Início ICO Depois da ICO, startup promete realizar a primeira ICCO: Oferta Inicial de...

Depois da ICO, startup promete realizar a primeira ICCO: Oferta Inicial de Moedas Conversíveis

451
0
Depois da ICO, startup promete realizar a primeira ICCO: Oferta Inicial de Moedas Conversíveis

Depois do hype em torno das ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês), nas quais os investidores adquirem tokens de determinados projetos esperando uma valorização futura ou mesmo para utilizar-los dentro das respectivas plataformas, como é o caso da Binance Coin. Com dinheiro arrecadado através da venda destes tokens, os desenvolvedores podem implementar o projeto anunciado, promover a sua difusão, entre outros. Atualmente, a ICO é a modalidade majoritária de financiamento no ecossistema das criptomoedas e responde por quase 95% dos projetos lançados. Poucos projetos, como é o caso do nacional CriptoReal, não se utilizam ICO para executar suas propostas.

Porém, recentemente, a Palladium, uma startup sediada em Malta, promete lançar uma nova modalidade de financiamento lançando a primeira ICCO, Initial Convertible Coin Offering ou Oferta Inicial de Moedas Conversíveis, que seria diferente de uma ICO pois nesta modalidade os investidores poderão converter os tokens em ações da empresa em uma data posterior – no caso da Palladium, três anos após a emissão.

“A emissão de um token conversível – que é regulada por um prospecto aprovado pela Autoridade de Serviços Financeiros de Malta (MFSA, na sigla em inglês) e sujeita às regras rigorosas da União Europeia – dará aos investidores o direito de converter os tokens em ações da Palladium três anos após a data de emissão”, diz o comunicado oficial.

Para lançar esta proposta, a Palladium irá contar com a parceria da Bittrex:

“Nossa parceria lançará uma nova plataforma de negociação com tecnologia Bittrex, e seus clientes terão acesso à grande variedade de utility tokens inovadores listados na Bittrex, que escolhemos usando nosso processo de revisão de token líder do setor. Estamos entusiasmados com o fato deste projeto ajudar a aumentar ainda mais a adoção da tecnologia blockchain e continuar expandindo nossos negócios globalmente”, disse o CEO da Bittrex, Bill Shiha.

Os recursos levantados durante a ICCO serão usados ​​para apoiar os três blocos principais da solução da Palladium: 50% irão para a aquisição de uma participação controladora em um banco europeu, 35% para a formação de uma exchange de criptomoedas regulamentada em Malta e no desenvolvimento de uma plataforma blockchain de compensação e liquidação, e 15% para investimentos estratégicos em serviços financeiros e empresas de blockchain que complementam os negócios da Palladium.

A ICCO está prevista para iniciar no dia 25 de julho. Uma pré-venda dos tokens da Palladium já foi realizada no mês passado.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!