Início Mineração Apenas cinco dispositivos de mineração de Bitcoin lançados em 2018 são rentáveis...

Apenas cinco dispositivos de mineração de Bitcoin lançados em 2018 são rentáveis ​​neste mês de dezembro

353
0
Apenas cinco dispositivos de mineração de Bitcoin lançados em 2018 são rentáveis ​​neste mês de dezembro

De acordo com o artigo publicado pela agência de notícias Bitcoin.com, uma série de plataformas de mineração de Bitcoin anunciadas durante os últimos 12 meses afirmaram processar mais terahash por segundo enquanto consomem menos energia. No entanto, com os preços das criptomoedas tão baixos, muitas máquinas recém-lançadas não são lucrativas e muitas delas ainda não foram enviadas.

Os preços dos ativos digitais já tiveram melhores dias, com o mercado de criptomoedas como um todo percorrendo uma tendência de baixa em 2018. Muitas moedas com o algoritmo de mineração SHA-256, como Bitcoin Cash (BCH), Bitcoin Core (BTC) e Peercoin (PPC), perderam valor considerável. Como os preços das criptomoedas estão bastante baixos, muitos dispositivos de mineração anunciados este ano não estão conseguindo lucro e algumas máquinas não podem ser compradas no mercado aberto. De acordo com as estatísticas em tempo real do Asicminervalue.com, no momento da publicação, apenas cinco dispositivos de mineração obtêm lucro e duas máquinas ainda não estão disponíveis no mercado. O site de dados usa uma combinação de custos elétricos, dificuldade de rede atual, recompensa de bloco e taxas de câmbio para descobrir se certas máquinas ASIC são lucrativas ou não.

Máquinas com significante terahash puxam pequenos lucros

Nesta segunda-feira, 10 de dezembro, as máquinas mais lucrativas são fabricadas pelas corporações Ebang, Asicminer, Innosilicon e Bitmain. O Ebang Ebit E11 ++ é atualmente o dispositivo de mineração mais lucrativo do mercado, com 44 terahash por segundo (TH / s) e consome 1.980W. O equipamento de mineração da Ebang custa US$2.500 e faz um lucro de cerca de US$1,39 por dia com os atuais preços do BTC. O E11 ++ está atualmente disponível no mercado aberto por duas empresas, mas um fornecedor está apenas fazendo a pré-encomenda no momento. O Asicminer 8 Nano é outra máquina que processa 44TH / s, mas puxa 2.100W de energia. A máquina criada pela Asicminer foi lançada em outubro e gera uma rentabilidade de cerca de US$1,02 por dia. O 8 Nano da empresa está disponível para compra através do revendedor canadense Mining Cave por US$2.045.

Depois, há o novo modelo Innosilicon T3, que também afirma ter aproximadamente 43TH / s, mas o equipamento ainda não está disponível ao público. O T3 será lançado em janeiro de 2019, segundo a empresa, ao preço de US$2.500 por máquina. Com as estatísticas atuais do mercado, isso dá ao T3 uma lucratividade de cerca de US$0,84 por dia por uma máquina que você não pode obter. O próximo minerador mais lucrativo, o Asicminer 8 Nano Pro, está disponível de acordo com o site Asicminervalue. O Nano Pro afirma processar impressionantes 76TH / s, mas consome mais de 4.000W de eletricidade. Essas métricas tornam a máquina de US$11.600 lucrativa em apenas US$0,59 por dia. Por último, a Bitmain afirma que a máquina Antminer S15 produz cerca de 28TH / s, puxando 1.596W de energia, dando ao dispositivo uma lucratividade de US$0,27 a cada 24 horas.

Máquinas que estão operando com perdas

Muitas outras máquinas anunciadas este ano não estão mostrando lucros e consomem mais energia se as empresas continuarem operando. B2 e B3 da OGM, que possuem 24-33TH / s, podem perder entre US$1,90 e US$4,98 por dia aos preços atuais do BTC. O infame modelo Halong Mining Dragonmint T1 apresenta uma perda de cerca de US$1,87 por dia.

Os modelos anteriores da Innosilicon, além do inatingível T3, estão todos sofrendo perdas no momento de escrita deste artigo. Os quatro principais modelos Whatsminer (M10, M10s, M3 e M3X) perdem entre US$1 e US$4,25 a cada 24 horas, de acordo com as estatísticas. Uma grande variedade de modelos SHA-256 da Bitmain, incluindo o S9, o R4, o S11 e muitas outros, não são rentáveis. A série Canaan Avalon está no mesmo barco com o 841, o 821 e o 921, perdendo cerca de US$1,69 e US$1,86 por dia com os atuais preços do BTC.

Os preços dos ativos que utilizam SHA-256 afetaram consideravelmente o preço da rede ao longo dos últimos meses. Por exemplo, o hashrate do Bitcoin Cire (BTC) produziu 61 equações por segundo (EH / s) durante a última semana de agosto, mas este mês, o hashate do BTC é somente 35 EH / s. No entanto, podem existir muitas instalações que ainda estão lucrando com máquinas mais antigas, se seu custo elétrico for altamente subsidiado ou quase gratuito.

Muitas máquinas chamativas anunciadas este ano anunciaram chips de 7 e 10 nm e um poder de processamento muito maior, mas os preços do mercado de criptomoedas fizeram com que apenas algumas máquinas fossem lucrativas. Mas, se os mercados se elevarem novamente, passando de uma tendência de baixa para alta, então a grande maioria das plataformas de mineração recém-lançadas em 2018 deve voltar a ser lucrativa.

Compre e Venda Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Decred de maneira simples, rápida e segura !!CLIQUE AQUI