Início Notícias CEO de grande exchange da Romênia é preso após mandado dos EUA

CEO de grande exchange da Romênia é preso após mandado dos EUA

141
0
CEO de grande exchange da Romênia é preso após mandado dos EUA

A polícia da Romênia deteve o fundador e CEO da Coinflux, uma das principais exchanges de criptoativos do país. Vlad Nistor foi preso em virtude de um mandado emitido pelas autoridades dos Estados Unidos acusando-o de vários crimes, incluindo fraudes contra cidadãos norte-americanos. Um tribunal em Bucareste, capital do país, está revisando o pedido de extradição feito pelo país da América do Norte.

Segundo o portal de notícias Bitcoin.com, o empresário de 29 anos foi preso por policiais e promotores romenos no início desta semana, em sua casa na cidade de Cluj. O local também funcionava como escritório. A prisão foi realizada na presença de quatro agentes norte-americanos, informou a mídia local.

De acordo com as publicações, Nistor está agora aguardando uma decisão do Tribunal de Recurso de Bucareste a respeito de sua extradição para os Estados Unidos. No pedido, o Departamento de Justiça dos EUA acusou-o de executar um esquema de fraude, liderar um grupo de crime organizado e lavagem de dinheiro.

De acordo com as últimas informações sobre o caso, os juízes do Tribunal de Recurso de Bucareste discordaram da prisão de Nistor. A mídia romena informou que ele foi libertado antes do fim de semana, mas colocado sob vigilância judicial por um período de 30 dias.

O presidente-executivo da Coinflux não está autorizado a deixar Cluj e os magistrados proibiram-no de realizar quaisquer transações financeiras que envolvam criptoativos. Nenhuma decisão foi tomada ainda sobre o pedido de extradição dos EUA, mas Nistor tem até 20 de dezembro para apresentar recurso contra o pedido.

A Coinflux é uma das maiores plataformas de negociação de ativos digitais na Romênia. Nistor, graduado pela Brunel University no Reino Unido, criou a exchange em dezembro de 2015. Ele é descrito como sendo um profissional com sete anos de experiência no setor financeiro, incluindo fundos de pensão, onde gerenciou contas de investimentos no valor de milhões de euros.

Esse foi mais um dos casos envolvendo a prisão de donos de exchanges de criptoativos na Europa. Em 2017, a Btc-e foi fechada e seu criador Alexander Vinnik foi preso em Tessalônica, na Grécia. A prisão também foi efetuada através da solicitação de autoridades dos EUA.

Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI