Início Notícias Após febre dos CryptoKitties, chegou a vez da China criar seu bichinho...

Após febre dos CryptoKitties, chegou a vez da China criar seu bichinho de estimação cripto

455
0

A Baidu, ferramenta de busca na internet super influente da China, lançou um novo serviço semelhante ao CryptoKitties como parte de seu amplo trabalho com a tecnologia blockchain.

Denominado “Leci Gou” (com pronúncia semelhante a “Let’s Go”), o serviço é focado na adoção e no comércio de cachorros digitais, cujas transações são registradas em uma blockchain. Ainda não está claro se a Baidu está usando uma rede pública ou sua própria rede interna para este propósito.

O site lista vários cachorros digitais com diferentes designs e preços, cada um classificado por sua escassez (raridade). Os usuários com contas na Baidu são capazes de adotar um cachorro digital (ou crypto-dog, em inglês) e receber mil pontos de graça no mercado, que pode ser usado para negociar com outros “proprietários” de cachorros digitais.

A iniciativa da Baidu, considerada o Google da China, é semelhante aos CryptoKitties, iniciativa baseada na rede do Ethereum que foi uma febre no final do ano passado, fazendo com que a rede da criptomoeda ficasse congestionada devido ao alto interesse e transações feitas pelas pessoas.

O site detalha que o serviço foi desenvolvido pela equipe interna de blockchain da Baidu, que também é membro do consórcio Hyperledger liderado pela Fundação Linux.

De acordo com os meios de comunicação chineses iFeng.com e Leiphone, a Baidu declarou que o projeto está disponível para uso público, mas ainda está sendo testado e desenvolvido.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.