Início Notícias Após o banimento de tudo que é relacionado às criptomoedas, China mira...

Após o banimento de tudo que é relacionado às criptomoedas, China mira a indústria de games

419
2
Após o banimento de tudo que é relacionado às criptomoedas, China mira a indústria de games

Conforme relatado pela agência de notícias News BTC, recentemente, os reguladores em toda a China dobraram seus esforços para restringir a propagação das criptomoedas no país. Nas últimas duas semanas, os reguladores chineses focaram na indústria de ativos digitais, tomando medidas drásticas em uma aparente demonstração de força. Algumas das medidas do país incluem restrições impostas aos canais de notícias de criptomoedas no WeChat, às bolsas OTC da Alipay, aos eventos relacionados a ativos digitais e a 124 exchanges estrangeiras que ainda estavam disponíveis na intranet do país.

Mais recentemente, o site de buscas Baidu, o equivalente chinês do Google, silenciou a discussão em torno das criptomoedas. De acordo com a mídia local, o Baidu começou a impedir os cidadãos chineses de acessar fóruns de discussão e salas de bate-papo centrados em criptomoedas. Se qualquer usuário baseado na China tentar acessar os fóruns, que foram apelidados de “barra monetária digital” e “barra monetária virtual”, eles receberão uma mensagem informando que os sites estão fechados devido a “leis e regulamentos relevantes”.

Embora este seja apenas um dos muitos movimentos de aversão às criptomoedas do país, ele mostra como os reguladores chineses continuam inflexíveis em relação ao tema.

Além da proibição de assuntos relacionados às criptomoedas em território chinês, o país também está fazendo movimentos para conter o desenvolvimento e o uso de videogames. Citando o vício em games como uma questão primária, os reguladores da China devem limitar o número de novos jogos online lançados pelas empresas de games, informa a agência de notícias Bloomberg.

Para aqueles que não sabem, games tornaram-se parte integrante do cotidiano dos jovens e adultos chineses. Embora alguns possam discordar, os críticos de videogames tendem a acreditar que os videogames só dificultam o desenvolvimento das crianças chinesas e, subsequentemente, o crescimento e o desempenho a longo prazo da economia chinesa em franca expansão.

Essa proibição foi vista como uma jogada ridícula por parte de alguns, com muitos críticos do movimento regulatório observando que a China pode ser um pouco provocativa demais quando trata-se de impor restrições a produtos, ativos ou indústrias inteiras.

Alguns especialistas argumentam que, no caso de criptomoedas e videogames, os movimentos para restringir essas indústrias não são inteligentes. Tendo isso em mente, suas proibições devem ser levadas a sério? Por enquanto, parece que o governo chinês está certo sobre sua decisão de manter essas proibições. Mas, como diz o velho ditado, “as regras devem ser quebradas”. Então, talvez esses atos reguladores irracionais possam ser apenas um revés temporário, ou um obstáculo.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!