Previsão do Futuro

Essa vai ser minha primeira virada de ano publicando por aqui, então quero começar uma tradição, enquanto escrevo na madrugada do dia 31, ao som de um mix de Future Techno e dando uma lida em tendências de mercado e tecnologia. Então soltem o som no mix ali se der e vamos imaginar umas coisas um pouco menos distantes que meus posts normais, que normalmente tratam de 5-20 anos à frente…..

Só pra botar em perspectiva uns números e fatos previstos pra 2018 segundo um artigo da QuantumRun:

A média de pontos de acesso de Wi-Fi pra cada 20 habitantes no planeta;
Na China, Wi-Fi de 10Gbps vai estar disponível na banda de frequência de 5GHz;
A nova plataforma de servidores da HP, The Machine, vai estar disponível pra compra, com 6 vezes mais poder de fogo que os servidores atuais;
O Telescópio Espacial James Webb vai ser lançado em órbita pra procurar água líquida em outros planetas.
O primeiro carro feito por impressão 3d será finalizado;
A ferrovia Mombasa-Kigali que liga Kenia/Uganda/Ruanda será concluída;
As ilhas artificiais Saadiyat Island e Yas Island em Abu Dhabi também;
A cidade-ilha artificial ultra conectada de Songdo IBD, que será um centro de negócios internacional também;
As vendas mundiais de veículos elétricos ultrapassarão a marcados 5,2 milhões de unidades;
O tráfego de dados móveis global vai equivaler a 10.5 exabytes;
O tráfego da internet como um todo vai crescer pra 132 exabytes.

Algumas tendências que isso mostra?

Soluções amplas, customizáveis e com uso massivos de processamento de dados vão se tornar cada vez mais necessárias pra manter e expandir as infraestruturas das cidades do futuro. Os limites da paisagem já não são mais um obstáculo. As energias renováveis vão se tornar cada vez mais prevalentes e carros elétricos, possivelmente autônomos, são uma realidade que vai muito em breve começar a ser vista como corriqueira nos grandes centros, talvez demorando um pouco pra se tornarem mainstream e se ver em tudo que é lugar, mas vieram pra ficar.

IOT, essa internet onde os objetos trocam informações de forma dinâmica e automatizada vai ser cada vez mais embutida em tudo que a gente vê. Os ecossistemas de consumo vão começar a se transformar cada vez mais rápido. Criptomoedas – como a IOTA – podem e vão ter um impacto cada vez maior, assim como os sistemas de smart contracts, tokens e as ICOs que vão chacoalhar ainda muito o mercado ano que vem, deixando de ser um mero papo nosso, dos nerds de criptomoedas e cada vez mais impactando nas decisões e no futuro das empresas de tudo que é tamanho, desde startups a gigantes estabelecidas, todas correndo pra se antecipar a mais essa virada da forma de se estabelecer consenso, consumo e confiança.

O campo legislativo de criptomoedas vai ver muitas mudanças, com países adotando medidas amplamente diferentes num primeiro, com o debate acalorado e vários approaches diferentes, desde bans de ICO, leis restritivas e invasivas com bastante burocracia a cenários mais abertos e auto regulados, e isso vai impactar muito em como mercados absorvem as criptos, adoção, percepção geral da população, reações de mídia, etc. É um ecossistema retroalimentado onde as leis podem alimentar campanhas de medo da mídia, mas a mídia também pode se mal informada ou liderada por pessoas mal intencionadas semear desinformação. Cenários positivos também são possíveis se a comunidade ajudar a disseminar o conhecimento de forma honesta entre a população, legisladores e todas as camadas da sociedade, mas isso daria um post por si só, heheheh….

Novos usos da Blockchain vão começar a ver aplicações práticas mundo afora, com sistemas de eleição, governança interna, escriturários e similares sendo cada vez mais implementados e alguns mesmo saindo de fases de teste pra usos definitivos e cada vez mais complexos e bem elaborados (ou não), de acordo com a capacidade dos grupos que os desenvolvam e variáveis níveis de confiabilidade…

A Inteligência Artificial Estreita, ou seja, formas de IA desenvolvidas pra tarefas específicas como por exemplo analisar o consumo dos compradores de um supermercado e manter estoques abastecidos dinamicamente em tempo real, de forma automatizada, ou um sistema de tutoria individual que avalia como um aluno aprende e traça estratégias e conteúdos customizados pra otimizar o aprendizado ou até mesmo sistemas de análise jurídica e triagem médica totalmente ou parcialmente realizados por IA vão acelerar tarefas burocráticas e inevitavelmente tornar obsoletas algumas profissões enquanto geram novos mercados.

O importante é saber que por mais que a gente só comece a ver as pontas do iceberg desses movimentos, eles estão todos ali, já em movimento e os problemas que eles geram por natureza ao causar essas mudanças todas já estão criando oportunidades de negócios e inovação pra tudo quanto é lado. Vamos olhar com atenção e criar novas coisas!

Um Feliz Ano Novo, espero vocês domingo que vem pra a próxima olhadinha pro futuro, e comecem a se planejar, porque vem umas chacoalhadas grandes por aí!!!

PS: Se depois dessa coluna você abrir os olhos e ficar motivado e acabar criando algo que preste e dê uma grana legal, aceito gratidão em Bitcoin, Dogecoin, Litecoin, Ethereum, SNGLS, IOTA e qualquer outra cripto que você achar que vale alguma coisa e que eu consiga fazer uma wallet  sem precisar calcular o Pi até mais de 5 casas decimais kkkkkk

loading...
COMPARTILHAR
Joinvillense, nascido em 92, fundador do grupo de Facebook Bitcoin Brasil, apaixonado por tecnologia opensource, criptomoedas e futurologista, sempre imaginando o que pode acontecer. Louco por cinema e tv, quer me ver feliz, me dê uma câmera e algo pra fotografar/filmar.