de seu patrimônio.

Dica 3: Identifique o momento de mercado

O mantra de quem investe na bolsa de valores é sempre tentar “comprar na baixa e vender na alta”. Mesmo assim, muitas pessoas se deixam levar pela emoção e, ao verem o valor da criptomoeda reduzir 10%, por exemplo, decidem vender para evitar mais perdas. A dica é que o investidor entenda o sentimento geral do mercado, avalie os momentos de baixa de acordo com os gráficos e decida a melhor hora para comprar, a partir de uma estratégia predefinida. Por isso, é importante estudar bem o mercado antes de investir.

Dica 4: Entenda seu perfil de investidor

Existem basicamente dois tipos de investidores em criptoativos: os que estudam a fundo e acreditam na tecnologia e os traders. No primeiro caso, a pessoa investe sabendo que a tecnologia é tão revolucionária que, no longo prazo, poderá ter lucros se investir nela neste momento. Já os traders normalmente vêm do mercado tradicional e fazem análises técnicas para entrarem e saírem do mercado em um curto prazo, obtendo pequenos lucros em cada operação.