Início Mercado Bitcoin se aproxima dos US$10 mil pela primeira vez em duas semanas

Bitcoin se aproxima dos US$10 mil pela primeira vez em duas semanas

610
0

O preço do Bitcoin subiu na manhã desta quinta-feira, 15 de fevereiro, chegando a bater US$9.986. Isso significa o preço mais alto registrado nas duas últimas semanas. Até o fechamento deste artigo, o cotação do Bitcoin sofreu uma leve queda e estava em US$9.664, de acordo com dados da CoinMarketCap.

No Brasil, às 8h00, a moeda digital atingiu o pico de preço de R$33.599. Até o fechamento deste artigo, o Bitcoin estava sendo cotado a R$33.064, conforme dados da ferramenta que acompanha os preços do mercado cripto Bravenewcoin.

De acordo com a Business Insider, agência de notícias norte-americana, é difícil definir uma razão exata para a recente alta no preço da moeda digital. O recuo de preço ocorrido nas últimas semanas e, logo em seguida, a leve recuperação combinaram com o drama recente vivido pelos mercados de ações dos Estados Unidos, porém isso pode ser simplesmente uma ligação casual.

Alguns analistas do mercado de criptomoedas acreditam que um dos motivos para a tímida retomada de fôlego do preço do Bitcoin se deu devido à aproximação do Ano Novo Chinês, que será comemorado em 16 de fevereiro este ano. Diversas nações do oriente utilizam um calendário diferente do ocidental, o calendário chinês, o qual é lunissolar, ou seja, leva em consideração tanto as fases da lua como a posição do sol. O Ano Novo Chinês começa na noite da lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo quinto grau de Aquário. Seguindo essa lógica, o Ano Novo Chinês é comemorado sempre em uma data diferente a cada ano.

“Nos últimos três anos, o mercado de criptomoedas sofreu correção três semanas antes deste dia importante”, disse a London Block Exchange, corretora de criptomoedas do Reino Unido.

Enquanto isso, o Bitcoin continua a ser um tema de discussão para muitas figuras do mercado financeiro. Charlie Munger, vice-presidente do Berkshire Hathaway, conglomerado de empresas norte-americano, de 94 anos, chamou a moeda digital de “veneno nocivo” na última quarta-feira, 14 de fevereiro. Enquanto isso, Llew Claasen, diretor executivo da Fundação Bitcoin, prevê que o preço da criptomoeda saltará para US$40 mil.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.