sábado , 25 março 2017

Arquivos de Tag: criptomoeda

Dash mantém o preço: 10 Dash = 1 Bitcoin

Na semana passada vimos o Dash ter uma alta para igualar a 10 unidades por Bitcoin, pela primeira vez em sua história.

A barreira histórica foi cruzada em 18 de março desse ano, segundo dados do CoinGecko, que mostra como o preço do Dash alcançou os U$ 110.

dash

altcoin focada na privacidade surpreendeu a comunidade de criptomoedas com sua velocidade e crescimento em valor a longo prazo. Estava sendo negociada por U$ 23, apenas um mês atrás.

O Dash tem visto apenas modestas retrações, conseguindo continuar em torno dos 100 Dólares. Este nível agora já parece ser algo natural para a moeda.

Declarando os ganhos com a Dash

Esta semana o Node40, provedor de serviço masternode, anunciou o lançamento de seu software dedicado de relatórios fiscais para residentes dos EUA. Serviço criado pensado para evitar problemas com a Receita Federal americana (IRS).

O software Node40 Balance calcula automaticamente os ganhos do ano, e os insere em um formulário de relatório de imposto de renda. Primeiramente será lançado apenas para os traders de Dash. O Bitcoin terá sua versão no final do ano, disse a empresa.

O que você acha essa estabilidade do Dash? E essa ferramenta pra facilitar a declaração de ganhos, é uma boa?  Deixe opinião nos comentários.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitcoin em baixa enquanto outras altcoins seguem em alta

O Bitcoin, principal criptomoeda do mercado, teve uma queda abaixo dos U$ 1.000. Os rumores da divisão (hardfork) que está acontecendo deixou a comunidade com um certo temor.

Bitcoin não teve uma boa sexta-feira. No último dia útil da semana, às 17:00hs de Brasília, a criptomoeda teve um decréscimo de 6,41% em relação a ontem. O preço está em U$ 978 e fizeram U$ 416 milhões em operações. É impressionante o poder que a moeda perdeu no mês passado em relação à sua posição dominante na capitalização de mercado total de criptomoedas. Enquanto no início deste ano dominado por cerca de 90%, agora é de 67,8%, um dos momentos mais baixos.

Enquanto o bitcoin está na baixa, outras criptomoedas seguem em alta. Ethereum teve alta de 16,68% em relação a ontem e é negociado por U$ 48,89. Dash ganhou 4,94% e é cotado a U$ 104,56. O mais impressionante é o caso da Ripple, a moeda agora ocupa a quarta posição em valor de mercado. Ela custa U$ 0,009 e está 20,06% mais cara que ontem.

Também houve aumento nos preços de Monero, Ethereum Classic e Litecoin, mas foi menor. O que chama atenção é a situação do Litecoin, a moeda no ano passado ficava entre o terceiro e quarto  lugar, agora está em sétimo maior mercado.

E você, opera ou investe em alguma dessas criptos? Deixe nos comentários.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitcoin tem alta de U$ 1.050 durante o debate de divisão da rede

O preço do Bitcoin começou a semana com uma pequena elevação, que começou durante o domingo à noite, registrando uma alta de U$ 1063 no índice de preço da Bitstamp (BPI).

A incerteza e o debate em curso sobre as soluções de escalabilidade do Bitcoin com SegWit ou Bitcoin Unlimited, contribuíram para uma volatilidade significativa no preço da criptomoeda nos últimos dias.

Uma declaração no final da semana passada por um grupo importante de exchanges, revelou um plano de contingência que consiste na listagem do Bitcoin Unlimited como uma criptomoeda alternativa (altcoin), com seu próprio token. Após a notícia o preço do bitcoin teve uma queda brusca, perdendo quase um quinto de seu valor. O ponto mais baixo foi no sábado sendo negociado por U$ 938.

Os preços do Bitcoin em grande parte ficaram abaixo dos U$ 1.000 até domingo de tarde, antes de sinais de uma recuperação. Os dados do BPI mostram que o preço chegou aos U$ 998 às 13:30 no domingo (HDB), antes de ganhar U$ 30 na próxima hora. Chegou a ter uma elevação para U$ 1063 as 18:00. Ainda é muito cedo para dizer se U$ 1.000 é o novo nível de suporte.

Às 07:00, o preço do bitcoin ficou em U$ 1011,72 antes de um período movimentado de negociação que ajudou o preço a alcançar um máximo de U$ 1053 às 11:15 de hoje. No momento dessa postagem, as negociações se mantêm  estáveis com o preço pairando em U$ 1047.

bitcoin

Março é o mês dramático do bitcoin em 2017, começando com um recorde histórico de U$ 1230 e superando a paridade com o a onça do ouro. Até o final da primeira semana deste mês, o bitcoin ultrapassou U$ 20 bilhões em capitalização de mercado, antes de tomar um breve tombo para U$ 1150 depois que as bolsas chinesas adiaram a suspensão de retiradas de bitcoin indefinidamente.

No momento dessa postagem, o preço do bitcoin está logo acima de U$ 1050 em média, nas principais bolsas. Essa recente volatilidade deve continuar enquanto o debate sobre a escalabilidade de soluções entre o SegWit e o Bitcoin Unlimited continua.

Confira o gráfico do preço do bitcoin ao vivo, clique aqui.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Exchanges de Bitcoin revelam plano em caso de divisão da rede

Um grupo de quase 20 exchanges lançou um plano de contingência no caso da rede bitcoin se dividir em dois, criando duas moedas concorrentes.

Confira também: Nasdaq pretende lançar um mercado baseado em blockchain voltado para publicidade.

As exchanges estão agora planejando listar o Bitcoin Unlimited (BU) como se fosse uma criptomoeda alternativa (altcoin), de acordo com a declaração. BU é uma implementação alternativa do software bitcoin que procura expandir o tamanho do bloco em um esforço para redimensionar a capacidade da rede.

De acordo com a declaração – apoiada por Bitfinex, Bitstamp, BTCC, Bitso, Bitsquare, Bitonic, BitBank, Coinfloor, Coincheck, itBit, QuadrigaCX, Bitt, Bittrex, Kraken, Ripio, ShapeShift, The Rock Trading e Zaif – As exchanges listarão o BU sob a sigla BTU ou XBU no caso de uma divisão de rede, que eles coletivamente dizem “pode ser inevitável”.

Outras exchanges, embora não listadas como signatárias, dizem estar planejando passos semelhantes, mas não assinaram esta declaração em particular.

Para o grupo, a estratégia fornece um meio para organizar uma transição de mercado estável, na qual surgem duas moedas que compartilham histórias de transações duplas.

As exchanges publicaram:

“Como exchanges, temos a responsabilidade de manter mercados ordenados que comercializam continuamente 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias ao ano. Compete-nos apoiar uma abordagem coerente, ordenada de toda o mercado para preparar e responder a uma questão incerta. No caso de uma divisão da rede bitcoin, não podemos suspender as operações e esperar que um dos dois vença.”

Chamada para proteção contra transações repetidas

No entanto, a declaração revela que os signatários não estão prontos para começar imediatamente a listar BU como um ativo negociável, caso seja criado.

Uma preocupação importante do grupo é o risco de repetir transações, em que uma transação transmitida em uma blockchain pode ser incluída em uma segunda blockchain involuntariamente. Esta situação se desenrolou na sequência da divisão da rede Ethereum no ano passado.

“No entanto, nenhum de nós pode listar BTU, a menos que possamos executar ambos [blockchains] de forma independente, sem incidentes. Consequentemente, insistimos que a comunidade Bitcoin Unlimited (ou qualquer outro consenso rompendo a implementação) construa uma forte proteção,” disse o grupo. “A falha em fazer isso irá impedir a nossa capacidade de preservar BTU para os clientes e vai atrasar ou excluir totalmente a listagem do BTU.”

A declaração completa pode ser encontrada abaixo:

Hardfork Statement 3.17 11.00am by Pete Rizzo

Confira também: O Que Você Precisa Saber Sobre a Próxima Versão do Bitcoin Core.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Nós Não Podemos Parar o Bitcoin, diz Banco Central da Nigéria

Em um almoço desta semana, organizado pelo ICAN dos banqueiros da Nigéria, os principais investidores de tecnologias fintech do país se reuniram para discutir o impacto das criptomoedas, com um foco especifico no bitcoin e na tecnologia do blockchain. O vice-diretor do Banco Central da Nigéria e Chefe do Sistema Bancário e de Pagamentos, Musa Itopa-Jimoh, falou na reunião. Em uma entrevista dada só a repórteres do CBN, ele esclareceu sua posição sobre o Bitcoin, citando a má interpretação que muitas pessoas deram ao recente aviso do banco central.

Confira também: Nem mesmo o ‘Grande Firewall’ Pode Parar a Negociação de Bitcoins na China.

Reunião focada no Bitcoin

O encontro foi intitulado “Criptomoedas: Evolução, Desafios Regulatórios e Impacto no Futuro dos Pagamentos e Sistemas de Liquidação Bancária”. Dr. Uche Olowo, Primeiro Vice-Presidente do CBN, em suas observações de abertura da reunião, falou sobre por que o instituto considera este tópico crucial para o mercado financeiro nigeriano.

Citando curiosidade e cautela sobre o Bitcoin, moeda usada globalmente, disse que “por um lado, as partes interessadas o consideram a moeda de maior desempenho e a mais valiosa do mundo. Por outro lado, é visto pela maioria dos atores financeiros tradicionais como instável e complicado, somado com o fato que a maioria possui dúvidas sobre o seu valor intrínseco”. No entanto, ele disse que o Bitcoin “tem o poder de afetar significativamente os meios tradicionais de pagamentos e sistemas de liquidação bancária, globalmente”.

O impacto das criptomoedas foi discutido ao longo do evento e, após a reunião, o Sr. Musa Itopa-Jimoh se pronunciou:

“O Banco Central não pode controlar ou regular o Bitcoin. O Banco Central não pode controlar ou regular Blockchain. Da mesma forma, ninguém vai controlar ou regular a Internet. Nós não a possuímos, nem nunca vamos possuir.”

Antigas advertências do banco central sobre Criptomoedas.

A Nigéria emitiu várias advertências contra algumas criptomoedas no passado, incluindo o Bitcoin. Em 12 de janeiro, a CBN emitiu uma nota para bancos e outras instituições financeiras sobre operações de criptomoedas na Nigéria, exigindo-lhes que tomassem certas “providências regulatórias”.

A nota diz: “O CBN reitera que as moedas virtuais como o Bitcoin, Ripple, Monero, Litecoin, Dogecoin, Dash, Onecoin e produtos similares não são propostas legais na Nigéria, assim, qualquer banco ou instituição que transacione por esses meios, faz por sua conta e risco”.

No mesmo dia, a Securities and Exchange Commission (SEC) da Nigéria emitiu uma declaração “prevenindo” os cidadãos de investirem em Bitcoin, Onecoin e Swisscoin. Colocando-os na mesma categoria, a SEC disse ao público nigeriano que tais investimentos são arriscados por natureza e alguns deles são “esquemas fraudulentos de pirâmide”. O anúncio público diz: “O público é aconselhado a exercer extrema cautela no que diz respeito a criptomoedas digitais como um veículo de investimentos”.

CBN: “Nós não podemos parar o Bitcoin”

Apesar de todas as advertências, o Sr. Musa Itopa-Jimoh esclareceu que o CBN não tem nenhuma intenção de proibir o uso do bitcoin. “Não somos a autoridade emissora do bitcoin. Não é nossa moeda. Nós não a controlamos. Nós não o emitimos, nós não temos poder sobre ela. Estamos apenas dando um aviso de cautela aos nigerianos”. Continuou, citando que, se nigerianos participarem de investimentos relacionados a criptomoedas e forem lesados, eles não podem recorrer ao CBN para proteção do consumidor “porque não está sob o nosso controle”. Acrescentou:

“Muitas pessoas nos interpretaram mal e pensaram que nós queríamos proibir o bitcoin. Não podemos proibir o bitcoin. Bitcoin não é uma invenção de 2015 ou 2012; Nem sequer é uma invenção de 2010. Então, como é que o Banco Central da Nigéria vai parar o funcionamento de algo que nem o Banco Central do Mundo, pôde parar desde a sua criação?”

Ele afirma que tudo o que o CBN está fazendo é advertir os nigerianos, fazendo os mesmos terem cautela quando negociarem ou investirem em moedas digitais, uma vez que não estão sob o controle governamental.

O que você acha da posição do CBN sobre o Bitcoin? Escreva a sua opinião na seção de comentários abaixo.

Confira também: Banco Central da Rússia Diz Que Não Irá Banir o Bitcoin.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitcoin Mantém Preços Consolidados Diante de Notícias do ETF

Depois de cair US $ 100 na manhã de terça-feira, 07 de março, o preço do bitcoin continuou em queda na quarta-feira. O preço, que chegou a US $ 1.285 na segunda-feira de acordo com a exchange Bitstamp, caiu 1,5%  na manhã seguinte. Dentro de trinta minutos desta diminuição, a moeda digital caiu para US $ 1.160.

Confira também: SEC Deve Decidir o Destino do ETF de Bitcoin Até Sexta

Quais foram os fatores para esta queda?

Existem inúmeras dinâmicas em jogo no mercado bitcoin e fatores que influenciam em seu preço. O Banco Popular da China (PBOC) afirmou recentemente que a moeda digital precisa ser rigorosamente regulamentada. As exchanges anunciaram no mês passado a suspensão de retiradas até março.

Já era esperado um aumento no preço para 2017

No ano passado, de acordo com os dados do Google Trends, o interesse de busca para o termo “comprar bitcoin” tem aumentado constantemente. Agora no início de fevereiro 2017, começou uma subida íngreme, indicativo de um futuro aumento no interesse de compra do bitcoin.

Além disso, outro fator bastante importante é a decisão da SEC, que decidirá se aprova ou não o fundo de investimento de bitcoin (ETF) dos gêmeos Winklevoss.

O próximo anúncio da SEC sobre o ETF Bitcoin, está permitido uma forte reação no mercado nos recentes movimentos de preços do bitcoin. Alguns sugeriram que as quedas resultaram de insider trading e especuladores apostando que o ETF Bitcoin não seria aprovado, dessa forma causando panico em investidores inexperientes.

De acordo com  pessoas “familiarizadas com o assunto”, uma fonte anônima ligada a bitcoin.com afirmou que a decisão do ETF poderia vim antes desta sexta-feira, 10 de março ou talvez até hoje. Outros dizem que a decisão só vai sair na segunda-feira, 13 de março.

Em um documento publicado pela SECeles afirma que a decisão pode sair até o 11 de março, em seguida voltam afirmar que tal decisão sobre o ETF, pode ser prolongado além do dia 11.

A Global Advisors Bitcoin Investment Fund (GABI), em uma carta aos sues assinantes, destacou que há apenas uma chance de 25% do ETF ser aprovado.

Apesar da recente pausa no preço e da incerteza sobre aprovação do ETF Bitcoin, muitos analistas continuam otimistas sobre o futuro do preço do bitcoin.

O aumento da regulamentação das autoridades chinesas, a desmonetização na Índia, a legislação recentemente aprovada no Japão, bem como o declínio geral do valor da moeda fiduciária, são vistos como principais fatores que tem impulsionado para o aumento no preço da criptomoeda.

O preço do bitcoin aumentou 120% em 2016, tornando-o a moeda com melhor desempenho pelo segundo ano consecutivo. Alguns acreditam que o preço do bitcoin poderá chegar a US $ 3.000 até o final de 2017.

Confira também: Kim: O Windows é Uma Ferramenta Espiã da CIA

E para você quais foram os fatores que favoreceram o aumento no preço do bitcoin este ano?

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

SEC Deve Decidir o Destino do ETF de Bitcoin Até Sexta

Entre os grandes impulsionadores da recente alta no preço do bitcoin, além da “saída de capitais” da China – tem visto uma esperança de que a SEC aprovará o primeiro ETF de bitcoin. O ETF, será adiado substancialmente, de acordo com fonte da Coindesk. A decisão do ETF é esperado até sexta-feira, dia 10 de março.

Confira também: Exchanges de Bitcoin Chinesas Necessitam Supervisão, Afirma Agente do PBoC.

E o 11 de Março?

A SEC tem um prazo interno até 11 de março para decidir sobre a proposta de mudança de regra que iria abrir caminho para o ETF. No entanto, como a 11ª Reunião da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos cai em um sábado, essa decisão virá antes dessa data, ” …provavelmente antes da sexta-feira“. A decisão cobrirá um período de mais de três anos desde que os investidores Cameron e Tyler Winklevoss entraram pela primeira vez na SEC em meados de 2013.

Impacto no mercado de criptomoedas

No caso de um resultado favorável, alguns analistas e traders especularam que o mercado de bitcoin poderia reagir, considerando a recente alta no preço do BTC nas últimas semana. O preço do bitcoin alcançou U$ 1.300 nas últimas semanas, voltando acima de 1.290 dólares em 3 de março. No entanto, o preço tem se mantido, eventualmente experimentando uma queda acentuada na terça-feira após alguns relatos  sobre novas preocupações com a China.

Por outro lado, os analistas argumentaram que se a SEC rejeitar a mudança de regra que permitiria à Bats Global Exchange listar o ETF, o preço do bitcoin poderia ser afetado negativamente. Phil Bak, diretor administrativo da Bolsa de Valores de Nova York e atualmente  CEO da ETSI, disse em entrevista que a SEC tenta evitar a aparência de “rejeitar publicamente um ETF”. Ele prosseguiu argumentando que se a agência não planeja aprovar um desses fundos, provavelmente pediria a retirada do processo antes de qualquer decisão final. No entanto, de acordo com Bak, a retirada do processo próximo ao prazo pode esta relacionado ha outros fatores específicos, para o arquivamento do ETF de Bitcoin.

“Neste caso, a agência governamental pode querer mostrar ao mundo que não tem certeza sobre o Bitcoin. Também poderia ser que os defensores querem apoiar até o fim e deixar que este fundo proposto de ETF Bitcoin seja aprovado ou não” explicou Bak.

Arthur Hayes, co-fundador e CEO da plataforma de intercâmbio BitMEX, disse que “…eu ouvi bons argumentos a favor e contra ao ETF ser aprovado – neste momento, é um jogo de dados”. A exchange de Hayes é o lar de um mercado de previsão vinculado ao ETF, onde os comerciantes podem essencialmente apostar no resultado da decisão, e que tem visto flutuações significativas durante o mês passado. Às vezes, os comerciantes têm dado ao fundo, chances estimadas de entre 2% e 70%, dependendo do dia. No momento dessa publicação o mercado prevê uma chance estimada de 50% de aprovação.

Confira também: Bitcoin, Ethereum e Dash Começam a Semana em Alta.

Já Charles Hayter, co-fundador e CEO da CryptoCompare,  afirmou que as chances do fundo ETF  receber aprovação é bem provável, tendo a mesma visão do CEO da BitMEX.

Os analistas do ecossistema bitcoin não são os únicos que comparam a decisão da SEC sobre a hipótese de usar a criptomoeda. Eric Balchunas da Bloomberg argumentou de forma semelhante que o ETF tem cerca de 50% chance de receber aprovação.

“Dependendo de qual forma as regras da SEC sejam colocadas, a espera está quase terminando …. ou talvez não.” Eric Balchunas da Bloomberg

Jeff Bishop, co-fundador da plataforma ragingbull.com e especialista em ETF, especulou que a SEC poderia mudar sua decisão além da 11ª Reunião da  Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, especialmente sobre os recentes ganhos de preços.

“Tenho a sensação de que eles vão encontrar uma maneira de atrasar ainda mais isso. Com o bitcoin em alta valorização no momento e a SEC ter um histórico terrível para permitir novos ETFs para chegar ao mercado, eles provavelmente vão atrasar a decisão, até que as coisas esfriem um pouco”, Afirmou Jeff Bishop

Segundo Bishop, ele acredita que o ETF deve ser aprovado. “Deve ser decisão dos investidores decidir o verdadeiro preço do bitcoin. Quanto mais liquidez e opções para o comércio, o mais transparente e preciso o preço será.”

Talvez o mercado não sofra nenhuma reação com a decisão da SEC, já que nas últimas semanas, o bitcoin valorizou significadamente, ultrapassando a marca dos 1.200 dólares devido a especulação que vem sendo feita.

Confira também: Preço do Bitcoin Alcança Maior alta do Ano à Medida que a Expectativa da ETF Cresce.

E para você, qual sua expectativa para aprovação do ETF?

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

O que Aconteceu com o Bitcoin na China?

Começamos 2017 com bastante entusiasmo no bitcoin. O preço quebrou US $ 1.000 em 1º de janeiro e, na segunda semana de Fevereiro, teve sua maior alta ultrapassando o topo histórico. Os ganhos de preço vieram como uma enxurrada de eventos na China, onde a moeda digital é definida como um “bem virtual”, deixando “a cena do Bitcoin em desordem”.

Depois de 2 meses de todo esse ocorrido, vamos analisar a fundo o que aconteceu,  e qual a situação atual do bitcoin na China.

Janeiro 2017

Em 5 de janeiro, o Banco Popular da China (PBoC) falou com as exchanges de bitcoin informando que ainda não é uma moeda sob as leis chinesas. Rumores apontavam que a China em breve iria agir para proibir o Bitcoin.

Uma interpretação mais suave da ação supôs o banco central, simplesmente esclarecer as leis da nação – nenhuma promoção offline, sem falsas negociações, a desvalorização do yuan não pode ser mencionado para promover a moeda digital, e eles sugeriram tornar obrigatório conhecer o seu cliente e tomar medidas para sonegação de impostos, entre outras condições. PBoC também aproveitou esta oportunidade para alertar os investidores sobre a volatilidade da moeda digital e o seu risco.

Confira: Bitcoin Cede 2% após Reuniões dos Reguladores da China com as Exchanges

Em 11 de janeiro, o People’s Daily, jornal oficial da China, publicou uma história sobre a tecnologia blockchain que incluiu um gráfico explicando o que é o Bitcoin.

O inicio das inspeções

O PBoC Xangai e o Shanghai Municipal Finance Office já estavam inspecionando uma das maiores exchanges do país a BTC China. As duas autoridades inspecionaram também as demais exchanges de bitcoin, Huobi e OKcoin. Esta última afirmou em um e-mail aos seus clientes o seguinte:

“Autoridades estão realizando uma inspeção de uma semana, apenas para entender a situação aqui. O objetivo é manter a estabilidade financeira, evitar riscos financeiros e regular o comportamento comercial do mercado “, escreveu BTCC. “Sem outras intenções. Os serviços de depósito e retirada estão funcionando corretamente “.

Entre outras coisas, as exchanges chinesas teriam de cessar o margin trading e taxa zero nas negociações de bitcoin. Na Comunidade, uma discussão sobre uma grande porcentagem dos negócios na China estava sendo manipulada por exchanges. Diante de todo o ocorrido a BTC China suspendeu seu serviço de margin trading, o mesmo ocorreu em Huobi e OKCoin.

Em 20 de janeiro, a BTCC twittou que estava “revisando a experiência operacional de contrapartes estrangeiras e a cobrança de taxas de transação, visando reduzir ainda mais a especulação e evitar a volatilidade de preços”. OKCoin anunciou que estava tomando ações semelhantes.

Confira também: Banco Popular da China faz Alerta sobre Volatilidade do Bitcoin nos últimos dias

Em seguida BTC China, Huobi e OKCoin voltam a cobrar taxas em 24 de janeiro. Uma quarta troca chinesa bitcoin, Yunbi, introduziu taxas pouco depois.

Declarações do PBOC

PBoC Departamento de Gestão Empresarial, Pequim Secretaria Municipal de Finanças, Secretaria Municipal de Indústria e Comércio e outros departamentos relevantes formaram um grupo comum para visitar Huobi, OKCoin e outras exchanges para uma inspeção no local”, a declaração diz o seguinte:

“De acordo com os problemas encontrados durante a inspeção inicial, o grupo decidiu continuar a inspeção, com foco principalmente na liquidação de pagamentos, anti-lavagem de dinheiro, gestão de moeda estrangeira, informações e segurança financeira. O grupo sugere que os investidores devem prestar atenção aos aspectos importantes das trocas de bitcoin, tais como conformidade legal, volatilidade de mercado, segurança financeira e a participação no investimento bitcoin com discrição”.

O Ano Novo Chinês

A medida que o ano novo chinês se aproximava, PBoC anunciou que iniciaria seu próprio instituto de pesquisa em moeda digital para pesquisar a tecnologia blockchain.

PBoC, em seguida, convidou nove exchanges de bitcoin chinesas para uma reunião a portas fechadas, incluindo CHBTC, BTCTrade, HaoBTC e Yunbi, supostamente comunicando que nenhuma negociação margin trading estivesse disponível nas plataformas e que as trocas devem cumprir as leis do LBC.

Confira também: Banco Central da China encontra irregularidades nas Principais Exchanges de Bitcoin

Exchanges Chinesas Interrompem Saques

Em 13 de fevereiro, o provedor de serviços Bitcoin HaoBTC anunciou que iria cessar os serviços de exchange de bitcoin, mas manteria seu serviço de carteira.

A Localbitcoins, uma plataforma de negociação peer-to-peer (P2P) de bitcoin, mostrou uma explosão de interesse após as ações da PBoC e subseqüente suspensão das retiradas nas bolsas chinesas.

China Localbitcoins

Em 8 de fevereiro, Samson Mow, CEO do BTC China, deixou a empresa que ele ajudou a fundar. – Pouca explicação foi dada.

“Lamentamos informar que o nosso CEO [Samson Mow] está saindo da BTCChina”, escreveu o co-fundador Bobby Lee.

Os volumes de negociação até então começaram a diminuir. OKCoin, que manteve a maior quantidade de bitcoin, viu seu volume cair em mais de 20.000 bitcoins  entre 16 e 17 fevereiro.

Antes das mudanças, a China liderou o comércio bitcoin, mas desde que seus volumes desmoronaram a aproximadamente 33%, Japão passou a frente e é o líder mundial  no comércio do bitcoin.

Confira também: Tamanho Importa: Japão se Torna o Maior Mercado de Bitcoin do Mundo, bate China e EUA.

Desde as reuniões com a PBoC, as exchanges na China começaram a introduzir novos procedimentos AML e KYC, como uploads de ID e outros processos de verificação – nenhum dos quais existia antes das reuniões recentes.

Desenvolvimento de seu “Bityuan”

Na metade de janeiro, tornou-se público que o PBoC estava pesquisando como implementar sua própria moeda digital, RMBCoin, “para realmente alcançar a meta de dinheiro para o povo”.

“Agora está ficando claro que o banco central da China será um dos primeiros a emitir uma moeda digital”, de acordo com Andy Mukherjee, em publicação para para Bloomberg.

Bloomberg acrescentou: “Uma versão inicial do bityuan provavelmente será um assunto sem interrese. A pesquisa no Banco Popular da China favorece um sistema em que a autoridade monetária emitiria a criptomoeda para os bancos, que a forneceria para seus clientes “.

Confira também: O Fim das Transações Ilícitas na Rede Bitcoin

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitcoin, Ethereum e Dash Começam a Semana em Alta

As três criptomoedas estão vindo com uma alta constante nas últimas semanas.

Hoje às 06h00, Bitcoin estava com um preço médio de $ 1,171.56, que é 0,88% maior do que ontem. O volume de negociações é superior a 111 milhões e a capitalização mais de 18,9 bilhões de dólares no mercado. Devemos ver se novamente atinge os preços obtidos no dia 24 de janeiro, quando ele conseguiu para atingir a barreira de $ 1.200, embora este preço durou apenas alguns minutos.

Bitcoin-Chart-27-02-17

Confira também: Análise Tecnica Bitcoin – 22/02/17

Enquanto isso, Ethereum está querendo superar desde a tarde de ontem a barreira dos U$ 14 e agora está em $ 14,55, que é 6,88% maior do que ontem. O mercado está se movendo e fizeram operações de mais de 24 milhões, o que é alto para o que está mobilizada com esta moeda. Ele é digno de nota que Ethereum ainda não pode atingir os seus melhores preços, alcançados em 2016 de junho, quando ele chegou a quase $ 20. No entanto, é a partir dessa data o preço mais alto obtido.

Ethereum-Chart-27-02-17

Dash ainda está a crescer fortemente chegando ao quarto lugar no ranking das criptomoedas no CoinMarketCap com uma capitalização de $ 201 milhões, batendo litecoin e quase atingindo Ripple. Dash está com uma cotação de $ 28,31, que é 1,50% maior do que ontem ao mesmo tempo. Embora ele teve pouco altos e baixos, tudo indica que a moeda está pronta para $ 30.

Dash-Chart-27-02-17

Confira também: Análise Tecnica Dash – 20/02/17

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

WatchCoins o WebApp Brasileiro para acompanhar a cotação do Bitcoin e Altcoins

O WatchCoins (https://watchcoins.net) é um WebApp criado por um brasileiro, com o intuito de acompanhar em tempo real as cotações das principais exchanges brasileiras.

Na tela principal é possível visualizar numa interface limpa e intuitiva os valores de compra e venda:

Inicio-WatchCoins

Tela principal das cotações de bitcoins/altcoins

O design responsivo dessa ferramenta foi projetado para oferecer boa visualização para usuários desktops, tablets e smartphones. Entre as funcionalidades principais, na versão atual temos filtros e alertas, o filtro permite
apresentar apenas as cotações que o usuário deseja visualizar na tela principal.

Tickers-WatchCoins

Tela de filtragem de tickers

A ferramenta que mais agrega valor é a de configuração de alertas sobre as oscilações de preços dos bitcoins/altcoins, um alerta consiste na configuração de qual exchange, criptomoeda e valor que o usuário deseja receber como alerta, e é possível configurar dois tipos de oscilações de valores:

1) Alertar quando o valor de compra/venda for maior ou igual ao valor configurador.
2) Alertar quando o valor de compra/venda for menor ou igual ao valor configurador.

Entenda em detalhes visualizando as imagens abaixo:

Programa-Alerta-WatchCoins

Janela de configuração de alertas

Alertas-WatchCoins

Lista de alertas registrados

 

Alerta1-WatchCoins

Recebendo uma notificação de alerta

A melhor parte dessa funcionalidade, é que se você estiver usando o WatchCoins no smartphone através dos navegadores (Google Chrome, Mozilla Firefox ou Opera) você receberá os alertas via Push Notification, mesmo que você não esteja com a ferramenta aberta.

Todas essas funcionalidades são gratuitas e não requer cadastro de usuário para utilizá-las.

Atualmente o projeto esta em estágio inicial, e é mantido pelo founder Caio Ribeiro Pereira (@crp_underground), mas promete ser muito promissora.

WatchCoin está com um roadmap com novas funcionalidades a serem incluídas em um futuro breve, como por exemplo, aplicação de filtros inteligentes, suporte a novas exchanges internacionais, notificações inteligentes, visualização de cotações em outras moedas, como por exemplo, dólar e euro, etc.

Para mais informações sobre o projeto da WatchCoins, acesse: https://watchcoins.net/sobre

Aviso: Este artigo é apenas para fins informativos, a informação não constitui aconselhamento de investimento ou uma oferta para investir. Criptomoedas Fácil não é responsável por qualquer conteúdo, produtos ou serviços mencionados no comunicado de imprensa.