Início Notícias Cripto Radar: as principais notícias de 22 de janeiro de 2018

Cripto Radar: as principais notícias de 22 de janeiro de 2018

466
0

Confira algumas das notícias mais importantes que circularam pelos veículos nacionais e internacionais:

Bitcoin.org faz alterações nas principais características da tecnologia divulgadas no site

Uma dos fatores que despertou o interesse das pessoas em relação ao Bitcoins foi a promessa de entregar transações rápidas de pessoa para pessoa custando apenas uma fração das taxas padrão. Porém, após o ganho de popularidade da moeda digital, ela tem enfrentado transferências lentas e custos de transação excessivos. Por isso, a comunidade de desenvolvedores do Bitcoin decidiu atualizar o seu site oficial com o objetivo de melhor refletir os principais recursos da tecnologia. Bitcoin.org (não deve ser confundido com Bitcoin.com, que tem laços íntimos com a moeda digital rival Bitcoin Cash) fez pequenas alterações em seu website. Ao invés de transações “rápidas” e “baixas taxas de processamento”, o site agora expõe a tecnologia como facilitadora de “transações entre pessoas”, “pagamentos sem fronteiras” e “proteção contra fraudes”.

Coreia do Sul atinge corretoras de criptomoedas com cobrança maciça de impostos

O governo da Coreia do Sul está atingindo as corretoras de criptomoedas do país com demandas de impostos maciças, em sua última tentativa de controlar o mercado de moedas digitais que apresenta constante expansão dentro de seu território, conforme publicado pela Fortune, revista norte-americana. De acordo com um funcionário do Ministério das Finanças da Coreia do Sul, citado em um artigo publicado pela Yonhap, agência de notícias sul-coreana, nesta segunda-feira, 22 de janeiro, as corretoras de criptomoedas sul-coreanas precisarão pagar 22% de imposto corporativo e 2,2% de taxas locais sobre os ganhos do ano passado dentro do prazo de março e abril deste ano, caso tenham obtido uma renda anual de mais de US$18,8 milhões em 2016.

O preço do Bitcoin volta a cair nesta segunda-feira, 22 de janeiro

O preço do Bitcoin caiu novamente nesta segunda-feira, 22 de janeiro, em 8% e chegou a valer US$10.479. O preço da moeda digital caiu cerca de 17% desde 15 de janeiro deste ano. Durante a semana passada, muitas corretoras de criptomoedas foram encurraladas por alguns governos que têm mostrado apreensão em relação ao mercado de ativos digitais. A repreensão praticada pela Coreia do Sul, China e Rússia foi um dos fatores que influenciou na queda de preço do Bitcoin. Na última sexta-feira, 19 de janeiro, a SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos EUA) e a Comissão de Comércio de Contratos Futuros lançaram uma declaração conjunta enfatizando seu compromisso em tomar medidas contra fraudes envolvendo criptomoedas e ofertas iniciais de moedas, o que também pode ter influenciado na queda de valor do Bitcoin.

Pesquisa aponta que mais da metade da população da Rússia sabe sobre Bitcoin

Uma recente pesquisa realizada pela VCIOM, o maior centro de pesquisa de opinião pública da Rússia, relatou que 56% dos russos dizem que conhecem sobre Bitcoin. O número de pessoas que conhecem a moeda digital aumenta para 66% quando focados somente os usuários ativos de internet. O conhecimento do Bitcoin entre os jovens russos (com 18 a 24 anos de idade) atingiu 75%, enquanto 71% de todos os homens entrevistados disseram também já conhecer a moeda digital. 74% dos moradores de Moscou, capital da Rússia, e de São Petesburgo, segunda maior cidade do país, já aprenderam algo sobre a criptomoeda.

Samourai Wallet lança aplicativo que envia Bitcoin via SMS

A Samourai Wallet, uma das primeiras carteiras digitais de Bitcoin, anunciou um novo aplicativo proprietário chamado Pony Direct, uma ferramenta de pagamento que envia Bitcoin através de serviço de mensagens de celular (SMS), popularmente usado para mensagens de texto. É uma maneira criativa de melhorar a resistência à censura. Saiba mais.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!