Início Notícias Caixa lança programa para startups com foco em tecnologias como blockchain e...

Caixa lança programa para startups com foco em tecnologias como blockchain e criptomoedas

789
1
Caixa lança programa para startups com foco em tecnologias como blockchain e criptomoedas

A Caixa Econômica Federal, por meio de sua subsidiária, Caixa Imóveis, abriu inscrições para o Projeto 78 Brasil, um programa de aceleração de startups em parceria com a Acceleratus. O  programa tem como objetivo selecionar, capacitar, desenvolver e auxiliar o crescimento comercial de startups que tenham alta sinergia com a estrutura e os interesses da Caixa Imóveis. A Acceleratus entra como executora do programa de aceleração e a Comp Line como parceira da Caixa Imóveis no Projeto 78 que oferece aos finalistas até R$10 milhões em contratos recorrentes.

Além de criptomoedas (classificadas no edital como moedas digitais) o programa, que tem inscrições abertas até 06 de agosto, exige que as startups estejam enquadradas para atuar nos ecossistemas do mercado financeiro, recompensas, vendas, avaliação e gestão de imóveis e infraestrutura móveis. As tecnologias aplicadas a estes ecossistemas devem trabalhar com alguma destas tecnologias: Big Data, Biometria, Blockchain, Cartões, Cashback, Construtech, Data Analytics, Fintech, Gamefication, Healthtech, Insuretech, Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Lawtech, Machine Learning, Marketplace, Planejamento e Gestão de Riscos,  Processos, Processos de Gestão, Realidade Aumentada/Realidade Virtual, Redes Sociais, Salestech e Smart Cities.

Como informa o portal de notícias CanalTech, o Projeto 78 acontecerá em três fases. Na primeira, 40 startups serão selecionadas para passar por um processo que avaliará a saúde da empresa e o potencial dos empreendedores. Nesta etapa, deve ser apresentada a tese de como será oferecida a solução para a Caixa Imóveis. Esta tese é avaliada pelo corpo técnico da companhia, aprovada e, então, apenas as 20 melhores passam para a segunda fase. No segundo estágio, cada uma das 20 startups aprovadas receberá R$100 mil para financiar a prova de conceito e começar a atender a Caixa Imóveis. O corpo técnico avaliará periodicamente a satisfação e o impacto da inovação dentro de sua operação. Dos 20 selecionados, até 10 chegam à fase final e poderão obter até R$10 milhões em contratos com a Caixa Imóveis.

“Hoje, quando uma startup entra num programa de aceleração, ela recebe um ticket que varia de R$40 a R$200 mil. Se ela não consegue captar clientes rapidamente, ela acaba com o investimento antes de ter clientes. Mesmo as startups com alto valor de investimento podem ter problemas, pois elas perdem a sensação de necessidade de venda. Parece que o almoço está garantido. Por isso que o nosso programa é diferente, pois em vez de dinheiro nós damos contratos”, comentou Aluir Purceno, CEO da Acceleratus.

“A Caixa Imóveis é um banco privado do conglomerado Caixa Econômica Federal que busca soluções tecnológicas em grande escala. Esse programa é a porta de entrada de inovação para um mercado conservador. Não há nenhum modelo de programa parecido no Brasil, pois nenhum deles tem o compromisso de contratação das melhores startups. Buscamos tecnologias aplicadas à cinco áreas diferentes e que tenham fit com o business”, finalizou.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!