Início Notícias Cripto Radar: as principais notícias de 06 de fevereiro de 2018

Cripto Radar: as principais notícias de 06 de fevereiro de 2018

720
0

Confira algumas das notícias mais importantes que circularam pelos veículos nacionais e internacionais:

Coinbase planeja a introdução do SegWit em sua plataforma daqui algumas semanas

Em um tuíte publicado nesta segunda-feira, 05 de fevereiro, a Coinbase, maior corretora de criptomoedas dos dos Estados Unidos, afirmou que a introdução do SegWit está sendo testada e será disponibilizada em breve. “Nossa equipe de engenharia começou a fase de teste final do SegWit para Bitcoin na plataforma Coinbase. Envios e recebimentos compatíveis com o SegWit estão disponíveis para os clientes nas próximas semanas “, escreveu a equipe da corretora.

Mercado de criptomoedas apresenta maior queda desde novembro

O valor total de mercado das criptomoedas chegou a atingir a marca de US$276 bilhões, nesta terça-feira, 06 de fevereiro, o que significa o nível mais baixo registrado desde 26 de novembro de 2017. Até o fechamento deste artigo, o mercado das moedas digitais apresentou leve recuperação passando a valer US$332 bilhões, de acordo com dados da ferramenta CoinMarketCap. Durante mais um dia de queda, o mercado total chegou a cair 66% da máxima histórica de US$830 bilhões registrada em janeiro deste ano. As 10 principais criptomoedas em valor de mercado apresentaram perdas de dois dígitos pela quarta vez nos últimos cinco dias.

Coinbase confirma quatro bancos que bloquearam a compra de Bitcoin com cartões de crédito

A Coinbase, corretora de criptomoedas, relatou que alguns dos seus clientes que utilizaram cartões de crédito para comprar criptomoedas foram proibidos de fazê-lo. De acordo com o último tuíte da empresa, usuários de cartões de crédito dos bancos norte-americanos JPMorgan Chase, Bank of America, Citibank e Capital One estão atualmente proibidos de comprar criptomoedas na plataforma. No entanto, outras formas de pagamento, como cartões de débito e transferência bancária, ainda estão disponíveis e estão sendo encorajados pela Coinbase como alternativas para clientes afetados.

EUA começa a discutir possível regulamentação de criptomoedas

O Congresso norte-americano realizará nesta terça-feira, 06 de fevereiro, uma audiência que promete ter grandes consequências para o mercado das criptomoedas e que contará com a presença dos dois principais órgãos reguladores do mercado financeiro dos Estados Unidos. J. Christopher Giancarlo, presidente da Comissão de negociação de futuros de commodities (CFTC, na sigla em inglês), e Jay Clayton, presidente da Comissão de Segurança e Câmbio (SEC, na sigla em inglês), discutirão sobre criptomoedas juntamente com o Comitê Bancário do Senado norte-americano temas como: ofertas iniciais de moedas, Bitcoin, blockchain, criptomoedas, entre outros. Antes da audiência ambos presidentes deram uma prévia daquilo que deverão apresentar na audiência: o mercado de criptomoedas precisa ser regulamentado e não proibido, é preciso criar formas para que o governo dos EUA tenha o controle deste mercado, no entanto, também é preciso garantir seu desenvolvimento e as leis devem se esforçar para “não prejudicar” o mercado em crescimento.

Ex-presidente do PayPal diz que o Facebook Messenger não irá dar suporte às criptomoedas

De acordo David Marcus,, vice-presidente do Facebook Messenger, disse que é improvável que a empresa faça a adesão a pagamentos com criptomoedas. O ex-presidente do PayPal apontou problemas percebidos nas criptomoedas existentes, especificando altas taxas e tempos longos de transação como razões pelas quais a empresa não considera a introdução da tecnologia como método de pagamento, pelo menos a curto prazo. No entanto, Marcus, que se juntou ao conselho de administração da Coinbase no final de 2017, deixou a porta aberta para aderir essa forma de pagamentos no futuro, dizendo que, quando as comunidades de desenvolvedores de blockchains “corrigirem todos os problemas”, é possível que a empresa “faça algo” para considerar as criptomoedas como opção.

Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI