Início Bitcoin As 6 cidades mais amigáveis ao Bitcoin do mundo

As 6 cidades mais amigáveis ao Bitcoin do mundo

931
0

Se você está cansado de ter que convencer as pessoas ao seu redor de que o Bitcoin e a Blockchain são tecnologias que vieram para auxiliar o ser humano em sua empreitada no planeta Terra, você deveria procurar por cidades em que a moeda digital é vista com mais naturalidade. São Francisco, Nova York e Londres são bons exemplos de cidades nas quais o Bitcoin está começando a fazer parte do dia a dia de muitas pessoas.

O Nomad List, site que lista as melhores cidades para viver e trabalhar remotamente utilizando uma série de métricas como renda, segurança, qualidade do ar e velocidade da internet, fez uma lista das cidades que são mais amigáveis a moeda digital favorita do mercado.

Portsmouth, New Hampshire, Estados Unidos

Com suas grandes casas do século 17, artesanato tradicional e jardins, Portsmouth não parece um centro de adoção de criptomoedas, no entanto, ela está entre as 6 cidades mais amigáveis ao Bitcoin do mundo. 20 mil membros do libertador Free State Project (Projeto Estado Livre), movimento político fundado em 2001, comprometeram-se a mudar para New Hampshire nos próximos anos com o intuito de tornar o estado um reduto de ideias libertárias. A sede do partido é em Portsmouth e só criptomoedas são aceitas. O estado também possui fazendas que produzem carne em troca de Bitcoin, além de vários comércios que aceitam a moeda digital através do aplicativo Anypay.

Amsterdã, Holanda

A poucos metros do Museu do Sexo em Amsterdã está a Embaixada do Bitcoin, um centro comunitário onde os adeptos à moeda digital reúnem-se para discutir o assunto. Aberto de terça a sábado, o centro é frequentado por desenvolvedores, empresas startups, investidores, empresários e também por curiosos. No local, existe um café, uma loja e um restaurante, completos com sua própria plataforma de mineração. A cidade também abriga a corretora de criptomoedas bit4coin, além de ser sede de inúmeras startups de moedas digitais e ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês).

Douglas, Ilha de Man, Reino Unido

Douglas é a capital da Ilha de Man, no Reino Unido. Apesar de ter uma população de apenas 26 mil habitantes, a cidade tem um bar temático de Bitcoin, o The Thristy Pigeon, e é o único bar que aceita Bitcoin em toda ilha. Porém há outra razão pela qual Douglas é uma cidade amigável à moeda digital: o quadro regulatório da ilha permite que as vendas de criptomoedas e de tokens aconteçam naturalmente. A Ilha de Man é a sede de 25 startups relacionadas ao Bitcoin, fazendo com que ela seja também conhecida como a Ilha do Bitcoin.

Kreuzberg, Berlim, Alemanha

Com a mistura de estudantes, geeks, cyberpunks e boêmios, Berlim está bem classificada no ranking de aceitabilidade da moeda digital. Kreuzberg é o ponto central do Bitcoin em Berlim, um distrito que possui a maior concentração de comércios que aceitam a moeda digital. Room77, o “restaurante anti-capitalismo”, localizado no bairro, é um bom exemplo da concentração dos maiores adeptos ao Bitcoin na cidade. O bairro teve a primeira transação de Lightning Network registrada, que foi realizada para comprar uma cerveja.

Ginza, Tóquio, Japão

O Japão talvez seja o país mais preparado para o universo do Bitcoin, com milhares de lojas aceitando a moeda digital e uma série de caixas eletrônicos de Bitcoin nas principais metrópoles do país. Ginza, um luxuoso distrito comercial e de restaurantes em Tóquio, possui uma grande quantidade de usuários de Bitcoins que procuram comprar ou gastar a criptomoeda. No distrito existe um café que possui um caixa eletrônico de Bitcoin e que também é possível pagar refeições com a moeda digital, além disso há apenas 10 minutos de distância, o Numakuzo Sushi Bar ficou famoso ao aceitar Bitcoin e Bitcoin Cash.

Ngawa, China

O governo da China não se abriu ao Bitcoin, porém ainda não emitiu uma proibição total em relação à moeda digital. Para os cidadãos chineses, a melhor forma de se aproximar do Bitcoin seria ir para Ngawa. Apesar de ser difícil encontrar um lugar que aceite Bitcoins, afinal mais de 10% dos 70 mil habitantes da cidade são monges tibetanos, a Província de Sichuan, onde está localizada a cidade de Ngawa, é a sede de muitas atividades de mineração de criptomoedas por fornecer energia elétrica barata.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!