Início Notícias Conheça a opinião de importantes figuras do mercado de criptomoedas brasileiro sobre...

Conheça a opinião de importantes figuras do mercado de criptomoedas brasileiro sobre a valorização do Bitcoin

387
0
Conheça a opinião de importantes figuras do mercado de criptomoedas brasileiro sobre a valorização do Bitcoin

Durante entrevista ao Criptomoedas Fácil, Fernando Ulrich, economista chefe de criptomoedas da XP Investimetos, disse que não acredita que o Bitcoin apresentará uma tendência de alta ainda este ano, tampouco deve entrar em declínio. a expectativa é que o mercado feche o ano tal qual está, com leves quedas e valorizações ao longo dos dias, mantendo uma média de preço entre US$6 e US$7 mil.

“O valor do Bitcoin passa hoje por um momento de estabilização, vindo de uma forte alta de 2017. A tendência é se manter assim, especialmente porque houve saída de investidores que não conheciam o mercado e aproveitaram a forte valorização”, afirmou Ulrich.

A declaração de Ulrich contrasta com a de outros especialistas nacionais, como Fausto Botelho, analista técnico de criptomoedas, que já chegou a afirmar que o preço do Bitcoin pode atingir até US$100 mil até o final de 2018.

Assim como Botelho, Rodrigo Cohen, especialista em análise gráfica e trader profissional brasileiro, mantém seu otimismo em relação ao Bitcoin ao prever que a criptomoeda dobrará de valor até o final do ano, chegando a US$13 mil, muito abaixo de sua alta histórica em dezembro de 2017, mas ainda sim um aumento significativo que representa uma valorização de 100%.

Não tão otimista quanto Botelho e Cohen, Paulo Boghosian, instrutor do curso de investimento focado em Bitcoin e criptomoedas chamado “Investimento em Criptoativos”, que será ministrado na Blockchain Academy, o Bitcoin, e com ele o mercado de criptomoedas como um todo, vive um momento tenso em que um movimento para cima ou para baixo será difícil de “segurar”.

“Nos últimos meses, estamos vivenciando uma batalha entre bulls e bears após um primeiro semestre extremamente bearish, quando o BTC perdeu aproximadamente dois terços do seu valor. Ainda não existe evidência clara de que esta tendência tenha sido revertida, mas no momento existem fundamentos para as duas narrativas”, destaca Boghosian.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!