Início Notícias Agência de classificação americana criará índice de risco para criptomoedas

Agência de classificação americana criará índice de risco para criptomoedas

935
2

Um dia após a chamada “quarta-feira negra“, a grande baixa ocorrida nos mercados de praticamente todas as criptomoedas, mais uma notícia positiva surge do mercado mainstream: a criação de um grau de classificação de investimento em criptomoedas.

A responsável por esse índice será a Weiss Ratings, principal agência independente de classificação de risco de instituições financeiras dos Estados Unidos, a qual é uma das subsidiárias do Weiss Group LLC, criado em 1971. Segundo o comunicado oficial, anunciado no site da empresa, a classificação de risco será implementada em várias criptomoedas, incluindo Bitcoin, Ether, Ripple, Bitcoin Cash, Cardano, NEM, Litecoin, Stellar, EOS, IOTA, Dash, NEO, Monero, Bitcoin Gold e muitas outras.

O novo índice, intitulado Weiss Cryptocurrency Ratings, é o primeiro do tipo a ser lançado por uma instituição financeira. Trata-se de um grande passo para auxiliar investidores a avaliarem esses ativos por meio de uma análise mais fundamentalista, fornecendo aos mesmos um meio de se proteger contra perdas e golpes em determinados projetos.

O índice seres lançado na próxima semana, no dia 24 de janeiro, e terá como base o uso de vários dados sobre a tecnologia das moedas, padrões de negociação e trades, além dos usos que as moedas podem ter na economia tradicional.

Segundo o criador da Weiss Ratings, a ideia por trás da criação da lista de classificação de risco foi a de orientar os investidores e conter os efeitos negativos do hype gerado no mercado de criptomoedas. “Muitas criptomoedas são ainda desconhecidas, possuem um hype excessivo e são vulneráveis a falhas. O mercado precisa desesperadamente da clareza que somente classificações robustas e imparciais podem fornecer“, disse o Dr. Martin D. Weiss, fundador e atual presidente da empresa.

“Estamos orgulhosos de ser os primeiros a trazer esse benefício aos investidores – para ajudá-los a cortar o hype e identificar os poucos projetos verdadeiramente sólidos em criptomoedas. Nossas avaliações são baseadas em dados rígidos e análise objetiva. Mas eles são obrigados a criar polêmica, incluindo algumas notas (de classificação de risco) que podem ser uma surpresa para algumas pessoas”, concluiu Weiss.

Portanto, podemos esperar um sistema que funcione de maneira semelhante aos sistemas de classificação de risco de agências como a Standard & Poor’s, Moody e Fitch, as quais são conhecidas especialmente pelas suas avaliações de economias nacionais. Entretanto, a Weiss não revelou mais detalhes sobre como o seu próprio sistema irá funcionar, nem sobre qual metodologia será utilizada para a avaliação das criptomoedas.

A Weiss Ratings, que começou suas atividades em 1971, avalia cerca de 55 mil instituições e investimentos. Ao contrário de agências como a Standard & Poor’s, Moody’s, Fitch e A.M. Best, a Weiss nunca aceita compensações de qualquer tipo pelas entidades que ela classifica. Sua independência e precisão foram observadas e reconhecidas pelo Escritório de Responsabilidade do Governo dos EUA (GAO), Barron’s, The Wall Street Journal e The New York Times, entre outros.