Início Notícias Bragantino se torna o primeiro clube de futebol no Brasil a aceitar...

Bragantino se torna o primeiro clube de futebol no Brasil a aceitar Bitcoin

1326
2

Recentemente, o Real Madrid se tornou o primeiro clube de futebol do mundo a anunciar que aceitaria bitcoin nas turnês em seu estádio, o Santiago Bernabeu. A medida se tornou mais um aceno do mundo dos esportes para a moeda digital, vindo após o craque do Barcelona Lionel Messi ter afirmado que minerava criptomoedas.

Após os episódios espanhóis, eis que o futebol brasileiro também se rendeu ao uso da criptomoeda. E a dianteira veio de um time pouco improvável: o modesto Bragantino, time recém-saído da segunda divisão do futebol paulista (série A2), e que retorna para a elite do futebol estadual depois de dois anos. Junto com o retorno, o clube comemora seus 90 anos de existência. E esse foi o fato que levou a Massa Bruta (nome pelo qual o clube é conhecido pelos torcedores) a anunciar que estaria aceitando bitcoin como pagamento para potenciais patrocinadores em 2018.

A medida é a primeira de um clube brasileiro em direção a aceitação do bitcoin como meio de pagamento, e é a primeira no mundo do futebol destinada diretamente a patrocínio. Segundo o presidente do clube, Luiz Arthur Abi Chedid, a medida tem como objetivo mostrar que o clube está aberto a novas tendências mundiais, mesmo estando perto de completar um século de existência. O dirigente, inclusive, citou o caso do Real Madrid como exemplo dessa tendência.

Fizemos essa divulgação para mostrar que o clube está antenado. Estamos completando 90 anos, mas estamos de olho no futuro e nas novidades. É uma forma de atrair também um público mais novo. O Real Madrid já vende ingressos (para fazer tour no Santiago Bernabeu) por criptomoeda, por exemplo. É uma tendência”, afirmou Chedid.

As empresas interessadas em patrocinar o clube e pagar com a criptomoeda poderão comprar cotas a partir de um bitcoin, ou cerca de 52 mil reais na cotação atual. O clube já possui dois patrocinadores, porém não informou a forma de pagamento utilizada por eles. Além dos patrocínios principais, os quais ainda estão em aberto, o Bragantino também pretende vender cotas especiais para partidas contra os times grandes do estado, devido a visibilidade dos jogos. As cotas serão pontuais e exclusivas para as partidas contra esses times (São Paulo, Santos, Palmeiras e Corinthians).

A aceitação da moeda por parte do Bragantino pode significar um pequeno passo em direção a popularização do bitcoin como meio de pagamento entre os clubes brasileiros. As portas que essa medida podem abrir são infinitas, desde a possibilidade de patrocínio de altos valores até a obtenção de patrocinadores de outros países com mais rapidez e menores custos. Que os times brasileiros sigam o exemplo da Massa Bruta.

loading...