Início Notícias Cripto Radar: as principais notícias de 04 de janeiro de 2018

Cripto Radar: as principais notícias de 04 de janeiro de 2018

579
0

Confira algumas das notícias mais importantes que circularam pelos veículos nacionais e internacionais:

China parece querer restringir o fornecimento de energia para mineradores de Bitcoin

A China planeja limitar o uso de energia por alguns mineradores de Bitcoin, conforme relatado por algumas pessoas familiares ao assunto, o desafio é grande perante à indústria cujas redes de alto poder computacional e alto consumo de energia possibilitam as transações do universo das criptomoedas. De acordo com o artigo publicado pela Bloomberg, agência de notícias norte-americana, o Banco Popular da China (PBOC, na sigla em inglês) esboçou o plano nesta quarta-feira, 03 de janeiro, em uma reunião particular na qual seus participantes não puderam ser identificados. Não foi detalhado ainda como as autoridades planejam decretar os limites.

Merrill Lynch proíbe consultores financeiros de executar investimentos em Bitcoin para seus clientes

Os consultores financeiros da Merrill Lynch foram impossibilitados de realizar investimentos relacionados ao Bitcoin para seus clientes, informou o Wall Street Journal nesta quarta-feira, 03 de janeiro. A proibição evita que cerca de 17 mil consultores do banco lancem investimentos relacionados à moeda digital e executem solicitações de clientes na plataforma de  investimento em Bitcoin denominada Grayscale (GBTC, na sigla em inglês). “A decisão de fechar a GBTC para novas compras é impulsionada por preocupações relativas aos padrões de adequação e elegibilidade deste produto”, de acordo com um memorando interno que o jornal revisou.

5 tendências para a tecnologia blockchain em 2018

Artigo publicado pelo The Enterprisers Project, site de notícias sobre negócios e tecnologia, comenta sobre o aumento da popularidade da blockchain, como as empresas têm se comportado frente à novidade e o que devemos esperar para a tecnologia em 2018, a partir de uma entrevista realizada com Paul Brody, líder de inovação e blockchain na Ernst Young, empresa multinacional de auditoria e consultoria. Confira as 5 tendências que Paul Brody enxerga para a tecnologia em 2018.

Corretoras de criptomoedas chinesas atrasam o lançamento na Coreia do Sul devido à regulação

Duas principais corretoras de criptomoedas chinesas atrasaram seus lançamentos na Coreia do Sul devido às incertezas em torno da regulamentação que será imposta pelo governo sul-coreano. Atualmente, os reguladores da Coreia do Sul estão trabalhando em um sistema de identificação de nomes reais que encerrará a negociação anônima nas corretoras de criptomoedas no país.

Guru da Blockchain explica porque o Bitcoin Cash não é a cura de todos os problemas do Bitcoin

Magnus Kempe, sueco também conhecido como o guru da Blockchain, liderou dois do mais conhecidos projetos de blockchain na Suécia, sendo um deles relacionado ao registro de terras no país, além de redigir vários relatórios amplamente divulgados sobre a tecnologia. Na opinião de Kempe, o “catch 22”, que significa uma situação paradoxal impossível de ser evitada, do Bitcoin é a questão do tamanho do bloco imposto por Satoshi Nakamoto quando criou a rede da moeda digital. “O limite da capacidade significa que a lei da oferta e da demanda determinará os custos de transação”, disse Kempe. Quanto a soluções alternativas, ou altcoins, que estão sendo desenvolvidas com base da infraestrutura do Bitcoin, Kempe vê uma compensação negativa entre segurança de um lado e velocidade e custo das transações de outro.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!