Início Notícias Bitcoin terá nova carteira focada em privacidade; usuários Android já contam com...

Bitcoin terá nova carteira focada em privacidade; usuários Android já contam com recurso similar

444
0
Bitcoin terá nova carteira focada em privacidade; usuários Android já contam com recurso similar

Uma nova carteira, prevista para estrear em 1º de agosto deste ano, promete tornar o Bitcoin realmente “privado” impedindo que os endereços sejam associados aos saldos, entre outras funções.

“De agora em diante, as pessoas não podem mais dizer que o Bitcoin não é privado”, disse o desenvolvedor Adam Ficsor, agora CTO e cofundador da startup de tecnologia de privacidade zkSNACKs, um dos desenvolvedores responsáveis pela nova carteira.

Chamada de Wasabi Wallet, ela só poderá ser acessada com o navegador Tor e oferecerá transações “CoinJoin“, um recurso que, entre outros, obscurece as fontes de envio e com isso preserva as informações da carteira de envio. Além disso, a Wasabi também implementará uma ferramenta chamada ZeroLink, que ajudará desenvolvedores a encontrarem vulnerabilidades de segurança.

A maioria das carteiras de Bitcoin na verdade tem milhares de endereços dentro, mas os exploradores da blockchain, como Blockchain.com, geralmente detectam que esses endereços únicos compartilham uma fonte comum permitindo que seja identificável o saldo correspondente da carteira. Este vínculo é justamente o que a Wasabi quer evitar.

Como informa o portal de notícias Coindesk, atualmente, os usuários do sistema operacional Android contam com uma wallet, denominada Samourai Wallet, que já realiza esta “ofuscação” dos endereços e é focada na privacidade. A carteira também conta com um recurso exclusivo de privacidade que oculta o aplicativo para que qualquer pessoa que esteja roubando o telefone não saiba que o dispositivo possui uma carteira de Bitcoin. Além disso, a Samourai Wallet oferece comandos remotos para limpar um telefone roubado e transferir a carteira para outro dispositivo.

Na Samourai Wallet, que está disponível na Google Play Store e já possui mais de 27 mil downloads, há também um recurso chamado Ricochet, que ofusca a transação até que ela chegue ao destino. O recurso CoinJoin da Wasabi Wallet oferecerá uma ofuscação semelhante, embora não idêntica.

Ainda de acordo com a Coindesk, esses recursos de privacidade se mostraram especialmente úteis para usuários de Bitcoin na Venezuela, onde funcionários corruptos são conhecidos por confiscar dispositivos relacionados às criptomoedas. Eduardo Gomez, usuário venezuelano da Samourai Wallet, disse que usa recursos como Ricochet porque teme que plataformas como a Coinbase possam congelar sua conta se ele receber Bitcoins de uma transação questionável.

“Eu não tenho controle sobre qual Bitcoin meus empregadores me mandam. Eu realmente quero enfatizar a importância da fungibilidade para o Bitcoin. A comunidade precisa resolver esse problema o mais rápido possível” conclui.

COMPARTILHAR
Toda honra e Glória pertencem a Deus sempre. Publicitário e Produtor Cultural. Entusiasta de tudo aquilo que o Estado não consegue controlar. Abaixo aos muros, que se construa janelas para o amanhã
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!