quarta-feira , 18 janeiro 2017
1xBit

Arquivos de Tag: noticias

Bitwage – Seu salário em Bitcoin

O que é a Bitwage?
Nosso objetivo na Bitwage é tornar recebimentos algo simples e fácil. Alguns profissionais desejam receber seus pagamentos internacionais de forma fácil, e simples. Outros procuram as menores taxas, buscando perder menos dinheiro possível no processo. A Bitwage realiza um serviço que permite que freelancers, contratantes e funcionários recebam de qualquer empregador nos EUA e na Europa em Bitcoin sem a necessidade do empregador ter bitcoins, uma conta na Bitwage ou em lugar algum, e converter para moeda local de forma rápida e lucrativa. Assim a Bitwage conseguiu clientes como o Facebook, Google, a Organização Mundial de Saude e a ONU.
Bitwage no Brasil
Bitwage está expandindo para o Brasil, permitindo que brasileiros recebam de seus empregadores na zona do Euro e nos EUA. O cliente pode ainda dividir este pagamento em mais de 30 moedas diferentes, incluindo Reais, Euro, USD, Bitcoin e Ouro. A partir de Maio, a criptomoeda Ethereum passará a ser mais uma opção.
Não é necessário que o empregador conheça Bitcoin, ou tenha uma conta especial em qualquer lugar. Funciona assim:
1 – Nós fornecemos uma conta em Euro ou Dólares para ser enviada ao empregador/cliente.
2 – Você envia a fatura para seu empregador/cliente, informando a conta bancária para recebimento.
3 – Você recebe no dia seguinte ao depósito, podendo transferir para sua conta no Brasil através da Foxbit (http://foxbit.com.br)
Nossa operação em conjunto com a Foxbit permite aos brasileiros, hoje, uma excelente opção em comparação a outros serviços do mercado global.
Confira a avaliação do profissional de TI – Rodrigo Souza
É bem simples. Temos uma linha de comunicação rápida de atendimento no Brasil para assistir nossos clientes, através do site pelo Chat, Facebook, Skype e WhatsApp.
A BITWAGE
Bitwage é produto de dois empreendedores de Silicon Valley. Situada em San Francisco – Califórnia, a Bitwage tem como financiadores a companhia de telefonia francesa Orange (http://www.orange.com), através da Orange Fab accelerator, e a Draper Associates, que também investe em empresas como DocuSign, IndieGogo, Skype & Tesla.
O CEO da companhia John Lindsey e o Presidente Jonathan Chester se conheceram na Oracle e decidiram criar a Bitwage nesta época. A Bitwage já processou mais de 4 milhões de dólares no ano passado e cresce numa margem de dois dígitos. John Lindsey é um Stanford Alumni e Jonatha é correspondente da Forbes para assuntos de bitcoin e blockchain. A Bitwage conta com a consultoria de Kacy Grine, consultor da HRH Prince Al Waleed Bin Talal e parceiro EMEA da Bucéphale Finance, e Joel Weise, ex-CTO de Segurança da Sun Microsystems.
Conheça a Bitwage

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Como se Determina o Valor do Bitcoin?

Explicando como se determina o preço do Bitcoin pela Teoria do Valor Subjetivo.

Você já se perguntou o que é valor?

Bom, valores são critérios existenciais individuais. Valor é importância que você dá a algo ou alguém em uma escala de zero ao infinito. Ex.: Nossos pais nos deram a vida. Portanto, isso é um critério positivo, então o valor dessas pessoas é alto para nós.

Dependendo do critério que é usado, a resposta pode ser diferente. Ex.: Pedro rouba o dinheiro de João por meio de ameaças. Portanto para João o roubo é um critério negativo, então o valor da pessoa Pedro é baixo para João.

Isso também acontece quando você quer colocar valor a um produto ou serviço.

Ex.1: Bitcoin é um sistema descentralizado e independente de governos e bancos, ainda por cima, não cobra taxas para ser usado. Portanto, isso é um critério positivo, então o valor dessa criptomoeda é alto para mim.

Ex. 2: Moeda Fiduciária estatal é controlada por um sistema burocrático e contribui para o lobby do sistema financeiro feito pelo banco central. Portanto, isso é um critério negativo, então o valor dessa moeda é baixo para mim.

Valores altos e baixos são determinados por critérios, que se manifestam por gostos individuais. Existem pessoas que ao contrário do escritor desse texto, preferem usar a moeda estatal (Real) ao invés de Bitcoin por exemplo. E é por isso que o valor depende individualmente de cada pessoa.

Portanto, algo só se torna valoroso se tem serventia, se individualmente tem reputação ou utilidade para um ser humano. Essa é a afirmação que fundamenta a Teoria do Valor Subjetivo, formulada por Carl Menger, fundador da Escola Austríaca de Economia.

Bom mas o que a Teoria do Valor Subjetivo tem a ver com o preço do Bitcoin?

Valor é diferente de preço, já que preço é determinado pelo mercado. Depende assim, do equilíbrio entre a oferta e a demanda do que se valora.

O Bitcoin já mostrou que é valorizado no mercado por diversas pessoas, que colocando seus critérios individuais em ação, singularmente compram e vendem bitcoins por um determinado preço condizente com o equilíbrio entre a oferta e a demanda. Todos esses valores subjetivos individualmente colocados nessa criptomoeda, são subjetivamente precificados, o que dá corpo e forma a competição do mercado, produzindo assim, a média do preço dessa mercadoria.

A média de preço do Bitcoin está em algo entre R$ 2736,43 e R$ 2739,60.

A demanda pela mercadoria só surge quando existe uma necessidade de se adquirir ela, pela utilidade que ela mostra ter subjetivamente para cada ser humano em questão.

Uma mercadoria não tem valor por ter somente uma única utilidade, até porque o ser humano pode criar diversas utilidades marginais comparadas a principal utilidade dada a essa mercadoria.

Dinheiro feito de papel, pode ser utilizado como papel-higiênico por exemplo. Acredite se quiser: é quase isso que acontece na Venezuela nesse momento, devido a destruição da economia pela expansão de oferta monetária do bolívar, com aval do banco central.

Este é o montante de cédulas, necessárias, para se comprar 1kg de queijo na Venezuela.

E é nesse cenário que tem gente que está começando a largar a moeda fiduciária, logo depois que soube da existência da tecnologia disruptiva por de trás do Bitcoin.

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitcoin: China supera Nova York e Vale do Silício em  Fintech

A empresa de pesquisa Ernst & Young (EY)  juntamente com o banco de Cingapura DBS divulgou recentemente um relatório colaborativo intitulado The Rise of Fintech na China: Redefinindo Serviços Financeiros para fornecer insights do crescimento explosivo das FinTech na China.

Inclusive já divulgamos um panorama das Fintech aqui no Brasil, você  pode conferir em Brasil é o maior ecossistema Fintech na América Latina.

Pesquisadores, analistas e consultores financeiros da EY e da DBS concluíram que a China superou Nova York, Vale do Silício, Cingapura, Hong Kong e outros grandes centros globais.

Neal Cruz, diretor de inovação DBS afirmou que a taxa de crescimento rápido da indústria FinTech chinesa pode ser atribuído aos regulamentos e políticas impostas pelo governo local em startups e redes FINTECH favoráveis. Cruz também observou que um outro grande fator por trás do crescimento do mercado FinTech chinês é o crescente apoio de gigantes da tecnologia, como Alibaba, Tencent e Baidu.

“É chegado tão longe porque paisagem da China tem operado em um ambiente sandbox-like propício para FinTech para prosperar, um forte mercado interno, juntamente com um impulso constante de inovação e experimentação impulsionado pelos principais gigantes, sem impedimentos por influência internacional”, disse Cruz .

Fintech na China e mercados de atuação

Atualmente, a indústria de FinTech na China é dominado por dois grandes mercados, pagamentos/remessas e seguros.

Hoje 40% dos clientes de serviços bancários dependem de plataformas FINTECH e aplicações para resolver ambos os pagamentos nacionais e internacionais e outros 35% dos consumidores bancários utilizar serviços FINTECH baseado no AI inteligentes para lidar com seguro.

A equipe EY e DBS afirma que um dos principais motores da Fintech na China é a capacidade limitada de sistemas e serviços bancários que não conseguem satisfazer as necessidades financeiras e demandas do povo chinês.

“Em 20%, a corrente de penetração de crédito no varejo também é um dos mais baixos do mundo. Um em cada cinco da população adulta da China permanecem sem banco. Na verdade muitos chineses não têm relações bancárias existentes como evidenciado pelo fato de que departamento de crédito nacional só tem informações sobre menos de 20% da população.”

Mais importante, as tecnologias alternativas financeiras e serviços do povo chinês começou a usar  e ter melhor experiência online, as novas funcionalidades, a taxas mais baixas e menos exigências para o registro de conta, conseguindo uma base populacional de consumo significativamente maior na China.

O que isso significa para Bitcoin

Ainda assim, as aplicações financeiras convencionais e plataformas têm taxas mais elevadas, as medidas de segurança mais baixas e políticas KYC excessivos em comparação com serviços Bitcoin.

Isso ocorre porque a maioria das aplicações financeiras dependem de uma fiat ou do dinheiro emitido pelo governo para operar. Assim, mais tempo para a verificação e autenticação de pagamentos e usuários.

As aplicações e plataformas Bitcoin, no entanto, permite pagamentos instantâneos com praticamente nenhuma exigência de CSC. Enquanto as trocas não cumpri com as políticas de CSC, a maioria das aplicações no mercado como carteira bitcoin, a troca direta de criptomoedas não se enquadra no âmbito dos regulamentos de transferências monetárias chinesas.

Com crescente  número de usuários de banco migrando para aplicações de pagamento móvel ou online na China, a base de usuários bitcoin mundial provavelmente irá ver um aumento reconhecível.

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitcoin domina, mas altcoins conquistam espaço

O site Purse.io anunciou o ranking com as moedas mais utilizadas para realizar compras através do site. E como esperado o Bitcoin fortaleceu sua dominância entre as altcoins a que se destacou foi a DASH que pelo segundo mês foi listada como a mais utilizada, ficando a frente de outras grandes moedas como Ethereum, Ethereum Classic e Litecoin.

Anuncio do site através do twitter:

purse1

Purse.io é um site de compras online popular na comunidade de criptomoedas, mas no Brasil ainda é pouco utilizado, A Purse funciona como uma serviço de troca, permitido que seus clientes troquem Bitcoins por compras feitas na Amazon com cartões de presente. Isto, efetivamente, permite que qualquer um compre na Amazon.com com bitcoin, tendo as vezes grandes descontos. A Purse fez uma parceria com ShapeShift para permitir que outras moedas fossem aceitas como pagamento, assim abrindo espaço para as altcoins.

De acordo com Steven McKie, Chefe de Desenvolvimento de Negócios e Conteúdo de Produtos, a integração com a ShapeShift foi feita para expandir o serviço para novas comunidades de usuários.

“Os usos para moedas digitais continuam a se proliferar pelo mundo conforme a adoção das mesmas prossegue. Para aproveitar o crescimento em longo prazo de outros ativos digitais, além do Bitcoin, a Purse fez esta parceria com a ShapeShift. Parceiros como esta empresa nos permitem estender o uso de nossa plataforma para comunidades mais diversas, consequentemente, expondo mais pessoas ao Bitcoin e impulsionando a adoção da criptomoeda mais adiante.”

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Instituição de negócios em Berlim é a primeira na Alemanha a aceitar bitcoins

A adoção de Bitcoin cada vez mais se expande de tal forma que vários segmentos estão aceitando bitcoin como opção de pagamento.

O mundo acadêmico não foi longe em moeda digital, embora neste caso a sua relação muitas vezes é mais educativa do que econômica. No entanto, não são muitas universidades ao redor do mundo que aceitam bitcoin como método de pagamento em suas matrículas.

Agora, a escola internacional de negócios ESMT em Berlim será a primeira na Alemanha a aceitar bitcoins como forma de pagamento em suas matrículas nos cursos ofertados e programas de educação executiva.

Com base na capital alemã e fundada por 25 empresas e instituições financeiras globais, uma das questões sobre as quais a Escola Européia de Administração e Tecnologia (ESMT) concentra a tecnologia precisamente gestão, por isso é lógico que integram o ecossistema a moeda digital. Como menciona Georg Garlichs, CFO:

ESMT é uma escola de negócios inovador e orientado para o futuro, a integração de Bitcoin como método de pagamento é uma consequência lógica da ampliação em novos meios de pagamentos, especialmente para transações internacionais em países sem um sistema bancário que funcione bem, a moeda digital oferece grandes vantagens através de transferência imediata, praticamente de graça. Isso nos faz bitcoins atraentes como forma de pagamento, Georg Garlichs CFO, ESMT.

A instituição se junta a uma lista crescente de faculdades e universidades ao redor do mundo que decidiram a integrar Bitcoin no seu sistema. Bons exemplos foram a Faculdade King’s College em Nova York e da Universidade de Cumbria no Reino Unido, embora seja considerado que a primeira instituição de ensino superior a aceitar bitcoins foi a Universidade de Nicosia, Chipre, em 2013.

No entanto, um ano antes dessa data, a Universidade Cesyt instituto de turismo na Argentina, comunicou “ser o primeiro instituto no mundo a aceitar e promover Bitcoin”. Em adição a aceitar isso como método de pagamento e oferecer vários cursos sobre com registro dos títulos no blockchain para verificar a sua autenticidade. Eles também oferecem 30% de desconto para aqueles que pagam matrículas em bitcoins.

Por enquanto, a ESMT não mencionou benefícios semelhantes, mas reconhecem o potencial do Bitcoin e Blockchain mesmo para além da área financeira. No entanto, esta nova aprovação parece apenas outra consequência lógica de interesse atenta que colocou a Alemanha nesta tecnologia.

Enquanto o banco central está a estudar, os moradores de Hanover se pode pagar com bitcoins serviços básicos, e os planos para incluir o Blockchain no processo de transição energética. Então, talvez seja apenas a primeira de muitas universidades no país a aceitar criptomoedas.

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Ministério de Finanças da Rússia tenta legalizar Bitcoin, e olha no que deu

2016 com certeza está sendo o ano que tanto se falou em regulamentar o bitcoin em maior parte do mundo, desta vez o Ministério de Finanças russo propõe tratar Bitcoin como outras moedas estrangeiras, tendo em vista que as transações Bitcoin são razão suficiente para suspeita de atividade ilegal.

A postura da Rússia sobre as moedas de digitais é um mistério, durante anos, há rumores de que o governo pretende proibir ou impor sanções mais duras para a negociação de Bitcoin, isso porque eles ainda não tem nada claro juridicamente sobre o assunto.

Depois que o Banco Central Russo disse que Bitcoin é um substituto ilegal para o dinheiro e, portanto, proibido, agora toma outra posição mais branda para ter convencido o Ministério de Finanças. Em uma carta de 6 de Outubro, que foi publicado de acordo com o Blog russo Forklog.net em 29 de novembro, o Ministério de Finanças agora apresentam seus pontos de vista.

Inicialmente o Ministério de Finanças declarou  o porque o Banco Central Russo mantém Bitcoin ilegal.

Ele afirma

A moeda oficial da Federação Russa é o rublo, a circulação de outras unidades monetárias e a emissão de substitutos do dinheiro é proibido, não deve haver nenhum outro dinheiro além do dinheiro oficial.

O Ministério de Finanças entanto se contradiz

“A proibição aos cidadãos e organizações da Rússia, para comprar ou vender moedas de criptografia é insustentável.” A razão é a lei russa sobre a regulação e controle das moedas, nos termos desta lei, as autoridades fiscais russas consideram a mudança de moeda por cidadãos russos extraídos legalmente, sendo que  moedas de criptografia não são mais definidos pela lei russa, não há nenhuma razão para tratá-los de forma diferente de moedas estrangeiras. “As operações que estão associados com a compra ou venda de moedas de criptografia, a favor ou contra a moeda estrangeira ou rublos russos, devem ser consideradas como operações em moeda estrangeira.

Artiom Tolkachev, presidente da comunidade russa Blockchain, considera que uma das declarações da carta era que “a lei russa não proíbe que os cidadãos e organizações russas operam com moedas digitais.” As moedas e operações em negociação de criptomoedas o intercâmbio deve ser legal na Rússia.

Um benefício que parece ver o Ministério de Finanças na legalização do Bitcoin é que a moeda de criptografia pode ser melhor controlada. Se as moedas de criptografia têm o mesmo estatuto jurídico que uma moeda estrangeira, eles podem ser tributados ou regulados, as autoridades podem aplicar regras existentes e desenvolver ferramentas para trabalhar com moedas de criptografia.

A carta confirma que o uso de criptomoedas para transações contribui “a assumir que tais operações estão relacionadas com o sonegação de capitais e o financiamento do terrorismo, de modo a desencadear nos EUA, um potencial para suspeitos. O imposto e os reguladores devem “obter informações sobre os objetivos de vendas de moedas de criptografia”, e desenvolver a regulamentação financeira, métodos para monitorizar a atividade das empresas e os seus utilizadores para maior controle.

Em particular, a avaliação das operações com criptomoedas torna uma razão suficiente para que as suspeitas de atividades ilegais de acordo com a carta do Ministério de Finanças sobre uma espada de dois gumes. Portanto Tolkachev também diz que “as conclusões sobre o funcionamento das empresa que operam com criptomoedas tem um olhar extremamente estranho.”

No entanto, a posição do Ministério de Finanças é uma indicação de que uma abordagem mais flexível pode prevalecer sobre as moedas digitais como é o caso do Bitcoin.

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitstamp decide afastar-se do estado de Washington

Em nota Bitstamp enviou um e-mail para seus clientes anunciando a interrupção do serviço na área do estado de Washington.

O impacto da regulamentação sobre as criptomoedas está afetando novamente serviços nos Estados Unidos, desta vez é o estado de Washington, que parece colocar fim em alguns serviços, após Bitstamp anunciar que não estará fornecendo serviços no “Estado Evergreen”.

Confira o e-mail da plataforma para seus clientes:

Depois de longa e cuidadosa debate, lamentamos informá-lo que, devido a restrições regulatórias recentes impostas pelo Estado de Washington, Bitstamp deixará de servir os clientes do estado Evergreen, encerramos nossas atividades em 20 de dezembro de 2016.

Pedimos para que retire os seus fundos até 20 de dezembro de 2016, por meio de Bitcoin ou fio internacional. A sua conta será fechada após este prazo.

Pedimos sinceras desculpas pelo inconveniente, estamos trabalhando ativamente para reiniciar os nossos serviços no Estado de Washington e iremos informá-lo assim que a situação seja resolvida.

Entretanto, se você tiver qualquer pergunta, por favor, sinta-se livre para chegar ao nosso suporte em bitstamp.net/support.

Bitstamp é uma das plataformas europeia líder em operação em Luxemburgo, Reino Unido e Estados Unidos em moedas digitais. A plataforma não ofereceu nenhuma explicação clara sobre as especificidades das regulamentações responsáveis pela sua decisão. No entanto, a plataforma detém atualmente uma licença para pagamentos emitido pelo Ministério das Finanças de Luxemburgo, tornando-se a primeira plataforma em operar criptomoedas regulamentada e licenciada na Europa. A carteira de Bitstamp é válida em todos os países da União Europeia.

Mesmo de posse de  licença, Bitstamp está sujeito a vários regulamentos AML e KYC bem como auditorias frequentes para garantir a conformidade de acordo com as leis da UE. Introdução de condições semelhantes pelo Estado de Washington será de pouco interesse para a plataforma, a não ser algumas mudanças drásticas ou requisitos de conformidade são apresentados pelas autoridades estaduais para trocas de criptomoedas.

Em caso recente, envolvendo Coinbase e os EUA Internal Revenue Service, Bitstamp pode muito bem ser isolante de quaisquer dificuldades adicionais que possam enfrentar devido à evolução recente nesses casos. Poucas pessoas também acreditam que os regulamentos financeiros complicados do estado de Washington estão a ser responsabilizado pela decisão de Bitstamp para parar de servir os clientes na sua jurisdição.

Os usuários da região Washington tem 14 dias para retirar o seu saldo de suas contas, até que o serviço seja desativado completamente.

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

06 Carteiras Maliciosas de Bitcoin disponiveis na Apple Store

Bitcoin e outras criptomoedas continuam a ser um alvo de alto valor para os cibercriminosos.

Carteiras Bitcoin falsas são uma ameaça real para o ecossistema de qualquer criptomoeda, agora o que chama atenção é a Apple Store, que está permitindo carteiras ilegítimas frequentemente.

Recentemente um total de seis novas carteiras maliciosas foi adicionado à Apple Store ao longo dos últimos dias, usuários Bitcoin precisam estar cientes dessas questões e certifica-se de instalar somente aplicativos de empresas seguras, que já trabalham com a oferta de carteiras Bitcoin, você pode encontrar uma lista de carteiras seguras em Bitcoin.org, com opções tanto para Android como para iOS

Carteiras Maliciosas de Bitcoin na Apple Store

É um número bastante significativo, mas não de uma forma positiva, por qualquer meio, a gigante da tecnologia precisa intensificar  suas análises em suas aprovações.

Muitos desses aplicativos precisam ser devidamente verificados pela equipe de auditoria, no entanto, eles ainda parecem não ver qualquer problema, embora seja uma incógnita de como isso está acontecendo.

Caso desse tipo não é a primeira vez que acontece com carteiras maliciosas de Bitcoin aparecerem na Apple Store.

No início deste ano, várias carteiras têm sido relatados como fraude, embora a Apple tenha removido esses aplicativos rapidamente, a ameaça está longe de terminar, se a equipe verificassem cuidadosamente estas carteiras antes de aprovarem, a situação seria muito diferente da situação atual.

O que é bastante interessante é a forma como duas dessas carteiras não são projetadas para usuários Bitcoin, em vez disso, eles têm como alvo a comunidade Litecoin, o que parece um pouco estranho neste momento.

Então, independente da criptomoeda para hackers elas tem valor, e parece que com Litecoin não é diferente a esse respeito.

Isso levanta a questão de saber se a Apple está fazendo isso de propósito, dado o seu histórico de aprovação de carteiras envolvendo golpe com criptomoedas, eles certamente parece que não se importam muito sobre o ecossistema.

Então, novamente, não seria no melhor interesse da empresa para promover publicamente carteiras Bitcoin maliciosos, mas algo terá de mudar mais cedo ou mais tarde.

Como sabemos e temos em mente a Apple tem restrições muito rigorosas quando se trata de aplicações que apresentam risco desse tipo, esta notícia é muito desconcertante aplicações legítimas ter dificuldades em ser verificada e aprovada, mas essas carteiras Bitcoin obtém aprovação sem nenhum um segundo olhar.

Carteiras maliciosas, fiquem longe delas

A listagem abaixo são de carteiras inseguras presente em sua App le Store, jamais realize o download ou transfira qualquer fundo para estas carteiras.
  1. OceanCoin – Wallet for Bitcoin by Thuy Nguyen
  2. FastWallet – Wallet for Bitcoin by Cu Pham Van
  3. Cosmo – Wallet for Bitcoin by Hoang Long
  4. TorWal – Secure Wallet for BTC by Chao Ngo
  5. SilverBox – Wallet for Litecoin by Phong Nguyen Thanh
  6. Silverbox – Wallet for LTC by Thuy Nguyen

Por enquanto, Bitcoin e outras criptomoedas continuam a ser um alvo de alto valor para os criminosos. Roubo de bitcoins através de criação de aplicativos móveis é um desenvolvimento preocupante e que não vai desaparecer tão cedo.

Artigo sugerido sobre a segurança do seu saldo em Bitcoin: 6 dica para proteger seus bitcoins

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

ITS Rio disponibilizará app baseado em Blockchain

Muito se tem falado a respeito do quanto à tecnologia Blockchain tem mudado processos e serviços em esfera global, tudo graças à confiança.

Hoje os diplomas do ITS já são emitidos em Blockchain, visando à necessidade para qualquer pessoa validar a originalidade dos certificados emitidos pela instituição sem a necessidade de usar papel para emissão.

Projeto de lei baseado em blockchain

Segundo Ronald Lemos, diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS Rio), se hoje reunir 1% das assinaturas do eleitorado do país, que corresponde a mais ou menos 1.4 milhões de eleitores.

O congresso nacional é obrigado a aceitar o projeto de lei resultante dessas assinaturas. Ronaldo Lemos, ITS Rio.

Em 27 anos de constituição não há pelo menos nenhum projeto, formalmente aceito no congresso originário de assinaturas populares.

O processo de auditoria em documentos com assinaturas populares hoje é praticamente impossível analisar e validar estas assinaturas. Ronaldo afirma que quando estas assinaturas são alcançadas um deputado vai e propõe ele mesmo o projeto.

O que o ITS planeja neste momento é um sistema baseado em blockchain para “coletar” assinaturas de uma forma totalmente transparente e impossível de fraudar, o aplicativo estará disponível a partir de 2017.

Com o nome “mudamos” o aplicativo permite a criação de projetos de lei, totalmente baseado em blockchain e todas as assinaturas serão guardadas e preservadas, sendo possível realizar auditoria e provar a originalidade das assinaturas pelo próprio aplicativo, de modo que seja:

Auditável

A qualquer momento, pode ser feita uma auditoria nas assinaturas.

Infraudável

Praticamente impossível falsificar uma assinatura.

As ambições são imensas, será que 2017 teremos projetos no congresso ou na câmara de vereadores graças ao blockchain?

Uma coisa é certa, 2017, será o ano que tanto para o Bitcoin e Blockchain ambos ganharão força proporcionando diversas transformações na sociedade.

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

O Poder das Moedas Descentralizadas

Na semana passada vimos a Índia proibir as notas de 500 e mil rúpias com objetivo de reaver recursos não declarados, com a medida o governo pretende fazem com que pessoas que guardavam dinheiro sem declará-lo tenham de apresentar suas reservas aos bancos. E a grande lição que podemos tirar disso é a importância e a vantagem que as moedas digitais nos trazem, possibilitando de termos a liberdade de não ficar “presos” a uma moeda que o governo nos impõe a utilizar e consequentemente a suas medidas.

Liberdade Financeira

Se você é um usuário de alguma moeda digital ao longo dos últimos anos, você viu sua riqueza protegida, onde você mesmo tem o poder de decisão e total controle sobre as ações que deseja tomar, sendo você mesmo o agenciador de seus investimentos, tendo a liberdade para escolher onde aplicar seu capital, muito diferente por exemplo de quem resolve aplicar seu dinheiro em um banco, com a mera ilusão que está fazendo o melhor investimento, algo que não é real, podemos ver isso pelas taxas de juros pagas, que são baixíssimas.

Usando um exemplo prático podemos utilizar a conta poupança, que é o investimento que mais atrai o brasileiro, vamos fazer uma simples comparação “Poupança X Masternode DASH” que funciona de forma semelhante pois para quem deseja iniciar um Masternode é necessário que o usuário tenha em sua carteira local 1000 DASHs, que devem ficar ”congelados”  ou seja não podem ser retirados enquanto o mesmo queira ter seu Masternode ativo, com essa opção o usuário passara ter um lucro de 1% ao mês e o melhor de tudo, tendo total controle do seu capital. Já para a primeira opção a poupança o rendimento seria de 0,5% ao  mês e que com a atual previsão de inflação para este ano na casa dos 7%, que representa uma taxa percentual maior do que o máximo de rendimentos obtidos por meio da poupança. Na prática isso quer dizer que em vez de ganhar dinheiro o investidor está perdendo, uma vez que o poder de compra do capital investido será menor no momento do resgate da aplicação que foi depositado.

Livre de Instituições

Outro fator importante sobre as moedas digitais é a oportunidade que temos de transacionar de forma segura, rápida e se desejar anonimamente, sem a necessidade de termos algum órgão privado aplicando suas altas taxas pelos serviços, com toda certeza as criptomoedas vem mudando o mundo e a competição pelo dinheiro está em andamento e o século de monopólio monetário do governo e bancos está ameaçado, pois as possibilidades e benefícios da utilização de moedas digitais são imensas.

Saiba mais sobre Masternode Share no nosso canal do youtube: Masternode a tecnologia por trás da Dash

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br