Início Notícias 40% das empresas participantes de testes de órgão regulador do Reino Unido...

40% das empresas participantes de testes de órgão regulador do Reino Unido usam a tecnologia de contabilidade distribuída

380
2
40% das empresas participantes de testes de órgão regulador do Reino Unido usam a tecnologia de contabilidade distribuída

Conforme o artigo publicado pela agência de notícias Cointelegraph, a Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA, na sigla em inglês) revelou as 29 empresas bem-sucedidas que candidataram-se ao quarto grupo do teste de proteção (sandbox) do órgão regulador, nas quais 40% estão usando tecnologias de contabilidade distribuída (DLT), segundo um anúncio publicado nesta quarta-feira, 3 de julho.

O sandbox regulamentar é uma iniciativa projetada para ajudar as organizações a testar vários produtos e serviços em um ambiente de mercado ativo com proteção adequada ao consumidor, mas sem regulamentação restritiva. A sandbox faz parte da iniciativa “Innovate”, lançada em 2014 para promover a concorrência. Até o momento, a Innovate já recebeu mais de 1.200 pedidos e apoiou mais de 500 empresas.

A FCA recebeu 69 inscrições interessadas em participarem da quarta rodada do sandbox, das quais 29 começarão a ser testadas. Mais de 40% das empresas estão aplicando o DLT, sendo que seis empresas estão usando o DLT para automatizar a emissão de dívida ou patrimônio líquido. Duas delas estão aplicando o DLT para garantir a provisão de seguro, e os outras estão empregando o DLT nos campos de tecnologia de geolocalização, Interfaces de Programação de Aplicativos (APIs) e inteligência artificial (AI).

O regulador também revelou que “um pequeno número” de empresas aprovadas para testes está relacionado a “cripto-ativos”. O órgão analisará se suas soluções são adequadas para atender os clientes enquanto “gerenciam efetivamente os riscos associados”. Christopher Woolard, diretor executivo da Estratégia e Concorrência da FCA, disse que é “o maior grupo de sandbox até hoje com um número recorde de candidatos que atendem aos nossos critérios de elegibilidade”.

“O quarto grupo viu um grande aumento no número de firmas testando proposições de atacado, incluindo firmas que pretendem aumentar a eficiência do processo de aumento de capital. Juntamente com estes, podemos ver o uso significativo de [DLT], alguma experimentação com criptomoedas, o que ajudará a informar o nosso trabalho político e proposições destinadas à ajudar os consumidores de baixa renda.”

Em março deste ano, a FCA introduziu o seu sandbox regulamentar de tecnologia financeira global, após o desenvolvimento bem-sucedido de seu lançamento de um sandbox do Reino Unido. Woolard afirmou que vê a necessidade de um sandbox a nível global para que as empresas “cresçam em escala e ritmo reais”. Segundo Woolard, 90% das empresas que participaram da primeira rodada de aplicativos para a sandbox do Reino Unido , incluindo empresas de blockchain e startups, “entraram no mercado”.

COMPARTILHAR
Publicitária, planejadora estratégica e entusiasta do universo cripto. Confia nas mudanças que a tecnologia irá trazer para a sociedade.
Siga o Criptomoedas Fácil no InstagramCLIQUE AQUI !!!