Início Notícias Alerta! Investidores arriscam alto para comprar Bitcoin

Alerta! Investidores arriscam alto para comprar Bitcoin

579
4

O aumento da popularidade do Bitcoin e de outras criptomoedas pode ter um impacto maior do que imaginamos. Infelizmente, algumas pesquisas recentes indicam que a “criptomania” não é nada inofensiva e que a volatilidade de preço desses ativos digitais pode prejudicar os mais desinformados que acabam entrando nesse mercado sem entender de fato como eles funcionam e a tecnologia por trás deles.

A Money, agência de notícias sobre o mercado financeiro da Time, revista norte-americana, listou algumas loucuras que as pessoas estão fazendo para entrar no mercado das criptomoedas.

Atenção: este artigo é um alerta sobre os perigos que algumas pessoas têm se exposto com o objetivo de entrar em um mercado que ainda é novo para inclusive os que estão nele há mais tempo. A falta de regulamentação, sobretudo, é um fator a ser levado em consideração antes de arriscar seus fundos.

Estourando cartões de crédito para comprar Bitcoin

Um recente estudo realizado pela LendEDU, empresa de pesquisa sobre empréstimo pessoal, descobriu que 18% dos investidores de Bitcoin compraram a criptomoeda usando cartões de crédito. Ainda piora. Dos investidores que usaram cartões de crédito para comprar a moeda digital, 22% não pagaram as parcelas dos cartões. Além disso, 70% argumentam que a dívida de cartão de crédito vale o preço de possuir o Bitcoin.

Ainda mais preocupante, 88% dos entrevistados dizem que planejam pagar seus cartões de crédito vendendo seus Bitcoins. Em outras palavras, para libertar-se da dívida de cartão de crédito, esses investidores precisam que o preço do Bitcoin aumente consideravelmente, afinal eles também buscam ganhos com o investimento.

Esses investidores estão ignorando o risco, significativo, de que o preço do Bitcoin possa cair, fato que temos acompanhado desde o início deste ano.

Hipotecando suas casas para comprar Bitcoin

Os cartões de crédito não são a única maneira pela qual as pessoas estão levando a “criptomania” a novos níveis de insegurança financeira. Em dezembro de 2017, Joseph Borg, chefe da Associação norte-americana de Administradores de Valores Mobiliários, disse que alguns investidores hipotecaram suas casas para comprar Bitcoin.

Embora não esteja claro o quanto isso possa ser perigoso para o mercado imobiliário, hipotecar uma casa, item que para muitas pessoas é o bem mais importante, aumenta as apostas do prejuízo que as pessoas poderiam sofrer no caso do Bitcoin ser realmente uma bolha financeira, como muitos acreditam.

Usando Bitcoin como forma de garantia para comprar coisas caras

Há outra ameaça de dívida no horizonte. Algumas empresas começaram a oferecer maneiras para os detentores de criptomoedas usarem seus fundos digitais como forma de garantia para comprar itens caros, como carros, casas ou barcos.

A Bloomberg, agência de notícias norte-americana, relata que o contrato típico dessa nova forma de negócio exige o depósito de US$200 mil em Bitcoins como garantia, com uma taxa de juros de 12 a 20% para obter US$100 mil em dinheiro.

Os bancos, em geral, ficaram longe deste tipo de empréstimo, deixando os riscos com as startups financeiras.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.