Início Notícias 1º episódio da série Holdx discute as criptomoedas como ponto de transição...

1º episódio da série Holdx discute as criptomoedas como ponto de transição para uma nova era

221
0
1º episódio da série Holdx discute as criptomoedas como ponto de transição para uma nova era

“Você confia nos bancos? Não, eu posso te dizer que você não confia nos bancos. Você (somente) precisa deles!”

Com esta frase dita por Paulo Aragão, o Criptomoedas Fácil lançou seu novo projeto Holdx.tv, um canal que mistura documentário e novo jornalismo ao falar abertamente de tudo que está fazendo a cabeça da nova economia descentralizada. A proposta é ir além do Bitcoin e da blockchain, é investigar as opiniões e aspirações das pessoas que desenvolvem empresas, negócios e tecnologias que estão fazendo a diferença neste movimento disruptivo.

O primeiro episódio da série, com o título “Bitcoin, nós e o Futuro Cripto”, foi ao ar nesta terça-feira, 09 de outubro, no canal oficial do projeto e busca colocar em discussão o que é dinheiro, não como forma (nota, moeda, pedra, metal, etc), mas como uso. Com esta premissa, o Holdx, nova empresa do grupo Criptomoedas Fácil, foca em mostrar que as criptomoedas são o início da transição do sistema monetário que, ao longo da história, usou diferentes formas para executar fluxos de troca.

“Eu realmente vejo os bancos globais se tornando cada vez mais parecidos com grandes empresas de tecnologia”, a frase dita por Lori Beer, integrante do comitê executivo do banco norte-americana JP Morgan, um dos maiores bancos do mundo, não está no documentário mas ilustra bem a forma como o fluxo financeiro, e com ele todo o ecossistema, vem passando por uma transformação. Como exemplo de convergência tecnológica e financeira, redes sociais e grandes conglomerados de tecnologia, como WeChat, Alibaba e outros, vêm ganhando cada vez mais espaço e passando de simples aplicativos de troca de mensagens para uma verdadeira “suíte” de aplicações integradas ao cotidiano.

Em um futuro muito próximo, “nós seremos nossas próprias wallets em ambientes públicos, nós mesmos seremos nodes descentralizados. Portanto, é irrelevante pensar em bancos. Pense onde você quer estar neste futuro”, disse Aragão, caminhando numa antiga fábrica onde o passado e o presente caminham lado a lado.

Todos os episódios do canal serão disponibilizados gratuitamente e a expectativa dos produtores é que a cada 15 dias um novo episódio seja disponibilizado para o público.

“Com o Holdx, buscamos fugir do didatismo, não queremos explicar o que é Bitcoin ou criptomoedas, como funciona a blockchain ou cases de uso destas tecnologias, queremos abrir um panorama de debate sobre como elas representam a transição para uma nova era.

Dinheiro é fluxo e se analisarmos em seu cerne, nada mais é do que o fluxo de informação que já vivemos nessa aldeia global. Sendo assim, não podemos descartar uma mudança de paradigma no conceito de dinheiro e no sistema financeiro para o ambiente online, on chain”, diz Paulo Aragão, Co-fundador do Criptomoedas Fácil e host que conduz uma das séries do canal.

Mais adiante, Aragão destaca uma frase difundida por Marshal McLuhan, importante filósofo e intelectual criador do termo aldeia global e um dos primeiros pensadores a entender a nova era digital, “Os homens criam as ferramentas, e as ferramentas recriam os homens”,  para ilustrar a premissa do Holdx e reforçar que o projeto é uma experiência em processo na medida que para o desenvolvimento financeiro e tecnológico não existe um ponto de chegada, portanto, fica apenas o convite para navegar nesta experiência e estender “as portas do hoje”, afirma Aragão.

Confira o 1º episódio da série!

loading...
Garanta já sua vaga para o Block Summit SPCLIQUE AQUI