Início Notícias CEO da NVIDIA afirma que criptomoedas vieram para ficar

CEO da NVIDIA afirma que criptomoedas vieram para ficar

591
1

O CEO da NVIDIA, uma das maiores fabricantes de placas gráficas do mundo, falou a respeito da sua visão sobre criptomoedas. Em uma entrevista ao programa Mad Money, Jensen Huang afirmou que as criptomoedas “vieram para ficar” e que ele “não vê essa mania tendo um fim tão cedo”.

“As criptomoedas estão aqui e vieram para ficar. A capacidade do mundo ter uma maneira rápida e barata de transferir valor é algo que permanecerá aqui por um longo tempo.”

Huang também falou sobre os produtos de sua empresa, cuja demanda tem aumentado cada vez mais em virtude do aumento das atividades de mineração de criptomoedas – as quais exigem um alto poder de processamento. A empresa, inclusive, chegou a limitar a compra de placas de vídeo devido a alta procura e anunciou que estava criando um hardware específico para mineração de criptomoedas.

“A razão pela qual as criptomoedas tornaram-se tão populares no topo de nossas GPUs é que nosso sistema é a maior base instalada de supercomputação distribuída do mundo. Nosso processador funciona como o processador perfeito para permitir que esse recurso de supercomputação seja distribuído e é por esse motivo que ele é usado”, afirmou Huang na entrevista.

As GPUs possuem uma capacidade poderosa de minerar criptomoedas, e a tecnologia Blockchain requer computadores que possam ser distribuídos “em todo o mundo”, permanecendo imutáveis e seguros. Assim, Huang afirmou que sente que os produtos de sua empresa podem ser muito benéficos para os mineradores de moedas digitais.

Curiosamente, Huang observou que, embora os chips fossem, sem dúvida, poderosos e cruciais para a indústria de mineração, ele e seus colegas executivos “ainda não estão prontos para agir” sobre isso. Mesmo com a intenção de anunciar equipamentos mais potentes que possam ser usados para fins de mineração, por enquanto, a NVIDIA está envolvida principalmente com a indústria de jogos, centros de dados e carros autônomos, e as operações de criptomoedas e mineração representam apenas pequenas parcelas dos lucros da empresa.

“Games são um negócio muito maior; data centers são um negócio muito maior; nossos gráficos profissionais são um negócio muito maior. É claro que, no futuro, tudo que se move será autônomo, e teremos capacidades autônomas, e esse será um mercado muito maior, mas sem dúvidas as criptomoedas deram um pequeno impulso que fez com que todas as nossas GPUs apresentassem uma demanda tão grande”, finalizou o CEO.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!