Confira algumas das notícias mais importantes que circularam pelos veículos nacionais e internacionais:

Monero bate novo recorde de preço e chega a valer mais de US$240

O preço da Monero bateu um novo recorde nesta terça-feira, 05 de dezembro, e chegou a ser negociada por US$240,12. De acordo com dados do site CoinMarketCap, o preço da moeda digital valorizou 19% nas últimas 24 horas. Os comentários sobre a criptomoeda nas mídias sociais indicam que a comunidade de investidores possam ter percebido a privacidade provida pela tecnologia da Monero algo diferencial. Além disso, John McAfee,  inventor do antivírus mais famoso do mundo, disse durante uma entrevista que a moeda digital poderia ser um sério concorrente para o Bitcoin.

Gêmeos criadores do Facebook tornam-se os primeiros bilionários de Bitcoin

Tyler e Cameron Winklevoss, gêmeos que fizeram um investimento inicial de US$11 milhões em Bitcoin, são atualmente bilionários graças à essa aposta de 2013. Os irmãos ganharam notoriedade há mais de uma década, quando tentaram, sem sucesso, processar Marc Zuckerberg, presidente do Facebook, por ter roubado a idéia do que viria a ser a maior rede social do mundo. Foi o acordo dessa batalha legal entre os gêmeos e Zuckerberg que financiou investimento inicial dos Winklevoss em Bitcoins.

Bitfury está construindo a maior operação de mineração de Bitcoin na América do Norte

A Hut 8, empresa de mineração de Bitcoin liderada pelo CEO Sean Clark, localizada em Vancouver, Canadá, anunciou nesta segunda-feira, 04 de dezembro, sua associação com o Grupo Bitfury para instalar e operar o maior centro de mineração de Bitcoin da América do Norte. “Estamos entusiasmados em fazer parceria com a Hut 8 para expandir nossas atividades no mercado da América do Norte. Acreditamos que existe uma tremenda oportunidade de estabelecer a região como como um dos centros de mineração de Bitcoin mais importantes do mundo”, disse Valery Vavilov, CEO da Bitfury.

Governo russo planejam testes de sistema de votação baseado na tecnologia Blockchain

O governo da Rússia anunciou que está avançando seus planos para realizar um projeto piloto para testar a eficácia da tecnologia Blockchain na melhoria dos sistemas de votação do país. O governo alegou ainda que a tecnologia tornará o seu programa Active Citizen mais transparente. “A introdução desta tecnologia tornará ainda mais transparente a votação na iniciativa do programa Active Citizen de votação. Será difícil dizer que a administração interpretou incorretamente as respostas ou alterou os resultados da votação quando os próprios cidadãos poderão checar a informação”, dizia a declaração do governo publicada nesta segunda-feira, 04 de dezembro.

Quase metade do capital das ICOs é europeu, aponta relatório

Uma pesquisa conduzida pela Atomico, importante empresa europeia de capital de risco, mostra que quase metade de todos os fundos levantados através das ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês) é proveniente da Europa. As informações foram extraídas da TokenData, ferramenta de notícias, dados e análises de ICOs, e embora 90% de todo o financiamento captado pelas ofertas iniciais de moedas tenha ocorrido somente em 2017, os dados apresentados consideram fundos arrecadados pelas iniciativas desde 2014.

loading...