Início Notícias Consórcio W3C trabalha ativamente em pagamentos com Bitcoin via Lightning Network

Consórcio W3C trabalha ativamente em pagamentos com Bitcoin via Lightning Network

476
0
Especialista diz que a mineração de Bitcoin não vai acabar com a energia do mundo

O World Wide Web Consortium (W3C), órgão internacional focado no desenvolvimento de padrões e protocolos para a Internet, tem trabalhado em soluções que tornem mais fácil para os usuários realizarem pagamentos através de navegadores web, sem intermediação de sites.

Para alcançar esse feito, o W3C está criando uma API que suportará pagamentos em Bitcoin (BTC) feitos via Lightning Network (LN), solução de segunda camada que permitirá transações mais rápidas. Com essa API, o consórcio tem como objetivo habilitar o suporte da LN para pagamentos com Bitcoin nos navegadores mais usados, como o Google Chrome, o Firefox e o Microsoft Edge.

Mais opções de pagamento

De acordo com o portal CryptoGlobe, o W3C não está focado em melhorar um método de pagamento específico, como cartões de crédito, Apply Pay ou criptoativos. Ao invés disso, o consórcio deseja fornecer aos desenvolvedores de software mais opções de pagamento, inclusive o uso da LN para pagamentos via Bitcoin.

Notavelmente, o Grupo de Trabalho de Pagamentos na Web (GTPW) do W3C tem recrutado ativamente desenvolvedores de Bitcoin para que eles possam ajudar nas adições da LN e do Bitcoin à API proposta pelo consórcio.

De acordo com o W3C, sua API poderá em breve suportar pagamentos com criptomoedas feitos via LN, uma vez que seus desenvolvedores têm feito progressos substanciais nos testes de integração da rede de pagamento de segunda camada em navegadores da web.

Segundo Christian Decker, um conhecido desenvolvedor da Lightning Network, um email foi enviado, em agosto, para outros programadores, visando informá-los sobre o desenvolvimento contínuo da rede de pagamentos da LN.

Bitcoin e Lightning Network podem funcionar “sem grandes obstáculos”

Decker, que atualmente trabalha como engenheiro na Blockstream – empresa que atua com soluções de escalabilidade para o Bitcoin – escreveu:

“Em resumo, devemos conseguir que o Bitcoin e a Lightning funcionem de acordo com o programado, sem grandes obstáculos.”

Como membro do GTPW, Decker acredita que é importante que os sistemas modernos de pagamento baseados na Internet suportem transações com criptomoedas. Ele disse que:

“Isso é empolgante porque alternar entre pagamentos tradicionais e via criptomoedas, e os pagamentos via Lightning, poderá ser feito basicamente com um único clique, e facilitar para os comerciantes aceitarem o Bitcoin ao lado dos métodos tradicionais, como cartões e sistemas de pagamento.”

Criptomoedas como meios de pagamento modernos

Entretanto, nem todos demonstram o mesmo entusiasmo com a velocidade da adoção da tecnologia. O CryptoGlobe afirmou que Andreas Brekken disse que a Lightning Network é “impraticável mesmo para usuários altamente técnicos”. Depois de testar a Lightning para fazer pagamentos com Bitcoin, Brekken descobriu que seu software tinha muitas falhas de transação.

No entanto, parece que o progresso está sendo feito para melhorar o sistema e um número crescente de pessoas agora considera as criptomoedas como um método de pagamento legítimo. Ian Jacobs, chefe de atividade de pagamentos do W3C, observou:

“A arquitetura foi projetada para permitir que novos métodos de pagamento sejam usados ​​na web. Isso deve incluir métodos de pagamento baseados em blockchain.”

Pierre Rochard, experiente engenheiro de software, revelou que ele estava trabalhando em um programa de software chamado Neutrino, que permite aos usuários fazer pagamentos habilitados para Lightning através do Microsoft Excel, programa de criação de planilhas da Microsoft.

Entretanto, Rochard também informou aos seus seguidores no Twitter que o Neutrino estava em seus estágios iniciais de desenvolvimento e levaria mais tempo antes de começar a funcionar efetivamente.

Mesmo com enorme potencial, esses pagamentos podem levar anos até se tornarem viáveis e altamente difundidos. Com 10 anos de existência recém completados, o Bitcoin ainda encontra-se em estágios semelhantes ao que a própria Internet vivia na década de 1990. Esses, portanto, são planos cujo resultado será visto num prazo de tempo bem maior.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!