ICO

Bem vindo à era das ICOs (ICO)

Algumas startups são pioneiras no uso da tecnologia blockchain, e certas estão começando rapidamente a ganhar atenção. Essas startups não estão apenas mudando a maneira como rastreamos, armazenamos e enviamos informações, mas também mudando a maneira que pequenas empresas conseguem o financiamento para seus projetos.

Este novo modelo de arrecadação de capital é chamado de ICO (Initial Coin Offering, que em português significa Oferta Inicial de Moeda). Este modelo também pode ser referido como um “crowdsale” ou uma “venda de tokens”.

Resumidamente, as ICOs funcionam como um híbrido entre IPOs (Initial Public Offering) e o “modelo Kickstarter” de crowdfunding (ou financiamento coletivo) , com unidades de uma nova criptomoeda ou um cripto-token sendo oferecidas em uma pré-venda. Essas iniciativas reduzem muito as barreiras à entrada no mercado, tanto para investidores como para empresas.

Desde o início de 2017, podemos perceber que houve um grande crescimento do mercado das ICOs, justamente porque são oportunidades de investimento que não recebem praticamente nenhuma regulamentação. Em contrapartida, esse mesmo mercado vem se tornando cada vez mais perigoso para se investir, porque são tantas ICOs surgindo que é preciso ter prudência na hora de avaliar as ofertas. Muitas são scams.

Inovações

Em meio de tantas inovações, Sasha Ivanov, o fundador da plataforma Waves, se destaca por ter criado uma aplicação poderosa que permite que qualquer pessoa crie um token em questão de minutos. Ele se dedicou tanto ao seu projeto quanto à popularização da tecnologia em geral e acredita firmemente que a combinação da economia das criptomoedas com a tradicional forma de financiamento por crowdfunding abre novos modelos de negócios, mais eficientes e democráticos. Sasha compartilhou suas opiniões porque haverão muitas quebras de paradigmas no mundo dos negócios, bem como apresentou o intrigante projeto que busca facilitar que essa mudança seja feita.

Leia também: Waves Platform lança o DEX: Uma exchange descentralizada.

Sasha deu seu depoimento sobre a “tokenização” de valores em uma sociedade moderna:

Token é um novo tipo de instrumento financeiro que existe em um ecossistema descentralizado. Todos podem criar seu próprio token, é fácil e rápido. Tokens permitem fazermos muitas coisas, tokens não são somente dinheiro privado que você está emitindo, e também não são necessariamente um instrumento de movimentação financeira. Tokens podem ser emitidos especificamente para crowdfunding, votação— o que faz o espectro de oportunidades abrangidas por tokens ser extremamente amplo. Agora estamos vivenciando algum tipo de revolução, quando você pode emitir um token que é completamente independente e pode liga-los a quaisquer projetos, objetos, produtos e serviços da economia real. Pode transformar significativamente o mundo dos negócios e a maneira como o estado está funcionando, ou até a forma como a sociedade está operando.

O hype das ICOs é real. Já provaram ser modelos incríveis para aumentar arrecadações de capital em um curto período de tempo.

O Ethereum talvez seja o mais conhecido das ICOs, embora no momento em que a arrecadação foi feita, era considerado um crowdsale. Arrecadou mais de US$ 18 milhões em 2014. O Ethereum, que se baseia na tecnologia do blockchain é uma plataforma distribuída de contratos inteligentes alimentada por um ativo chamado ether (ETH).

O inventor e co-fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, explica melhor o conceito:

Ethereum não pretende ser um protocolo “canivete-suíço” com centenas de recursos para atender as necessidades de todos; Em vez disso, o Ethereum pretende ser um protocolo fundacional superior que permite que outras aplicações descentralizadas se desenvolvam a partir dele, ao invés do Bitcoin. Ele dá as pessoas mais ferramentas para trabalhar e permitindo que obtenham todos os benefícios da escalabilidade e eficiência do Ethereum.

A ICO do Ethereum foi monumental por alguns motivos. Foi uma das primeiras ICOs bem sucedidas e serviu de modelo base para as ofertas subsequentes desde então.

Outra ICO interessante é a Golem. Os criadores dela tem como objetivo criar uma rede de aluguel de computadores distribuída e global usando a tecnologia do blockchain. No blog oficial do Golem Project, o CEO Julian Zawistowski descreveu o Golem como “Airbnb dos computadores”. O que o Golem oferece aos seus usuários é a oportunidade de “alugarem máquinas de CPU/GPU e pagarem em diversos tipos de criptomoedas”, criando assim uma rede realmente descentralizada de aluguel de poder computacional na nuvem.

Como as ICOs estão sendo regulamentadas? As ICOs são um modelo de financiamento legal?

As ICOs são legais? Peter Van Valkenburgh da Coin Center, organização sem fins lucrativos focada em questões políticas que tangem as criptomoedas, diz:

Ainda não há uma resposta correta para essa pergunta[…] Qualquer advogado que lhe diga o contrário, a menos que ele seja um juiz, está comendo pelas beiradas, fazendo suposições e provavelmente é um profissional muito ruim.

As ICOs estão praticamente no mercado cinza legalmente falando. A maioria dos tokens não são títulos nem moedas, e muitos afirmam não serem da natureza dos investimentos. Tokens e criptomoedas não se encaixam em nenhuma classe de ativos tradicional. Como você poderia esperar, isso promove uma grande incerteza e uma série de dúvidas, tanto dos legisladores quanto dos que estudam a legislação.

De acordo com Van Valkenburgh,

A ICO ainda é uma categoria mal definida. É um novo termo moderno usado para descrever uma série de coisas extremamente novas no mundo digital (tokens, criptomoedas, etc.) e atividades (pré-vendas, pré-mineração, etc.).

As ICOs são tão novas que nenhum juiz nos Estados Unidos teve a oportunidade ou a coragem de aplicar oficialmente a lei existente que tange essas tecnologias. Se não foi aplicada nos EUA, imagina no Brasil.

A primeira decisão de um juiz sobre este assunto, tal como se aplica às moedas e tokens digitais, terá muitas implicações, ainda mais se os emissores de tokens forem obrigados a cumprir os requisitos rigorosos do mercado financeiro que estão previstos na lei de forma genérica.

A falta de clareza regulatória em torno das ICOs é inquietante para muitos e forçou os inovadores neste espaço, como a empresa Blockchain Capital, a criar uma lista negra de investidores não credenciados dos EUA e a lançar seus crowdfunds de lugares como a Suíça ou Cingapura, onde os governos já legislam sobre quais moedas digitais são ou não são títulos.

Finalizando, o entusiasmo em torno das ICOs é real e crescente. Enquanto o próximo grande crash de uma criptomoeda que está inflada pode estar ao virar da esquina, a possibilidade de fracasso para qualquer tipo de empreendimento ICO no mundo dos ativos digitais é igualmente real.

Por isso, é importante tratar essas oportunidades com otimismo, mas ao mesmo tempo ter muita cautela na hora de avaliar os investimentos. Estude cuidadosamente as diferentes ICOs antes de tomar uma decisão equivocada, e acabar investindo em um scam. Muitas vezes, conhecer e compreender a ideia e a equipe por trás do projeto é mais importante do que a tecnologia oferecida em si.

 As ICOs demonstram que estão em uma rápida e crescente expansão, desencadeando o desenvolvimento de um novo ecossistema de negócios e a criação de uma nova economia. Faça bom proveito.

Gostou do artigo? Deixe a sua opinião na sessão de comentários abaixo:

loading...
COMPARTILHAR

Libertário, agorista, estudante de Arquitetura, Criptoanarquismo e Economia Austriaca. Sou um enorme entusiasta do Blockchain e das Criptomoedas. – Gostou do meu conteúdo e quer me apoiar, pague-me um café
Ƀ: 1Dmdc9AEtDAs39tTvrK4WzDpUAGEQxH6xb