Início Notícias Ataque ao dólar digital (USDT) provoca prejuízo de US$31 milhões

Ataque ao dólar digital (USDT) provoca prejuízo de US$31 milhões

2228
1

A criptomoeda Tether sofreu um ataque, nesta semana, que levou muita apreensão a comunidade cripto. Segundo o site da própria empresa, cerca de US$ 31.000.000 foram roubados, embora, segundo a publicação oficial, as moedas estão rastreadas por meio do endereço de recebimento e, um hard fork, ja esta sendo executado para congelar definitivamente os fundos.

A moeda, que é o “dólar digital” também causou problemas na credibilidade da maior exchange de Bitcoins do mundo, a Bitfinex, vários observadores da comunidade estão apontando sérios problemas com a retirada de dinheiro, o que pode levar a que se torne “o próximo MtGox“. O risco pode estar relacionado à conexão entre o Tether e a Bitfinex e as preocupações com as informações redigidas que normalmente seriam incluídas em uma auditoria.  Alguns usuários afirmam que a empresa está colocando seus usuários em risco e acabará resultando em grandes perdas através de práticas comerciais fraudulentas. Um longo artigo de, ‘Bitfinex’ed’, no Medium demonstram as preocupações, você pode vê-lo aqui.

Uma matéria no Cointelegraph, um dos principais veículos de informação do mundo cripto, também demonstra diversas preocupações com a moeda entre elas, suas liquidez, pois devido promessa da Tether de ter liquidez total (para cada Tether, há necessariamente, 1 dólar fiat), há também muita desconfiança com a imensa capitalização de mercado da empresa que subiu de US$ 6,9 milhões em novembro de 2016 para US$ 645 milhões atualmente, um número 100 vezes maior que o do ano passado. A pergunta que fica é se realmente há a liquidez prometida.

Agora, com o recente “roubo” dos fundos da empresa, mais do que nunca, a comunidade cripto, assim como tem cobrado da Bitfinex, cobram da empresa uma auditoria para entender o que esta realmente acontecendo. A medida que o mercado de criptomoedas cresce, também aumenta o interesse pela transparência, o principio fundamental do Bitcoin, open-source, transparente e descentralizado, parece que não vem sendo muito bem seguido pelos seus pares.

Confira o comunicado oficial da Tether:

Ontem, descobrimos que alguns fundos foram removidos indevidamente da carteira do tesouro Tether através de ação maliciosa por um invasor externo. Os integradores de suporte devem tomar medidas imediatas, conforme discutido abaixo, para evitar novas interrupções no ecossistema.

Cerca de US$ 30.950.010 USDT foram removidos da carteira Tether Treasury em 19 de novembro de 2017 e enviados para um endereço de bitcoin não autorizado. Como a Tether é o emissor do patrimônio gerenciado do USDT, não redimiremos nenhum dos tokens roubados e estamos no processo de tentativa de recuperação dos token para impedir que eles entrem no ecossistema mais amplo. O invasor está com os fundos no seguinte endereço: 16tg2RJuEPtZooy18Wxn2me2RhUdC94N7r. Se você receber qualquer tokens do USDT do endereço acima ou de qualquer endereço que faça referência a este endereço, não os aceite, pois eles foram marcados e não serão resgatáveis ??pela Tether por USD .

As seguintes etapas foram tomadas para abordar esta questão:

  1. O serviço tether.to back-end wallet foi temporariamente suspenso. Uma investigação aprofundada sobre a causa do ataque está sendo empreendida para prevenir ações similares no futuro.
  2. Estamos fornecendo novas construções do Omni Core para a comunidade. (Omni Core é o software usado pelos integradores Tether para suportar as transações Omni Layer.) Essas compilações devem evitar qualquer movimento das moedas roubadas do endereço do invasor. Recomendamos seriamente a todos os usuários da  Tether a instalarem este software imediatamente para evitar que as moedas entrem no ecossistema. Novamente, todos os tokens do endereço do atacante não serão resgatados . Consequentemente, todas e quaisquer trocas, carteiras e outros integradores Tether devem instalar este software imediatamente para evitar perda: https://github.com/tetherto/omnicore/releases/tag/0.2.99.s
    Observe que este software causará uma mudança de consenso para a execução de clientes do Omni Core, o que significa que é efetivamente um hard-fork temporário para o Omni Layer. Os integradores que executam esta compilação não aceitarão qualquer envio de token do endereço do invasor, impedindo que as moedas se movam para além do endereço do invasor.
  3. Estamos trabalhando com a Fundação Omni para investigar maneiras que permitirão que a Tether recupere tokens encalhados e corrija o erro criado pelo software acima. Uma vez que este aperfeiçoamento do protocolo esteja completo, o Omni Foundation fornecerá binários atualizados para todos os integradores a serem instalados. Essas compilações substituirão os binários fornecidos acima por Tether.to. Depois que as atualizações do protocolo para o Omni Layer estiverem no lugar, a Tether irá recuperar os tokens roubados e devolvê-los ao tesouro.

As emissões de títulos não foram afetadas por este ataque, e todos os tokens de Tether permanecem totalmente respaldados por ativos na reserva Tether. Os únicos tokens que não serão resgatados são os que foram roubados do tesouro Tether. Esses tokens serão devolvidos ao tesouro uma vez que os aprimoramentos do protocolo Omni Layer estejam no lugar. 

Nós forneceremos mais atualizações à medida que elas estiverem disponíveis, e agradecemos a paciência, compreensão e suporte da comunidade enquanto trabalhamos para corrigir a situação da melhor maneira possível para benefício de todos.

Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!