Início Notícias Cripto Radar: as principais notícias de 24 de novembro de 2017

Cripto Radar: as principais notícias de 24 de novembro de 2017

612
0

Confira algumas das notícias mais importantes que circularam pelos veículos nacionais e internacionais:

Preço do Bitcoin atinge novo recorde e chega a valer US$8.450 na Coreia do Sul

O preço médio global do Bitcoin ultrapassou US$8.300 no início desta sexta-feira, 24 de novembro, no mercado sul-coreano que apresentou negociações com uma taxa superior a cerca de 5%. O preço da moeda digital chegou a valer US$8.450 na Coreia do Sul, país que possui o terceiro maior mercado do mundo de Bitcoin, ficando atrás do Japão e dos Estados Unidos. Na semana passada, quando o preço do Bitcoin despencou e o preço do Bitcoin Cash disparou, a Bithumb, maior corretora de criptomoedas da Coreia do Sul, processou duas vezes mais negociações que o mercado de ações sul-coreano KOSDAQ.

Mesmo cheio de controvérsias, Bitcoin Gold tem alta de 35%

Em um mercado “tradicional”, certamente, qualquer notícia negativa relacionada a um ativo o levaria à queda e no caso de descoberta de fraude envolvendo-o, os danos poderiam ser irreversíveis. Porém, o mercado de criptomoedas se comporta de maneira diferente. Como é o caso do Bitcoin Gold, que em meio à tantas polêmicas envolvendo seu nome, como por exemplo a falta de explicação para moedas pré-mineradas, o ataque DDoS no seu lançamento e a fraude cometida pelo site mybtgwallet.com, conforme publicado pelo Criptomoedas Fácil, continua ganhando valor. Nesta sexta-feira, o preço da moeda digital aumentou em 35%.

As 6 cidades mais amigáveis ao Bitcoin do mundo

Se você está cansado de ter que convencer as pessoas ao seu redor de que o Bitcoin e a Blockchain são tecnologias que vieram para auxiliar o ser humano em sua empreitada no planeta Terra, você deveria procurar por cidades em que a moeda digital é vista com mais naturalidade. São Francisco, Nova York e Londres são bons exemplos de cidades nas quais o Bitcoin está começando a fazer parte do dia a dia de muitas pessoas. O Nomad List, site que lista as melhores cidades para viver e trabalhar remotamente utilizando uma série de métricas como renda, segurança, qualidade do ar e velocidade da internet, fez uma lista das cidades que são mais amigáveis ao Bitcoin. Confira.

Presidente do Banco Central da Suíça diz que o Bitcoin é mais um investimento do que uma moeda

Thomas Jordan, presidente do Banco Central da Suíça (SNB, na sigla em inglês), disse durante um evento que ocorreu nesta última quinta-feira, 23 de novembro, que os bancos centrais pos países estão examinando as questões relacionadas às criptomoedas “de forma muito intensa”, e acrescentou que “consideraria o Bitcoin mais como um investimento do que como uma moeda”. “É importante dizer que não é uma questão de tecnologia apenas, e sim uma questão de quem tem acesso ao dinheiro do Banco Central e de que forma. Existem muitas questões que estão por serem resolvidas ainda”, disse Jordan.

Empresa de fundos de ouro está investindo em Bitcoin

Um fundo de metais preciosos está investindo em Bitcoin para reinvestir os lucros conquistados com a moeda digital em ativos de ouro. Ned Naylor-Leyland, gerente do Old Mutual Gold e da Silver Fund, empresas de fundos de metais preciosos, disse que começou a comprar Bitcoin em abril deste ano. Ele disse que o Bitcoin e o ouro são ativos que se complementam, afinal a criptomoeda foi projetada para ser o “ouro digital”. “O sistema de imediato pagamentos do Bitcoin resolve pontos críticos do ouro, como a falta de divisibilidade e a dificuldade de transmissão de fundos”, disse Naylor-Leyland em uma declaração.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!