Início Notícias Demanda por engenheiros de blockchain cresce 400% desde o final de 2017

Demanda por engenheiros de blockchain cresce 400% desde o final de 2017

671
0
Demanda por engenheiros de blockchain cresce 400% desde o final de 2017

O salário médio de um engenheiro de blockchain subiu para entre US$150 e US$175 mil por ano, informou a agência de notícias CNBC recentemente, citando o Relatório de Estado de Salários de 2018 da Hired.

Muito acima do salário médio de um engenheiro de software, que é de US$135 mil, o número coloca os engenheiros de blockchain na mesma faixa salarial que os especialistas em Inteligência Artificial (AI), à medida que a demanda por recrutamento de blockchain aumenta o ritmo. A figura também é notavelmente superior a outras funções de engenharia especializada em tecnologia.

O CEO da Hired Mehul Patel disse à CNBC que:

“Há uma gigante demanda por blockchain. Engenheiros de software estão em falta, mas de blockchain estão ainda mais e é por isso que os salários são ainda maiores.”

A Hired, que supostamente forneceu dados para funções/empregos relacionados à blockchain a partir de 2017, diz que a demanda subiu 400%, apesar da queda do mercado de criptomoedas.

A CNBC observa que a demanda é alimentada ainda mais pelo interesse de gigantes global de tecnologia como Facebook, Amazon, IBM e Microsoft, todos anunciando vagas para especialistas do setor emergente.

A Hired disse à CNBC que, embora muitas listas de empregos sejam definidas em funções mais genéricas, como “engenheiro de back-end”, “engenheiro de sistemas” ou “arquiteto de soluções”, geralmente especificam blockchain como uma habilidade “desejável” para os candidatos.

O conhecimento cobiçado engloba “habilidades de computação em redes, design de banco de dados e computação criptográfica” e fluência nas linguagens de codificação Java, JavaScript, C ++, Go, Solidity e Python, citando “multiple blockchain engineers” como fonte. Patel também observou que uma “visão de longo prazo” está governando a estratégia das empresas quando trata-se de recrutar talentos de blockchain.

De acordo com a Hired, o relatório foi compilado para abranger trabalhadores de tecnologia em 13 cidades pelo mundo, com base em mais de 420 mil solicitações de entrevista, juntamente com uma pesquisa demográfica opcional para incluir dados de idade e raça, sempre que possível.

A ferramenta de comparação de salários da Hired revela ainda que a demanda por engenheiros de blockchain é mais alta nas cidades de São Francisco, Nova York e Londres.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!