Início Notícias Brasileiros brilham em São Paulo durante premiação de concurso que teve Don...

Brasileiros brilham em São Paulo durante premiação de concurso que teve Don Tapscott como jurado

396
0
Brasileiros brilham em São Paulo durante premiação de concurso que teve Don Tapscott como jurado

Representantes de mais de 20 países estiveram presentes na noite desta segunda-feira, 30 de julho, para acompanhar a cerimônia de premiação do Innovation Awards Latam, realizada na Fundação Ema Klabin. O Criptomoedas Fácil esteve entre as empresas convidadas para o evento que consagrou startups, de toda a América Latina, focadas nas áreas de blockchain, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Big Data, API e segurança virtual. Os vencedores, entre outros prêmios, ganharam cursos na Blockchain Academy, passagens, hospedagens e participações em um Bootcamp a ser escolhido pelos vencedores entre Nova York e Toronto.

As startups brasileiras brilharam na noite e ganharam em quatro categorias das seis que estavam em disputa. Organizado pela Cantarino Brasileiro, a premiação contou com diversos patrocinadores, entre eles o Banco Bradesco, por meio de sua aceleradora InovaBRA, Blockchain Academy, Blockchain Research Institute, F10 Fintec (aceleradora e incubadora suíça), Território Bitcoin, entre outros. Mais de 800 startups foram inscritas no programa, que iniciou em maio de 2018, e cerca de 326 projetos foram validados por empreendedores de 11 países.

A avaliação dos finalistas, 27 no total, foi realizada por mais de 60 jurados de 13 diferentes países, entre eles, Don Tapscott, maior referência em blockchain no mundo, Guga Stocco, responsável pela inovação do Banco Digital, e Lisa Besserman, eleita uma das 100 mulheres mais influentes em tecnologia pela revista Business Insider. Além de Martín Jofré e Guilherme Ávila, ganhadores do prêmio no ano passado com a solução de processamento de pagamentos com Bitcoin, Ethereum e Stellar chamada CryptoCompra, que permite o processamento de pagamentos com criptomoedas de forma simples.

Entre os finalistas, cerca de 35% eram iniciativas propostas por startups brasileiras que concorreram em todas as categorias. Particularmente, em relação ao tema Internet das Coisas, (IoT) dos cinco finalistas, quatro eram brasileiros.

“O prêmio consagra as melhores startups e gera oportunidades para parcerias internacionais e comerciais entre as muitas empresas que vislumbram negócios com bons resultados em inúmeros setores da economia”, destaca Marcos Cantarino, diretor da Cantarino Brasileiro.

Também estiveram presentes no evento representantes da exchange Mercado Bitcoin, Wendal Silva; Microsoft, Gustavo Paro; Blockchain Research Institute, Carl Amorin; Blockchain Academy, Rosine Kadamani, entre outros. Confira todos os finalistas e os premiados.

Inteligência Artificial

Vencedor: TNH Health (Brasil)

Outros finalistas: Emotion Research Lab (México), Entelai (Argentina), Kiwi Campus (Colômbia), Thermy (México)

APIs

Vencedor: Übank (México)

Outros Finalistas: Clinch Logistics (México), Digibee (Brasil), Doopla (México), Rombus Global (Argentina)

Big Data

Vencedor: Biva (Brasil)

Outros finalistas: Feedz (Brasil), Ibbi (Argentina), Save Sarah (Chile), Schoolastic (Brasil)

Blockchain

Vencedor: DreamJobs (Colômbia)

Outros finalistas: Artis International (Argentina), CoinWise (Brasil), Moeda (Uruguai), PrestaGente (Colômbia)

CyberSecurity

Vencedor: guardSI Cybersecurity (Brasil)

Outros finalistas: Hack&Secure (Colômbia)

IoT

Vencedor: Byond (Brasil)

Outros finalistas: Nearbee (Brasil), Phygitall (Brasil), Sii Smart Buildings (Brasil), Unicorn Games (Uruguai)

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!