Início Notícias Corretoras de criptomoedas sofrem com aumento da demanda

Corretoras de criptomoedas sofrem com aumento da demanda

1579
0

As corretoras de Bitcoin estão complicando-se à medida que o mercado cresce. Atualmente, são cada vez mais comuns histórias de clientes que têm suas contas bloqueadas e novos usuários que levam dias para conseguir concluir seus cadastros. O mercado de criptomoedas já vale mais de US$ 300 bilhões e os usuários das corretoras de moedas digitais têm protestado para que elas melhorem suas operações.

Jameson Lopp, desenvolvedor da BitGo e grande influenciador do universo do Bitcoin, realizou uma pesquisa informal através da sua página no Twitter, na qual obteve mais de 1.600 respostas, que mostrou que 7 a cada 10 novos usuários de Bitcoin levaram cerca de uma semana para terem seus cadastros aprovados nas corretoras de criptomoedas.

O Business Insider, site de notícias norte-americano, recentemente postou que a “Kraken é uma das quatro corretoras de criptomoedas que está programada para contribuir com o mercado de futuros de Bitcoin da Bolsa de Chicago (CME)” e “os clientes da corretora, uma das maiores do mundo, experimentaram atrasos de conexão em volumes recordes“, disse Frank Chaparro, repórter do site. “Estamos contratando pessoas para praticamente todas as funções. Além de desenvolvedores, que contratamos constantemente, estamos buscando trazer um vice-presidente de engenharia e assessoria de assuntos regulatórios“, disse Jesse Powell, CEO da Kraken, durante uma entrevista.

O volume de negociações influenciou bastante no congestionamento e consequentemente nos atrasos das corretoras de moedas digitais. As negociações de Bitcoin variam de US$ 1 a US$ 5 bilhões diários e apesar de ser um valor alto, é muito baixo se comparado às negociações institucionais que podem chegar a trilhões.

As reclamações estão por todos os lados e envolvem diversas corretoras. Ao pesquisar pela Coinbase no Consumer Financial Protection Bureau, agência norte-americana responsável pela proteção de consumidores no setor financeiro, uma grande quantidade de reclamações envolvendo seu nome vem à tona. “Eu enviei documentos para aprovação da Gemini no início de abril e até agora não tive retorno“, disse Kyle Torpey, jornalista e influenciador do universo cripto, em seu Twitter.

Parece que todas as corretoras de criptomoedas estão passando por esse tipo de problema e a razão poderia ser, em parte, devido aos atritos causados pelas leis de conhecimento de cliente (KYC, na sigla em inglês) e anti-lavagem de dinheiro (AML, na sigla em inglês).

As pessoas mais experientes do universo do Bitcoin estão sugerindo a prática de mais negociações p2p e menor dependência das corretoras de moedas digitais. O site LocalBitcoins é uma alternativa frequentemente citada pelas pessoas nas redes sociais.

O legado das corretoras institucionais é uma inspiração para alguns analistas profissionais, que comentam sobre a necessidade de corretoras “mais sofisticadas” no mercado de Bitcoin, afinal as atuais corretoras do mercado de criptomoedas “não oferecem a mesma qualidade de tecnologia que os grandes corretoras globais”, de acordo com o Bank of America Merrill Lynch.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!