Início Notícias Australianos perderam mais de US$2 milhões em golpes envolvendo criptomoedas em 2017

Australianos perderam mais de US$2 milhões em golpes envolvendo criptomoedas em 2017

276
0

Segundo a Comissão de Concorrência e Consumidores da Austrália, os australianos perderam mais de US$2,1 milhões em fraudes envolvendo criptomoedas durante 2017.

A Comissão anunciou as conclusões na última segunda-feira, 21 de maio, em um relatório anual de “scams”, notando também que o aumento dos golpes relacionados às criptomoedas correspondeu a um aumento nos preços das moedas até 2017. Dos mais de US$2 milhões perdidos em 2017, os golpes custam aos consumidores cerca de US$100.000 por mês entre janeiro e setembro, diz o relatório. No entanto, em dezembro – quando o preço do Bitcoin disparou para quase US$ 20 mil – os consumidores relataram perdas superiores a US$700 mil, disse a Comissão.

O relatório indicava que falsas ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês), esquemas de pirâmide relacionados às criptomoedas e pagamentos de ransomware eram meios comuns de enganar os consumidores.

A Comissão disse esperar ques fraudes relacionadas às criptomoedas continuem, observando que “como em outras fraudes, essa é provavelmente a ponta do iceberg”.

Dito isto, o relatório observou que, em geral, os australianos perderam mais de US$340 milhões em fraudes, com US$64 milhões sendo perdidos em fraudes de investimentos especificamente no ano passado.

Recuando, o relatório destaca um caso de uma epidemia de golpes que se espalha pelo globo.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.