Confira algumas das notícias mais importantes que circularam pelos veículos nacionais e internacionais:

Investimento em Bitcoin deve ser declarado no Imposto de Renda

Os brasileiros que apostaram na valorização das moedas virtuais, como o Bitcoin, devem ficar atentos ao declarar o Imposto de Renda deste ano para fugir da ‘mordida do Leão’. De acordo com a Receita Federal, as moedas virtuais são “equiparadas a um ativo financeiro” e “devem ser declaradas pelo valor de aquisição”. A presidente do CRC-SP (Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo), Marcia Ruiz Alcazar, explica que as criptomoedas precisam ser listadas pelos contribuintes na Ficha Bens e Direitos como “outros bens” (código 99). Ela recomenda que os contribuintes proprietários de moedas virtuais detalhem no documento a data de aquisição, a quantidade de moeda adquirida e o valor da compra realizada.

Confira exemplos práticos de como a Blockchain pode ser usada no dia-a-dia

O potencial da tecnologia Blockchain de causar disruptura em quase todas as indústrias não pode ser descartado, embora ainda existam diversos obstáculos a serem superados antes de vivenciarmos o seu impacto transformador por completo. Um interessante artigo publicado pela Forbes, agência de notícias norte-americana, comenta sobre o que torna essa tecnologia tão poderosa e alguns exemplos práticos de como ela já está sendo utilizada em nossa rotina diária.

Overstock confunde Bitcoin e Bitcoin Cash e fornece desconto acentuado aos clientes

Uma séria falha no sistema de pagamento do site da Overstock, um dos maiores e-commerces do mundo que vende de tudo, permitiu que os clientes pagassem com Bitcoin ou Bitcoin Cash utilizando uma única cotação. O problema é que as duas criptomoedas possuem cotações bastante diferentes. De acordo com a ferramenta de dados CoinMarketCap, um Bitcoin atualmente vale US$13.880, enquanto um Bitcoin Cash é avaliado em US$2.355, o que significa que aqueles que pagaram com Bitcoin puderam comprar um item por uma fração do preço real. Não está claro quantos clientes podem ter se aproveitado do erro.

GRAM: a criptomoeda do telegram anuncia ICO bilionária

Parece que a febre das ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês) se manterá firme em 2018. Nesta semana, foi a vez do aplicativo de chamadas Telegram anunciar a intenção de lançar uma criptomoeda através desse formato de financiamento. A intenção do aplicativo é criar uma blockchain e uma criptomoeda nativas, em uma rede denominada de Telegram Open Network (algo como Rede Aberta Telegram), ou simplesmente TON, a qual foi anunciada pela empresa como uma “blockchain de terceira geração, com capacidades bastante superiores às tecnologias atuais”.

Kodak cria sua criptomoeda e ações sobem mais de 100%

As ações da Kodak dispararam nesta terça-feira na Bolsa de Nova York (Nyse). Mais cedo, a empresa anunciou uma parceria com a Wenn Digital para lançar sua própria criptomoeda. A ideia da companhia é criar uma moeda digital voltada para o mundo da fotografia. O objetivo do projeto, segundo a Kodak, é “empoderar fotógrafos e agências a ter maior controle no gerenciamento de direitos de imagem.” Utilizando a tecnologia blockchain, a empresa irá lançar uma plataforma, batizada de KodakOne, que irá funcionar como “um registro de contabilidade criptografado de direitos autorais para fotógrafos e agências.” O licenciamento das imagens será feito no mesmo sistema e o pagamento será feito em moedas digitais, chamadas de KodakCoins.

loading...