Em termos econômicos moeda desempenha três funções: reserva de valor, meio de pagamento e unidade de conta.

Muitos especialistas não dão valor as criptomoedas, utilizando afirmações de que elas não cumprem as funções dos dólares, euros, reais e de outros papéis fiduciários, e que simplesmente são bolhas especulativas (os mesmos falaram que a OGXP3 era bom investimento), mas será que o bitcoin cumpre essas funções ou poderá cumprir-las futuramente? Veja abaixo caso á caso:

Reserva de Valor

Até 2008 se precisávamos movimentar dinheiro tínhamos  poucas opções, guardar em um banco e esperar que ele não quebre (rendendo no máximo 8% ano na poupança),  principalmente os americanos e os gregos (nos EUA mais de 25 bancos faliram ou fecharam enquanto na Grécia vários fechavam durante a semana para não haver saques e assim evitando queda de liquidez). A outra forma era deixar  a grana em um cofre ou debaixo de um colchão, mas praticamente a inflação acabaria com o seu poder de compra.

Com o bitcoin, nós podemos guarda-los de três formas:

  1. Wallet digital: https://wallet.mycelium.com
  2. Paper Wallet:  https://www.bitaddress.org
  3. Wallet Física: https://www.ledgerwallet.com ou a https://digitalbitbox.com (utilizo a digital box fabricação suíça).

Exchange: NÃO É CARTEIRA! Utilize só para comprar ou vender.

Além da segurança é o seu valor é definido pelo livre mercado, as pessoas estão cada vez mais dispostas a ter bitcoin (aumentando a demanda aumenta a valorização) e total independência na emissão sem depender  de um banco central ou governo.

Meio de pagamento

No whitepaper “Bitcoin: A peer-to-peer Eletronic Cash System” Satoshi Nakamoto indica a função de meio de pagamento.

“Uma versão puramente ponto-a-ponto de dinheiro eletrônico pode permitir o envio de pagamentos online diretamente de uma parte a outra sem ser através de uma instituição financeira”.

No dia 22 de maio de 2010 o programador Laszlo Hanyecz pagou 10 mil bitcoins em 2 duas pizzas, no ano de 2011 o site Silk Road que tinha vendas anuais em torno de 22 milhões de dólares aceitava bitcoin, depois do ano de 2013 as grandes empresas como Microsoft, Dell, PWC e Steam (está aceita no brasil, eu mesmo já comprei alguns jogos utilizando BTC) entre tantos outras médias e pequenas empresas que aceitam a criptomoeda, porém a maioria delas utilizam serviços que convertem em dólar como o bitpay (https://bitpay.com).

Unidade de Conta 

No Brasil nós temos o real como referência na precificação de bens e serviços, unidade que utilizamos para calcular o valor que será cobrado. Então se você for em um supermercado e querer comprar um panetone o valor dele vai constar em reais, por exemplo R$50,00, mas poderia ser 0.001 Satoshi ou 0.001 BTC.

Hoje pela grande variação do bitcoin,  a cadeia produtiva (matéria prima – indústria – comércio) não utiliza criptomoeda como base de valor para suas transações financeiras, iriamos nos sentir nos anos 80 e 90 com atualizações constantes de preços impossibilitando a utilização como unidade de conta

Na contabilidade só posso registar em um balanço o valor em real, em bitcoin no máximo será constado em uma nota explicativa para  a quantidade referente em ativo se necessário.

Conclusão:

Atualmente temos no mínimo 50 trilhões de dólares existentes no mundo (total de papel moeda fiduciária, sem contar carteiras de crédito, poupança ou outros  ativos) e neste momento o valor de US$ 337.664.452.325,00, um pouco mais de trezentos bilhões de dólares, representa ao mercado total de criptomoedas (corresponde a mais de 900 criptos, sendo que 15 tem um mercado acima de um bilhão de dólares).

Comparando os dois mercados as criptos representam hoje menos que 0,1% do mercado do dólar, e o total da utilização pela população cresce diariamente. No momento o bitcoin é um ativo digital, ainda falta muitos caminhos a serem percorridos até a sua ampla utilização e assim ser uma unidade de conta.

loading...
COMPARTILHAR

Profissional Contábil (CRC320961/O-4), empreendedor e amante de Star Wars e Criptomoedas. Para ele, Bitcoin além de ser um meio de troca e reserva de valor pode ser utilizado futuramente como unidade de conta.