Início Notícias Economista da Allianz diz que o Bitcoin sobreviverá mas não substituirá o...

Economista da Allianz diz que o Bitcoin sobreviverá mas não substituirá o dinheiro tradicional

162
4
Economista da Allianz diz que o Bitcoin sobreviverá mas não substituirá o dinheiro tradicional

O Bitcoin e, com ele, o mercado de criptomoedas sobreviverão, pois marcam uma tendência de digitalização da economia que está aqui para ficar, no entanto, as criptomoedas não substituirão o dinheiro fiduciária, segundo o economista-chefe da Allianz Mohamed El-Erian.

“Criptomoedas existirão e se tornarão cada vez mais difundidas na sociedade, mas farão parte de um ecossistema. Mas elas não serão o padrão da economia, como alguns acreditavam que seriam”, disse El-Erian na conferência Consensus Invest, em Nova York.

El-Erian disse que o Bitcoin não pode substituir o dinheiro fiduciário porque criptomoedas são commodities – não moedas. “Eles não têm os atributos intrínsecos de uma moeda e, portanto, não vão substituir o dinheiro”, observou ele apontando que o atual mercado de baixa verá uma mudança radical graças ao crescente interesse de investidores institucionais.

“Estamos vendo uma rotação acontecendo – o varejo está se tornando mais razoável e as instituições estão começando a se firmar neste mercado. Isso é bom no longo prazo”, reforçou argumentando que os preços do Bitcoin estavam supervalorizados e que o valor “real” do criptoativo deve girar em torno de US$5 mil e que a recente queda não foi inesperada, porque o mercado passou por um ciclo de consumo excessivo que levou os preços do Bitcoin a quase US$20 mil. Isso foi seguido por um período reativo de superprodução que alimentou a atual liquidação.

Este é um sentimento compartilhado por Barry Silbert, fundador do Digital Currency Group. que destacou  que as recentes e dramáticas flutuações do mercado são as inevitáveis ​​dores do crescimento que ocorrem em qualquer nova indústria. Depois de superar as bolhas e as correções do mercado, Silbert chamou o mercado atual de baixa como uma “oportunidade fantástica” para os investidores.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã