Como criar uma carteira Bitcoin?

Use este guia para saber o que é uma carteira bitcoin (wallet), como elas funcionam, quais os tipos disponíveis no mercado, quais suas vantagens e desvantagens.

O que é uma carteira?

Uma carteira digital (wallet, no termo em inglês) é um programa utilizado para enviar e receber Bitcoin ou outra criptomoeda. Ela também serve para checar o saldo. A função de uma carteira é armazenar chaves públicas e privadas e interagir com a blockchain.

Como ela funciona?

Há um considerável mal entendido sobre como as carteiras de Bitcoin funcionam. Ao contrário das tradicionais carteiras de bolso, as carteiras de Bitcoin não armazenam moeda. Na verdade as moedas digitais não são armazenadas em um local, nem existem em forma física, o que existe são registros de transações armazenadas na blockchain.

Quando uma pessoa envia Bitcoin ela está basicamente passando a propriedade das moedas digitais para o endereço público de uma outra carteira. Não há troca real de moedas digitais. A transação é meramente um registro na blockchain  e uma mudança no saldo das carteiras de Bitcoin.

Tipos de carteira

Existem vários tipos de carteiras de Bitcoin, que oferecem diferentes maneiras de armazenar e acessar as moedas digitais. No site bitcoin.org existe uma relação de carteiras para Bitcoin.

  • Carteira para computador desktop: é um programa que roda no computador de mesa ou notebook. Apesar de prática, ela possui a desvantagem de necessitar um computador. Além disso, ela pode ficar vulnerável caso este computador seja infectado com um vírus ou caso seja hackeado, podendo levar o usuário a perder os seus fundos. Exemplo: Electrum.
  • Carteira mobile: é um programa que roda no formato de aplicativo para smartphone ou tablet. Ela é bastante prática para realizar pagamentos no dia a dia. Porém, caso o usuário não faça um backup desta carteira, ele poderá perder o acesso aos fundos em caso de perda do aparelho celular ou tablet. Para fazer o backup, o usuário deve anotar e guardar em local seguro as 12 ou 24 palavras fornecidas pela carteira. Com estas palavras, em caso de roubo ou extravio do dispositivo, é possível recuperar os fundos associados à carteira. Exemplo: MyCelium, disponível para Apple e Android.
  • Carteira web ou online: são carteiras executadas “na nuvem” e podem ser acessadas a partir de qualquer dispositivo em qualquer local com acesso à internet. Sua desvantagem é que os provedores das carteiras web armazenam as chaves privadas, portanto o usuário não possui o controle total das suas moedas digitais. Caso o provedor da carteira sofra um ataque hacker, o usuário pode perder seus fundos. Exemplos: BitGo e Blockchain.info.
  • Carteira hardware: carteira em formato de dispositivo físico eletrônico, tipo usb. Seu principal diferencial é a segurança, pois embora elas façam transações online, as chaves são armazenadas offline, o que possibilita manter seus fundos longe de perigo de ataques hackers. Sua desvantagem é o preço, além da necessidade de estar sempre em posse do dispositivo para realizar transações. É recomendável para quem quer armazenar fundos por longo prazo. Exemplos: Trezor e Ledger Nano.
  • Carteira em papel (paper wallet): o armazenamento é feito em formato impresso e não digital. Ela é, basicamente, uma cópia física das chaves públicas e privadas. Sua principal vantagem é o fato de ser super segura, principalmente se for gerada de maneira offline, o que significa que aquelas chaves nunca terão tido contato com a internet. A desvantagem é perder o papel. Também recomendável para quem quer guardar os fundos por longo prazo.

Atenção!

Ao comprar Bitcoins em uma corretora e manter as moedas digitais lá, o usuário não é dono da chave privada daquele endereço, portanto os Bitcoins não estão de fato sob sua posse. Esse modelo de armazenamento vai contra a principal proposta do Bitcoin que é do usuário ter o controle total dos seus fundos. Quando o usuário opta por armazenar as moedas digitais localmente ele também está correndo riscos, por isso é importante que ele entenda os tipos de carteira e opte por aquela que melhor atenda a sua demanda.

Dicas

Para validar a segurança de uma carteira é importante pesquisar sobre a sua reputação e verificar se ela tem código aberto. O gerenciamento pessoal é o fator mais importante em relação à armazenagem de Bitcoins. Caso o usuário perca sua chave privada, ele perderá seus Bitcoins, ou caso alguém tenha acesso à sua chave privada, essa pessoa poderá acessar e tomar o controle dos seus Bitcoins.

Como manter seus Bitcoins mais seguros

  • Prefira senhas mais complexas
  • Faça backup das chaves (tenha cópias offline e distribua em locais seguros)
  • Utilize carteiras multi-assinaturas, nas quais mais de um endereço é necessário para autorizar movimentações nos fundos. Saiba mais
  • Sempre que possível, mantenha suas informações offline, por exemplo usando uma carteira hardware ou uma paper wallet. Mantenha apenas pequenas quantidades para uso diário em ambientes online
  • Mantenha o software da sua carteira atualizado para que você tenha acesso aos mais recentes aprimoramentos de segurança disponíveis. A atualização deve ser feita em todas as plataformas em que ela é utilizada.

As carteiras de criptomoedas são anônimas?

As carteiras digitais são pseudo anônimas, isso significa que embora elas não estejam vinculadas à identidade real de um usuário, todas as transações são armazenadas publicamente e permanentemente na blockchain. Apesar do nome e endereço pessoal do usuário não estar disponível, dados como o endereço da carteira podem ser rastreados de modo que a sua identidade seja vinculada.

Carteira Bitcoin ou multi-moedas?

Embora o Bitcoin seja a moeda digital mais conhecida, surgiram centenas de novas criptomoedas (denominadas altcoins), cada uma com ecossistemas e infraestruturas distintas. Caso esteja interessado em adquirir uma variedade de criptomoedas, a boa notícia é que você não precisa configurar uma carteira separada para cada uma delas. Ao invés de usar uma carteira digital que suporta uma única moeda, pode ser mais conveniente possuir uma carteira digital multi-moeda.

Para menores taxas de transação opte por carteiras digitais SegWit

As carteiras digitais que possuem SegWit possibilitam ao usuário menores taxas de transação. Quando for escolher uma carteira digital, certifique-se de que ela possui a funcionalidade e tire vantagem disso.

Para mais informações de como economizar para enviar e receber bitcoin com Segwit, clique aqui !

 

Para aprender mais sobre carteiras, bitcoin e criptomoedas, conheça o Bitcoin Sem Medo, o curso oficial do Criptomoedas Fácil!

loading...