domingo , 23 abril 2017

Arquivos de Tag: investimento

3 simples passos para você investir sem burocracia

Insvestir é mais fácil do que você pensa

Está cansado de enfrentar burocracia e altas taxas para começar a investir seu dinheiro? Aqui está a solução:

3 simples passos para você investir sem burocracia:

1 – Crie uma carteira (wallet) Smart Wallet coinBR e compre alguns bitcoins. Basta depositar em reais, e trocar por bitcoins diretamente na plataforma. É bem fácil de usar e intuitivo.

2 – Faça contas em dois sites: Poloniex e SimpleFX

No primeiro site (Poloniex) você pode negociar milhares de criptomoedas semelhantes ao bitcoin com variações diárias de até 1000%.

No segundo (SimpleFX), você negocia Forex e ações das principais empresas do mundo corporativo sem pagar altas taxas.

Os dois sites aceitam depósitos em Bitcoin!

3 – Transfira seus bitcoins da sua carteira Smart Wallet para a Poloniex ou para o SimpleFX, negocie seus fundos e lucre com seus trades!

O melhor disso tudo é que não há burocracia, valor mínimo ou pré-requisitos para o investimento.

Gráficos para análise técnica disponíveis no site tradingview.

Acompanhe análises técnicas toda segunda e quarta-feira no nosso canal do Youtube: Criptomoedas Fácil.

Agora todos têm a oportunidade de serem verdadeiros traders!

Gostou da publicação? Deixe seu comentário abaixo!

Parceria entre Foxbit e Urbe.me permite investir no mercado imobiliário usando Bitcoin

A Foxbit maior exchange brasileira que detêm aproximadamente 50% do mercado nacional de bitcoins firmou uma parceria muito interessante com o site de investimento imobiliário Urbe.me.

Para quem não conhece, o Urbe.me é um site especializado em financiamento coletivo (crowdfunding) voltado ao setor imobiliário, onde com um valor mínimo de apenas R$ 1.000,00 é possível participar de grandes empreendimentos deste setor, cuja participação no PIB em 2015 foi de R$ 300 bilhões e com rentabilidades previstas em torno de 13% a 17% ao ano.

Este modelo do Urbe.me permite que se elimine intermediários e a burocracia, diferente dos Fundos Imobiliários tradicionais oferecidos na BVMF/Bovespa, o pequeno investidor pode escolher em qual empreendimento quer aplicar seu dinheiro.

O investimento é realizado através de um contrato de mútuo que é vinculado ao valor de venda das unidades. Todos os empreendimentos são analisados antes de serem disponibilizados via URBE.ME, onde se busca analisar a saúde financeira do incorporador e a viabilidade econômica e urbanística do empreendimento. Os empreendimentos estão em patrimônio de afetação, o que garante que os recursos do empreendimento deverão ser utilizados para a obra e, no final do empreendimento, termina sendo uma garantia real do seu investimento.

A parceria com a Foxbit permite que o investidor utilize bitcoins como forma de pagamento à plataforma Urbe.me, o investimento é travado em Reais e o repasse dos valores em Reais cabe a Foxbit, você simplesmente indica na hora de investir que quer pagar em bitcoins e você será orientado a enviar os bitcoins e consequentemente estará participando do crowdfunding do empreendimento escolhido.

Isto permite que investidores de fora do país possam participar sem precisar de conta bancária aqui para realizar o investimento e no futuro receber os rendimentos, pois os retornos também poderão ser pagos em bitcoins utilizando-se da plataforma da Foxbit.

“Esta é uma excelente oportunidade para você que está morando no exterior e não sabia como realizar o seu investimento no Brasil. Usando bitcoin, você poderá participar da etapa mais rentável do segmento imobiliário, sem precisar pagar taxas exorbitantes para mover seu investimento”, comenta Guto Schiavon, sócio fundador da FOXBIT.

Mais uma vez a Foxbit saindo na frente da concorrência!

Saiba mais sobre está parceria da Foxbit: Invista no Mercado Imobiliário Usando Bitcoin

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

O Poder das Moedas Descentralizadas

Na semana passada vimos a Índia proibir as notas de 500 e mil rúpias com objetivo de reaver recursos não declarados, com a medida o governo pretende fazem com que pessoas que guardavam dinheiro sem declará-lo tenham de apresentar suas reservas aos bancos. E a grande lição que podemos tirar disso é a importância e a vantagem que as moedas digitais nos trazem, possibilitando de termos a liberdade de não ficar “presos” a uma moeda que o governo nos impõe a utilizar e consequentemente a suas medidas.

Liberdade Financeira

Se você é um usuário de alguma moeda digital ao longo dos últimos anos, você viu sua riqueza protegida, onde você mesmo tem o poder de decisão e total controle sobre as ações que deseja tomar, sendo você mesmo o agenciador de seus investimentos, tendo a liberdade para escolher onde aplicar seu capital, muito diferente por exemplo de quem resolve aplicar seu dinheiro em um banco, com a mera ilusão que está fazendo o melhor investimento, algo que não é real, podemos ver isso pelas taxas de juros pagas, que são baixíssimas.

Usando um exemplo prático podemos utilizar a conta poupança, que é o investimento que mais atrai o brasileiro, vamos fazer uma simples comparação “Poupança X Masternode DASH” que funciona de forma semelhante pois para quem deseja iniciar um Masternode é necessário que o usuário tenha em sua carteira local 1000 DASHs, que devem ficar ”congelados”  ou seja não podem ser retirados enquanto o mesmo queira ter seu Masternode ativo, com essa opção o usuário passara ter um lucro de 1% ao mês e o melhor de tudo, tendo total controle do seu capital. Já para a primeira opção a poupança o rendimento seria de 0,5% ao  mês e que com a atual previsão de inflação para este ano na casa dos 7%, que representa uma taxa percentual maior do que o máximo de rendimentos obtidos por meio da poupança. Na prática isso quer dizer que em vez de ganhar dinheiro o investidor está perdendo, uma vez que o poder de compra do capital investido será menor no momento do resgate da aplicação que foi depositado.

Livre de Instituições

Outro fator importante sobre as moedas digitais é a oportunidade que temos de transacionar de forma segura, rápida e se desejar anonimamente, sem a necessidade de termos algum órgão privado aplicando suas altas taxas pelos serviços, com toda certeza as criptomoedas vem mudando o mundo e a competição pelo dinheiro está em andamento e o século de monopólio monetário do governo e bancos está ameaçado, pois as possibilidades e benefícios da utilização de moedas digitais são imensas.

Saiba mais sobre Masternode Share no nosso canal do youtube: Masternode a tecnologia por trás da Dash

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Executivo aponta 10 motivos para investir em Bitcoin

O bitcoin é uma moeda que ficou muito famosa nos últimos anos por seus conceitos inovadores, como o fato de não ser emitida por nenhum governo, por exemplo. No entanto, muitas pessoas consideram o bitcoin como uma possibilidade de investimento. O CEO do Mercado Bitcoin Rodrigo Batista listou dez motivos para investir na moeda

1 – Aumento do preço


No fim de junho de 2015 um bitcoin era negociado no MercadoBitcoin.net por R$ 849 e no mesmo período em 2016, um bitcoin passou a ser negociado por R$ 2.262. Uma variação de preço de 166%, explica o executivo.


2 –Variações mais estáveis

O preço da moeda está mais estabilizado e com variações menos intensas do que índices de ações nos EUA, por exemplo. Isso, segundo Rodrigo, mostra o amadurecimento do mercado de negociação da moeda.


3 – Instabilidade no mundo

Para Rodrigo, começa a existir um consenso de que o bitcoin é uma fuga para situações econômicas adversas adversas. “Recentemente o preço da moeda subiu bastante e especialistas atribuem parte deste crescimento ao aumento da demanda por parte da China, que está em uma fase de incertezas com sua economia”, explica.


4 – Diminuição na quantidade de bitcoins criados

A taxa de criação de novos bitcoins recuou de 25 moedas para cada dez minutos para a metade no início desse mês. Essa característica faz com que o preço da moeda aumente mais, uma vez que diminui sua oferta.

5 – Uso crescente da tecnologia

“O número de transações na rede bitcoin está em torno de 200 mil por dia e era cerca de 80 mil há um ano atrás. Países completamente diferentes como Argentina, Finlândia, China e Brasil tem visto diferentes usos da tecnologia nos últimos anos aumentarem”, aponta o executivo.


6 – Desenvolvimento avançado
“No ano passado alguns dos limites técnicos da tecnologia foram atingidos. Após discussões bem acaloradas por parte dos engenheiros que trabalham na tecnologia, o problema está sendo resolvido e em breve diferentes soluções permitiram a expansão da rede de pagamentos descentralizada”, comenta Rodrigo.

7 – Novos usos da moeda
O executivo destaca novos usos para o bitcoin. “Inciativas como o OpenBazaar, que é uma espécie de e-bay sem dono e descentralizado estão trazendo para o mercado novos modelos de negócio. O Openbazaar é recente e já conta com dezenas de milhares de usuários”, aponta.

8 – Movimento de eliminação de cédulas
Rodrigo destaca que países como a Noruega e a Suécia já discutem maneiras de eliminar as cédulas de suas moedas e que esse movimento de digitalização do dinheiro impacta na demanda por moedas digitais.

9 – Pagamento para prestadores de serviço
“Por ser rápido e barato, este tipo de serviço possibilita uma transação entre empresas e pessoas de qualquer lugar do mundo, sem a necessidade de empresas intermediárias de pagamentos”, comenta o executivo.

10 – Criação de contratos inteligentes
“Contratos inteligentes são, basicamente, contratos que ao invés de serem escritos em linguagem jurídica, são escritos por meio de programas de computador. Existe um projeto chamado Rootstock que pretende adicionar esta possibilidade à tecnologia do Bitcoin”, finaliza.