Início Entrevista Composta por ex-integrantes da Apple, Ethereum e Oracle, startup pretende tornar-se uma...

Composta por ex-integrantes da Apple, Ethereum e Oracle, startup pretende tornar-se uma plataforma universal de turismo

535
0
Composta por ex-integrantes da Apple, Ethereum e Oracle, startup pretende tornar-se uma plataforma universal de turismo

As possibilidades de aplicação da tecnologia blockchain são inúmeras. Ainda este ano, a KeyoCoin pretende lançar uma aplicação baseada em blockchain que permitirá que provedores de serviços do turismo ofereçam recompensas com criptomoedas aos seus clientes, visando garantir a fidelidade dos usuários.

Contado com mais de 12 mil ofertas de produtos em diferentes países da América Latina e dos EUA, a KeyoCoin conta com importantes personalidades em seu time, como Rick Savage, ex-Apple, Federico Pistono, ex-Ethereum, e Layla Revis, ex-Oracle.

O Criptomoedas Fácil conversou com a equipe da KeyoCoin para entender melhor como funciona a aplicação e como ela pode beneficiar a importante e pulsante indústria do turismo.

Criptomoedas Fácil: Como funciona a plataforma KeyoCoin?

KeyoCoin: A KeyoCoin é uma plataforma e ecossistema de premiações de viagens universais, construída sobre a blockchain, que serve para gamificar toda a experiência de viagem. Ao introduzir recompensas baseadas em criptomoedas em desafios para o mercado de hospitalidade, viagens e experiência local, estamos ajudando os viajantes a descobrirem novas experiências únicas em suas aventuras e a gastar menos quando realizam suas reservas. Para empresas de viagens independentes, estamos oferecendo uma plataforma gratuita para auxiliar no mercado de clientes em potencial, sem a necessidade de pagar enormes comissões aos Agentes de Viagem Online (OTAs), que atualmente dominam o mercado de reservas online.

Além disso, como os viajantes estão, por sua própria natureza, “em movimento”, é difícil para muitas dessas empresas oferecerem programas de fidelidade ou recompensa, porque é menos provável que eles recebam a repetição personalizada. Mas a blockchain nos permite criar recompensas universais, que podem ser ganhas em qualquer lugar do mundo e gastas em qualquer parte do globo. Isso ocorre porque o banco de dados no qual ela está baseada é universalmente disponível, imutável e efetivamente policiado pela comunidade, não um único negócio.

CF: Como a KeyoCoin beneficia hotéis, provedores de turismo e outras pequenas empresas do setor?

KC: Hotéis sob medida, provedores de turismo e outras pequenas empresas no setor de viagens e turismo estão cada vez mais vendendo seus serviços online, mas a maioria faz isso através dos OTAs que alavancam taxas de comissão astronômicas em troca da exposição que muitos desses negócios precisam. Comissão que é principalmente gasta na comercialização da plataforma OTA. A KeyoCoin pretende eliminar a necessidade de comissões tão altas por meio da blockchain. Uma vez que esses hotéis, provedores de turismo e pequenas empresas tenham se juntado a nós, eles desfrutam de uma economia compartilhada, livre de acordos de paridade de tarifas e um painel da KeyoCoin no qual eles podem controlar facilmente suas próprias reservas.

Isso acompanha um aplicativo para dispositivos móveis gratuito, com a marca personalizada, carregado com recursos, como serviços e comodidades na propriedade, bem como a capacidade de comercializar o estoque de última hora para públicos-alvo que estão prontos e aguardando. Tendo removido o intermediário e colocado o poder de volta nas mãos das pessoas que deveriam tê-lo, o provedor e o consumidor, estamos criando uma relação mais próxima e mais recompensadora entre ambas partes.

CF: Qual plataforma blockchain foi escolhida para a plataforma universal de recompensas?

KC: Atualmente, estamos usando a plataforma Ethereum para sustentar nossa plataforma universal de recompensas, e a KeyoCoin é um token ERC20, mas à medida que o espaço se desenvolve, não descartamos a migração para uma plataforma alternativa que ofereça benefícios superiores à nossa comunidade.

CF: Por que você acredita que uma solução como essa precisa de uma blockchain para funcionar?

KC: A blockchain é fundamental para a construção de qualquer plataforma universal de recompensas, porque nos permite superar muitas das desvantagens dos esquemas centralizados de recompensas baseados em rede. Há um padrão de falhas nos programas de recompensa tradicionais: os altos custos operacionais significam que os consumidores não obtém as recompensas totais de suas compras, o que geralmente significa que os clientes se tornam mercantis, precisando entregar o acesso aos seus dados pessoais e ao histórico de compras, seja capitalizado pelo negócio ou vendido ao maior lance.

Adicione a isso o número incalculável de programas diferentes, as datas de expiração restritivas, valor de depreciação e criticamente a incapacidade de compartilhar pontos ou usá-los em uma ampla gama de produtos e serviços, e esses pontos são freqüentemente deixados sem uso. É aqui que a blockchain entra em cena. O cliente, muitas vezes desprivilegiado na estrutura de recompensa tradicional, ganha novo poder sobre suas próprias recompensas, sem restrições por apenas um pequeno ecossistema ou uma data de expiração iminente. Ao descentralizar as recompensas para torná-las compartilháveis, divisíveis e resgatáveis ​​internacionalmente, também podemos preservar a privacidade e gerar retornos mais altos para os provedores de viagens e turismo. Acreditamos que este seja, simplesmente, o futuro dos programas de recompensa.

A indústria de viagens e turismo, em particular, está madura para esse tipo de inovação. Reduzindo as comissões criadas pelas OTAs e capacitando pequenos provedores de viagem e turismo a incentivarem seus clientes a concluírem ações que beneficiem ambas partes. Os contratos inteligentes também podem ser usados ​​para vários outros aplicativos, como autenticação de identidade eficaz e revisões nas quais você pode realmente confiar.

O KeyoPass é o primeiro aplicativo no mercado da KeyoCoin, mas a ambição é que a criptomoeda de recompensas descentralizadas torne-se uma plataforma para um conjunto de aplicativos, que usam a infra-estrutura de recompensas da KeyoCoin para impulsionar um crescente ecossistema de hospitalidade, viagens, turismo e programas de recompensa relacionados à experiência local, todos usando a mesma criptomoeda universal de recompensas de viagem.

CF: Como o viajante se beneficiará desta solução?

KC: O viajante médio tem tudo a ganhar. Ele acumulará recompensas da KeyoCoin fazendo as mesmas coisas que normalmente faz, reservando acomodações, passeios e experiências locais nas mais de 12 mil opções oferecidas atualmente pelo nosso aplicativo, o KeyoPass. Mas, de forma muito mais empolgante, ele também pode conquistá-las concluindo divertidos desafios de viagem baseados em localização enquanto estiver em suas viagens. Essas recompensas com criptomoedas servem como uma reserva de valor enquanto são mantidas, e podem ser trocadas por acomodações, passeios, atividades e experiências locais onde quer que suas viagens os leve em seguida.

O elemento “ganho” é crucial para a adoção generalizada da KeyoCoin entre os 1,23 bilhão de viajantes em todo o mundo. Sim, as pessoas podem optar por comprar as KeyoCoins ou recebê-las como recompensa sempre que fizerem reservas on-line relacionadas a viagens e hospitalidade, mas elas também podem ser acumuladas sem compra, agindo como o componente central de um mundo gamificado. Acreditamos que este é o caminho para a pessoa comum, não-tecnológica, envolver-se no movimento de criptomoedas e blockchain que um dia mudará todas as nossas vidas.

Já estamos desenvolvendo vários desafios interessantes baseados em localização em centenas de cidades em todo o mundo, que estão sendo adicionados ao aplicativo KeyoPass. Após o lançamento do ecossistema completo da KeyoCoin, eles serão patrocinados por empresas locais ou criados pelos próprios comerciantes como incentivos de marketing personalizados para ações baseadas em localização que eles desejam incentivar.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã