Início Notícias 5 mil lojas no Chile passam a aceitar criptomoedas como forma de...

5 mil lojas no Chile passam a aceitar criptomoedas como forma de pagamento

847
0
5 mil lojas no Chile passam a aceitar criptomoedas como forma de pagamento

De acordo com o artigo publicado pela agência de notícias Bitcoin News, a plataforma de pagamentos chilena Flow integrou a solução de pagamento Cryptocompra da exchange CryptoMarket em seu sistema. Os clientes que compram em lojas usando o Flow agora podem optar por pagar com criptomoedas.

A Flow alega atualmente prestar serviços para mais de 5 mil lojas com mais de 180 mil transações mensais e mais de 20 mil clientes.

Recentemente disponível para empresas no Chile, na Argentina, no Brasil e na Europa, a exchange Cryptocompra “permite que os comerciantes aceitem pagamentos em Bitcoin, Ethereum e Stellar com rapidez e facilidade”, detalhou a Cryptomarket, enfatizando:

“Hoje, os chilenos podem acessar vários produtos e serviços em mais de 5 mil lojas afiliadas à Flow usando Bitcoin e outras criptomoedas através do Cryptocompra.com. O cliente paga em criptomoedas, o comércio recebe em pesos, em reais ou em euros.”

Em seu site, a Flow lista uma taxa de 0,90% no dia útil seguinte para o pagamento com criptomoedas. Em comparação, o pagamento com cartões de crédito usando o Webpay Plus ou o Onepay custa 4,99% para receber também no dia útil seguinte.

“Você não precisa ter contratos com os meios de pagamento, a Flow faz isso por você”, escreveu a empresa. “Cada vez que alguém lhe pagar, notificaremos você sobre o pagamento efetuado. Indicaremos os detalhes do pagamento efetuado e a data em que vamos transferir seu dinheiro.”

Batalha entre bancos e exchanges de criptomoedas no Chile

As exchanges de criptomoedas no Chile têm lutado com bancos pelo fechamento de suas contas bancárias. Em abril, o Tribunal de Defesa da Livre Concorrência do Chile (TDLC) ordenou que três bancos reabrissem as contas de corretoras de criptomoedas, incluindo a da Cryptomarkett. Em maio, o Banco Estado, banco do país, cumpriu o acordo e reabriu a conta da exchange.

No início deste mês, a Quarta Câmara do Tribunal de Apelações de Santiago decidiu em favor da exchange de criptomoedas Orionx contra o Banco Estado pelo fechamento de sua conta.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.