Início Notícias Brasil registra mais de 13% de desemprego e a blockchain pode ser...

Brasil registra mais de 13% de desemprego e a blockchain pode ser uma alternativa

617
0
Brasil registra mais de 13% de desemprego e a blockchain pode ser uma alternativa

Uma recente pesquisa feita pela Cognizant, empresa norte-americana de tecnologia da informação, mostrou um dado interessante sobre a adoção da tecnologia blockchain entre as grandes empresas. Embora a imensa maioria das companhias de manufatura mundial (87%) considerem a blockchain como parte fundamental para o futuro de seus negócios, apenas 16% têm qualquer conhecimento sobre o tema.

Os dados demonstram que apesar do hype em torno da blockchain, esta “popularização” não veio seguida do desenvolvimento de uma mão de obra especializada para lidar com a demanda do setor empresarial sobre o assunto que, como mostram os dados da Cogizant, possui muito interesse em modernizar seus processos por meio da tecnologia mas não sabe por onde começar, devido, entre outros motivos, à falta de profissionais.

Esta falta de desenvolvedores de blockchain é sentida até mesmo no ecossistema das criptomoedas, em que grandes projetos como Ethereum vêm buscando profissionais para atuar junto às suas fundações, além disso, é comum identificar desenvolvedores atuando em diversos projetos justamente pela carência que o mercado possui de profissionais na área.

Segundo o jornal Estado de São Paulo, o estudo mostrou ainda que as companhias têm expectativa de que a blockchain traga redução superior a 2,5% anuais em seus custos por meio do aumento da eficiência operacional em consequência da automação de atividades manuais. Os entrevistados apontaram que será preciso conhecimento adicional sobre cibersegurança, gestão de riscos e compliance. Para 68% dos pesquisados, a privacidade e a segurança das informações representam um desafio interno a ser trabalhado. Desta forma, outro setor que tem atraído a atenção dos empresários em busca de profissionais é o de cibersegurança.
Uma simples consulta ao portal de notícias Coindesk mostra que há mais de 500 vagas para profissionais destas áreas em grandes empresas de criptomoedas mundiais, talvez uma oportunidade de especialização para quem está em busca de emprego no Brasil, que hoje enfrenta uma ascensão no número de desempregados, mais especificamente com 13% da população nacional sem emprego no país.
COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã