Início Bitcoin Bitcoin caminha para a maior queda mensal desde janeiro de 2015

Bitcoin caminha para a maior queda mensal desde janeiro de 2015

846
4

Neste primeiro mês de 2018, o preço do Bitcoin está caminhando para a maior queda mensal desde janeiro de 2015, em meio aos crescentes rumores de regulações em relação às criptomoedas ao redor do mundo.

Em 1º de janeiro, o Bitcoin foi negociado a US$ 13.412. Nesta quinta-feira, 1º de fevereiro, um mês depois, o preço da moeda digital atingiu a marca dos US$ 9.612, de acordo com dados da CoinMarketCap, ferramenta que monitora a variação de preço da criptomoeda. Isso significa uma queda de 28%. No Brasil o preço da moeda digital é de R$ 30.826, conforme dados da Bravenewcoin.

Até agora, esta é a maior queda mensal desde janeiro de 2015, em que o preço do Bitcoin caiu 30,9%. Esse comportamento apenas confirma a teoria de que o primeiro mês do ano é tipicamente um mês ruim para a moeda digital. De 2013 a 2017, o preço da criptomoeda caiu no mês de janeiro em quatro dos cinco anos do período. A outra grande queda aconteceu em fevereiro de 2014, quando o preço do Bitcoin caiu mais de 36%.

O valor de mercado da criptomoeda também sofreu uma forte queda, totalizando US$ 120 bilhões a menos somente no primeiro mês deste ano. Atualmente, o valor de mercado do Bitcoin gira em torno dos US$ 481 bilhões.

O Bitcoin e outras criptomoedas têm sofrido pressão de órgãos reguladores espalhados pelo mundo, o que pode ter grande influência sobre a queda de preço da moeda digital. A Coreia do Sul, por exemplo, adotou novas regras para regular o comércio de criptomoedas, mas afirmou que não irá proibí-lo.

Nesta última terça-feira, 30 de janeiro, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos disse que obteve um pedido judicial para congelar os ativos que são em sua maioria ofertas iniciais de moedas. No mesmo dia, o Facebook anunciou que proibirá anúncios que promovem criptomoedas.

Os valores apresentados acima foram atualizados até o fechamento deste artigo.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.