Início Notícias Conheça a calculadora de impostos para criptomoedas

Conheça a calculadora de impostos para criptomoedas

794
0

A Coinbase, startup e maior corretora de criptomoedas dos EUA, lançou uma nova ferramenta para cálculo de ganhos e perdas em criptomoedas, como parte de um esforço para auxiliar sua base de usuários a manter os requisitos fiscais dos Estados Unidos.

Em uma publicação feita em seu blog na última segunda-feira, 12 de março, a exchange explicou que a calculadora pode ser usada para gerar um relatório que descreve seus ganhos de capital (ou perdas) em sua plataforma, usando o método contábil “first-in-first out” (mais comumente conhecido como FIFO).

No entanto, a ferramenta vem com algumas ressalvas, sendo a principal delas o fato de ser destinada aos usuários que compraram e venderam na plataforma da Coinbase exclusivamente, e não é recomendada para aqueles que compraram ativos digitais em outro lugar ou participaram de uma oferta inicial de moeda, de acordo com o blog.

“Esta ferramenta fornece um cálculo preliminar de ganhos e perdas para auxiliar os nossos clientes, mas não deve ser usada como documentação fiscal oficial sem validar os resultados com seu contador”, alertou também a startup.

O lançamento anunciado segue uma medida anterior da corretora em relação à cobrança impostos, quando, em janeiro, a startup lembrou seus usuários que eles são responsáveis ??pelos ganhos de capital dos EUA, chegando inclusive a publicar um grande banner sobre o problema.

A questão da tributação e das criptomoedas sempre foi um tema controverso, desde que a Receita Federal dos Estados Unidos anunciou em 2014 que trataria tais ativos como uma forma de propriedade tributável ao invés de, digamos, uma moeda.

O tópico também traz um grau de peso adicional para a Coinbase especificamente, que foi alvo de uma ação judicial do IRS, que buscava informações sobre clientes dos EUA, em um esforço de investigar potenciais evasores de impostos. A corretora teria que enviar informações sobre cerca de 13 mil usuários que haviam negociado na plataforma entre 2013 e 2015, depois de terem sido ordenados por um juiz distrital dos EUA em novembro de 2017.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!